Caros participantes, Para você fazer qualquer sugestão e/ou reclamação entre em contato direto com a Coordenação Geral pelo e-mail: cursopie@fe.unb.br.
Vamos qualificar mais o espaço do nosso Fórum para debates e aprofundamento pedagógico!

28/11/2003 17:41
De: Mariane de Oliveira Alves
IP: 200.175.178.203-

Re. Prof. Madalena

    Foi por sorte que consegui mandar uma única mensagem para professora Benigna, pois as aulas no laboratória estão se tornando impossíveis, à duas semanas não conseguimos trabalhar nos computadores. Todos tentamos trocar mensagens com a prof. Benigna, mas não foi possível.
    Peço, inclusive, se possível tomar providências com relação a essa situação.
    Obrigada,
           
05/10/2005 08:50
De: Kátia Leite e Márcia Muniz (klramos@bol.com.br)
IP: 164.41.75.210-

Lamentamos, Ana Miranda...

Prezada colega Ana Miranda:
Infelizmente admitimos que o seu comentário é pertinente, porém a diferença entre as duas realidades analisadas (Califórnia e Brasil) é imeeeeeeeeeeensa...
Sabemos da importância do livro no processo educativo de uma criança, porém além de vários fatores burocráticos que emperram o funcionamento das bibliotecas em nossas escolas (que geralmente é o primeiro projeto a ser interrompido na falta de professores), são vários os outros fatores que impossibilitam propiciar o mesmo espaço descrito nas escolas da Califórnia, o que nos resta é arregaçar as mangas e tentar, por mais difícil que possa parecer, tentar fazer com que o uso do livro seja uma ação cotidiana em nossas escolas! Tentamos e fazemos aquilo que estão dentro das nossas possibilidades e concordamos com você: lugar de livro não é na biblioteca e sim na mão da criança! Tenho certeza de que isso se reflete na ação pedagógica de boa parte de nós educadores, pois temos consciência da importância da leitura independentemente das condições que o nosso país nos oferece...  
18/10/2008 02:37
De: Fabricio (fabricioguidoval@yahoo.com.br)
IP: 189.12.125.21

Re: Re: Re: Re: Resumo livro O Banquete

Olá galera! Gostaria de deixar uma dica a todos... Site de apoio aos vestibulandos, com conteúdo GRATUITO. No site vocês irão encontrar provas resolvidas, questões por assunto, simulados, tudo sobre o enem, conceito dos melhores cursos, RESUMOS E ANÁLISE DE OBRAS...
Recomende ao seus amigos. Ponha um link pra ele no seu site também.
Site Vestibulando Web: www.vestibulandoweb.com.br
12/12/2003 16:54
De: Liliane Magaly (lilianebrazil@yahoo.com.br)
IP: 200.140.176.127-

Releitura de objeto

                          Releitura de uma mesa
  Diante de tantos objetos que tenho em casa, qual escolher?
  Decidi fazer a releitura de uma mesa que fica na cozinha, uma mesa de granito com seis cadeiras.
  Tem 6 anos que a mesa nos acompanha, quando a comprei meus filhos eram bem menores, a Letícia quando sentava na cadeira à mesa, os pezinhos ficavam pendurados, balançando, não alcançavam o chão. Às vezes tenho a impressão que a mesa encolheu, o espaço está ficando apertado. (Coisas de mãe! Não vê que os filhos cresceram, prefiro acreditar que a mesa encolheu.)
  Todos os dias na hora da  refeição acontecia um acidente, um prato que caía, ou um copo de suco que derramava, lá estava a mesa toda  molhada e um prato com comida alagado. Estes acicentes eram partes integrantes do horário das refeições, quando não aconteciam ficava faltando algo.Algumas vezes meu marido servia o suco, entregava para cada um e perguntava se ele poderia derramar sobre a mesa, ele ia adiantar, para eles não terem o trabalho.
  Uma coisa engraçada aconteceu um dia o Gabriel serviu o prato e foi para a sala assistir televisão e eu o chamei de volta dizendo: - Gabriel pode voltar, vem sentar na mesa!!
  Me ditraí arrumando alguma coisa, quando olhei lá estava o Gabriel sentado em cima da mesa dizendo:
  - Foi você que mandou!
  Nunca marcamos lugar para assentarmos à mesa, porém sentamos sempre no mesmo lugar e de um não está presente o lugar fica vazio, solitário.
  A mesa é um dos objetos mais usados da casa, além da refeições a usamos para as realizações das atividades escolares, isto significa que sempre ela está sendo usada, raramente não tem livros, cadernos,lápis, e folhas, muitas folhas espalhadas sobre ela.
  Impressionante como um "ser" sem vida tenha tantas histórias, antes eu a via apenas como mais um objeto, por sinal muito útil.
  A partir do momento que fiz a releitura passei a olhá-la como parte integrante da história familiar.
07/04/2004 09:33
De: CLÁUDIA DIAS
IP: 200.175.178.84-

PARABÉNS

A TODOS OS CUSISTAS DO MÓDULO VI E AS AMIGAS GLAUCIONE,JULIANA E BETHI ,PARABÉNS PELA LUTA.QUE DEUS OS ABENÇÕE RICAMENTE DANDO-LHES FORÇA PARA CONCLUIR O TCC.A SABEDORIA É UM DOM CONCEDIDO POR DEUS.VOCÊS,JÁ SÃO VENCEDORES.
27/04/2008 12:13
De: ADM_Ismael
IP: 189.30.86.103

Mu Adrenaline, o melhor esta aqui!

MuAdrenaline Está agora de cara nova
Versão 1.04j+session3
Contamos com a sua presença para Lotar ainda mais nosso Servidor, e comemorar conosco 1 ANO da existencia do adrenaline!
Algumas das novas Novidades:
*Novos Itens
*Asas LVL 3
*Nova Evolução das Classes
*Novos Mapas
*Novos Monstros
*Novos e divertidos Eventos
*Novas Quests (inclusive quest para virar para 3° evolução do personagem)
E muitas outras coisas...
Acesse agora mesmo e fique por dentro de tudo!
http://www.muadrenaline.com/
Nossa comunidade no orkut:
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=36751628
Dados do Server:
Xp 1000x
Resete free lvl 350 gasta 50kk para resetar, e ganha 200 pontos e pode resetar com os itens!
Resete VIP lvl 330 gasta 25kk para resetar, ganha 300 pontos e começa com 1000 pontos em cada atributo! ganha 5 box kundum +5 cada vez que renova o VIP, e tambem pode resetar com os itens!
Os NPCS vendem itens legais, para um facil começo no jogo! Criando sua conta voce já começa com 5 resetes e 5 dias de VIP.

Ajudem-nos a divulgar o server!!
Mu Adrenaline 2008 ;)
06/10/2003 19:46
De: Elizete
IP: 200.154.69.167-

Ana Bandeira

Querida Fátima é com pesar que falo contigo.Que pena o acontecido, mas saiba que vc foi muito importante na vida de dona Ana. Seu esforço será reconhecido, no tempo certo, continue acreditando, lutando e lembre-se:Vc pode ser a diferença na vida de seus alunos.
               Elizete
17/04/2008 00:39
De: ADM-SrNooB (guiguigatoso@hotmail.com)
IP: 201.43.54.211

Os melhores server de Mu e varios outros games!!!!

http://powerhack.forumeiros.com/login.forum?connexion
Power hack o melhor forun de hack !!
la vc vai ter acesso a server de Mu, gunbound, tibia ,hero,WYD e muinto mais !!
nao perca mais tempo e venha ja faser parte do nosso forum!!
obs:para acessar e nesseçario faser uma acc !
http://powerhack.forumeiros.com/login.forum?connexion
http://powerhack.forumeiros.com/login.forum?connexion
02/03/2004 22:00
De: Fatima Guerra
IP: 200.163.26.244-

TCC - Bibliografia útil

Caros alunos,
Vai aqui a bibliografia referida pelo professor Gilberto Martins que tb. pode ser bastante útil para quem estiver escrevendo o TCC.
Abraços,
Bom trabalho,
Saibam que contam com o meu apoio - nem que seja para "desabafar" nos intervalos de redação do trabalho.
Professora Fatima Guerra
""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""""
BIBLIOGRAFIA - Métodos e Técnicas de Pesquisa
Coordenação: Prof. Gilberto de Andrade Martins
Participação: Doutorando Carlos Renato Theóphilo
ALMEIDA, Maria Lucia Pacheco de. Como elaborar monografias. 4.ed. Belém/PA: Cejup, 1996.
ALVES, Rubem. Filosofia da ciência. São Paulo: Ars Poetica, 1996.
ALVES-MAZZOTTI, A. J., GEWANDSZNAJDER, F. O método nas ciências naturais e sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa. São Paulo: Pioneira, 1998.
ANDRADE, Maria Terezinha Dias de. Técnica da pesquisa bibliográfica. 3.ed. São Paulo: USP-Faculdade de Saúde Pública, 1972.
ASTI VERA, Armando. Metodologia da pesquisa científica. Trad. Maria Helena Guedes e Beatriz Marques Magalhães. Porto Alegre: Globo, 1976.
BACHELARD, Gaston. A formação do espírito científico: contribuição para uma psicanalise do conhecimento. Rio de Janeiro: Contraponto, 1996.
BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1994.
BARROS, A.J.P., LEHFELD, N. A. de S. Fundamentos de metodologia: um guia para a iniciação científica. 3.ed. São Paulo: Makron Books, 2000.
BLAUG, Mark. A metodologia da economia, ou, como os economistas explicam. 2.ed. São Paulo: Edusp, 1993.
BRANDÃO, C. R. (org.). Pesquisa participante. São Paulo: Brasiliense. 1982.
BRANDÃO, C. R. Repensando a pesquisa participante. São Paulo: Brasiliense, 1984.
BRUYNE, Paul de, HERMAN, Jacques, SCHOUTHEETE, Marc de. Dinâmica da pesquisa em ciências sociais. 5.ed. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1991.
BUNGE, M. Epistemologia. São Paulo: Edusp, 1980.
CAMPBELL, Donald T., STANLEY, Julian C. Delineamentos experimentais e quase-experimentais da pesquisa. São Paulo: EPU/EDUSP, 1979.
CARDOSO, Ciro Flamarion S., BRIGNOLI, Héctor Pérez. Os métodos da história. Trad. João Maia. 3.ed. Rio de Janeiro: Graal, 1983.
CARDOSO, Ruth. (org.). A aventura antropológica. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1986.
CARVALHO, M.C.M (org.). Metodologia científica: fundamentos e técnicas: construindo o saber. 4.ed. Campinas, SP: Papirus, 1994.
CASTRO, Cláudio de Moura. A prática da pesquisa. São Paulo: McGraw-Hill do Brasil, 1978.
CERVO. A. L., BERVIAN, P. A. Metodologia científica. 4.ed. São Paulo: Makron Books, 1996.
CHALMERS, A.F. O que é ciência, afinal? São Paulo: Brasiliense, 1993.
CHAUÍ, Marilena. Convite à filosofia. 6.ed. São Paulo: Ática, 1995.
CHIZZOTTI, Antonio. Pesquisa em ciências humanas e sociais. 3.ed. São Paulo: Cortez, 1998.
COSTA, Solange Fátima Geraldo e outros. Metodologia da pesquisa: coletânea de termos. João Pessoa: Idéia, 2000.
DEMO, Pedro. Avaliação qualitativa. 5.ed. Campinas, SP: Autores Associados, 1996.
DEMO, Pedro. Ciência, ideologia e poder: uma sátira às ciências sociais. São Paulo: Atlas, 1988.
da ciência. São Paulo: Atlas, 1987.
DEMO, Pedro. Introdução à metodologia
DEMO, Pedro. Metodologia científica em ciências sociais. São Paulo: Atlas, 1981.
DEMO, Pedro. Metodologia do conhecimento científico. São Paulo: Atlas, 2000.
DESCARTES, René. Discurso do método: apresentação e comentários de Denis Huisman: tradução de Elza Moreira Marcelina. Brasília: UnB e Ática, 1989.
EASTERBY-SMITH, M., THORPE, R., LOWE, A. Pesquisa gerencial em administração: um guia para monografias, dissertações, pesquisas internas e trabalhos em consultoria. São Paulo: Pioneira, 1999.
ECO, Umberto. Como se faz uma tese. São Paulo: Perspectiva, 1983.
FAZENDA, Ivani (org.). A pesquisa em eduacação e as transformações do conhecimento. Campinas, SP: Papirus, 1995.
FAZENDA, Ivani (org.). Metodologia da pesquisa educacional. São Paulo: Cortez, 1989.
FAZENDA, Ivani. (org.). Novos enfoques da pesquisa educacional. São Paulo: Cortez, 1992.
FEITOSA, Vera Cristina. Redação de textos científicos. 2.ed. Campinas/SP: Papirus, 1995.
FERNANDES, Ana Maria. Construção da ciência no Brasil e a SBPC. 2.ed. Brasília: Editora UnB, 2000.
FEYRABEND, P. Contra o método. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1977.
FREITAS, H., MOSCAROLA, J. Análise de dados quantitativos & qualitativos: casos aplicados usando o sphinx. Porto Alegre: Sphinx, 2000.
FREITAS, Henrique & JANISSEK, Raquel. Análise léxica e análise de conteúdo: técnicas complementares, seqüenciais e recorrentes para exploração de dados qualitativos. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, 2000.
GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 3.ed. São Paulo: Atlas, 1996.
GIL, A. C. Métodos e técnicas da pesquisa social. São Paulo: 1987.
GIL, A. C. Técnicas de pesquisa em economia. São Paulo: 1991.
GODOY, Arilda Schmidt. Introdução à Pesquisa Qualitativa e suas possibilidades. Revista de Administração de Empresas. São Paulo v. 35, n. 2, p. 57 - 63; n.3, p. 20 - 29; n.4, p. 65 - 71 mar/ag.1995.
GOLDENBERG, Mirian. A arte de pesquisar: como fazer pesquisa qualitativa em Ciências Sociais. 2.ed. Rio de Janeiro: Record, 1998.
GOODE, Willian J., HATT, Paul K. Métodos em pesquisa social. São Paulo: Nacional, 1969.
GRESSLER, L. A. Pesquisa educacional. São Paulo: Loyola, 1979.
HABERMAS, J. Conhecimento e interesse. Rio de Janeiro: Zahar, 1982.
HAGUETTE, T. M. Metodologias qualitativas na sociologia. 4.ed. Petrópolis: Vozes, 1995.
HEGEL, Georg Wilhelm Friedrich. Enciclopédia das ciências filosóficas em compêndio: 1830.
HEGENBERG, Leônidas. Etapas da investigação científica. São Paulo: EPU/EDUSP, 1976.
Trad. Paulo Meneses. São Paulo: Loyola, 1995.
HÜBNER, M. Martha. Guia para elaboração de monografias e projetos de dissertação e doutorado. São Paulo: Pioneira/Mackenzie, 1998.
HÜHNE, Leda Miranda (org.). Metodologia científica. 7.ed. Riode Janeiro: Agir, 1997.
HÜHNE, Leda Miranda. (org.). Metodologia científica: caderno de textos e técnicas. 7.ed. Rio de Janeiro: Agir, 1997.
INÁCIO FILHO, Geraldo. A Monografia na universidade. Campinas, SP: Papirus, 1995.
JAPIASSU, H. Questões epistemológicas. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1980.
JAPIASSU, Hilton. Francis Bacon: o profeta da ciência moderna. São Paulo: Letras & Letras, 1995.
KERLINGER, Fred N. Metodologia da pesquisa em ciências sociais: um tratamento conceitual.
São Paulo: EPU/EDUSP, 1980.
KERSCHER, M.A., KERSCHER, S.A. Monografia: como fazer. Rio de Janeiro: Thex, 1998.
KIDDER, Louise H. (org.). Métodos de pesquisa nas relações sociais. São Paulo: EPU, 1987.
KÖCHE, José Carlos. Fundamentos de metodolocia científica: teoria da ciência e prática da pesquisa. 14.ed. rev. ampl. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.
KUHN, T.S. A estrutura das revoluções científicas. 5.ed. São Paulo: Perspectiva, 1997.
LABES, Emerson Moisés. Questionário: do planejamento à aplicação na pesquisa. Chapecó/SC: Grifos, 1998.
LAKATOS, E.M., MARCONI, M. de A. Fundamentos de metodologia científica. 3.ed. São Paulo: Atlas, 1991.
LAKATOS, E.M.,MARCONI, M. de A. Metodologia científica. São Paulo: Atlas, 1986.
LEFÈVRE, F., LEFÈVRE, A M. C., TEIXEIRA, J.J.V. (Orgs). O discurso do sujeito coletivo: uma nova abordagem metodológica em pesquisa qualitativa. Caxias do Sul: EDUSC, 2000.
LEGRAND, Gerard. Dicionário de filosofia. Rio de Janeiro: Edições 70, 1991.
LEITE, Eduardo de Oliveira. A monografia jurídica. Porto Alegre: Fabris, 1985.
LUCKESI, Cipriano e outros. Fazer universidade: uma proposta metodológica. São Paulo: Cortez, 1984.
LÜDKE, Menga & ANDRÉ, Marli E. D. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPU, 1986.
MACEDO, Neusa Dias de. Iniciação à pesquisa bibliográfica: guia do estudante para a fundamentação do trabalho de pesquisa. 2.ed. São Paulo: Loyola, 1994.
MARCANTONIO, A.T., SANTOS, M.M., LEHFELD, N.A.S. Elaboração e divulgação do trabalho científico. São Paulo: Atlas, 1993.
MARCONI, Marina de A. & LAKATOS, Eva. M. Técnicas de pesquisa. São Paulo: Atlas, 1985.
MARTINS, Gilberto de Andrade & LINTZ, Alexandre. Guia para elaboração de monografia e trabalhos de conclusão de curso. São Paulo: Atlas, 2000.
MARTINS, Gilberto de Andrade. Manual para elaboração de monografias e dissertações. 2.ed.
São Paulo: Atlas, 2000.
MARTINS, Gilberto de Andrade. Metodologias Convencionais e Não-convencionais e a Pesquisa em Administração. Caderno de Pesquisas em Administração - PPGA/FEA/USP, n. 1, p. 2 - 6, janeiro 1995.
MARTINS, Gilberto de Andrade. Pesquisa sobre Administração: Abordagens Metodológicas.
Revista de Administração/USP, São Paulo, v 32. n. 3, p. 5 - 12, julho/setembro 1997.
MARTINS, Joel. Subsídio para redação de dissertação de mestrado e tese de doutorado. 3.ed. São Paulo: Moraes, 1991.
MATTAR, Fauze Najib. Pesquisa de marketing. São Paulo: Atlas, 1996. 2v.
MEDEIROS, João B. Redação científica: a prática de fichamentos, resumos, resenhas. São Paulo: Atlas, 1991.
MINAYO, M. C. de S.(org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 17.ed. Petrópolis: Vozes, 2000.
MORIN, Edgar. Ciência com consciência. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996.
OLIVA, Alberto (org.). Epistemologia: a cientificidade em questão. Campinas/SP: Papirus, 1990.
OLIVEIRA, Silvio Luiz de. Tratado de metodologia científica: projetos de pesquisa, TGI, TCC, Monografias, Dissertações e Teses. São Paulo: Pioneira, 1997.
PEREIRA, J.C.R. Análise de dados qualitativos: estratégias metodológicas para as ciências da saúde, humanas e sociais. 2.ed. São Paulo: Edusp, 1999.
POPPER, Karl S. A lógica da pesquisa científica. 2.ed. São Paulo: Cultrix, 1975.
RAMON Y CAJAL, Santiago. Regras e conselhos sobre a investigação científica. 3.ed. São Paulo:
RAMOS, José Maria Rodrigues. Lionel Robbins: contribuição para a metodologia da economia. São Paulo: Edusp, 1993.
REA, L.M., PARKER, R.A. Metodologia de pesquisa. São Paulo: Pioneira, 2000.
RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3.ed. São Paulo: Atlas, 1999.
T.A. Queiroz e Edusp, 1979.
RUDIO, V. V. Introdução a projetos de pesquisa. Petrópolis: Vozes, 1980.
SÁ, Elisabeth Shneider de. (org.). Manual de normalização de trabalhos técnicos, científicos e culturais. 4.ed. Petrópolis/RJ, 1994.
SAGAN, Carl. O mundo assombrado pelos demônios: a ciência vista como uma vela no escuro.
São Paulo: Companhia das Letras, 1996.
SALOMON, D. V. Como fazer uma monografia. 9.ed. São Paulo: Martins Fonseca, 1999.
SAMPIERI, R.H., COLLADO, C.F., LUCIOP.B. Metodología de la investigagión. México: McGraw-Hill, 1996.
SANTOS, J.A., PARRA FILHO, D. Metodologia científica. São Paulo: Futura, 1998.
SAVIANNI, D. Escola e democracia. São Paulo: Cortez, 1983.
SELLTIZ, Claire e outros. Métodos de pesquisa nas relações sociais. São Paulo: Herder, 1967.
SEVERINO, Antonio Joaquim. Metodologia do trabalho científico: diretrizes para o trabalho científico-didático na universidade. 5.ed. São Paulo: Cortez & Moraes, 1980.
TACHIZAWA, Takeshy, MENDES, Gildásio. Como fazer monografia na prática. Rio de Janeiro: FGV, 1998.
THIOLLENT, Michel. Crítica Metodológica, investigação social e enquete operária. 5.ed.
São Paulo, Polis, 1987.
THIOLLENT, Michel. Pesquisa-ação nas organizações. São Paulo: Atlas, 1997.
TRIVIÑOS, Augusto Nibaldo Silva. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.
TRUJILLO, F. Alfonso. Metodologia da pesquisa científica. São Paulo: McGraw-Hill, 1982.
VERGARA, Sylvia Constant. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. São Paulo: Atlas, 1998.
VIEGAS, Waldyr. Fundamentos de metodologia científica. Brasília: Editora da UnB/Paralelo 15, 1999.
WATANABE, Lygia Araujo. Platão, por mitos e hipóteses: um convite à leitura dos diálogos. São Paulo: Moderna, 1996.
WEBER, Max. Metodologia das Ciências Sociais. Trad. Augustin Wernet – introdução à edição brasileira de Maurício Tragtenberg. São Paulo: Unicamp, 1992.
YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2.ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.
 
 
Seu IP: 34.236.187.155 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)