Mural para recados dos usuários do #ibitinga

Tags: mural
20/09/2016 20:15
De: camila bispo (cbispo543@gmail.com)
IP: 191.193.115.245

Familia Bispo

de fato, o vo do meu pai Odilon Pereira Bispo, veio de portugal para o brasil e se juntou com minha bisa (que era india) em AL Maceio.
11/04/2009 16:17
De: Larissa Tabosa
IP: 201.41.90.49

Re: ORIGEM DO SOBRENOME TABOSA

Olá, realmente rola mtas dúvidas com relação a origem do sobrenome Tabosa. Minha família por exemplo mora no ACRE. Mas os primeiros Tabosas daqui vieram do Ceará, então creio eu q a origem no Brasil seja aí. Agora a pergunta q não quer calar: De onde vieram os Tabosas?
Se alguém puder responder pode me add no msn'
20/07/2008 21:48
De: elisangela gonçalves silva
IP: 189.13.141.151

Familia Gonçalves

Meu nome é Elisangela, gostaria de saber mais da família gonçalves meus avos paternos se chamavam Sabina nascimento gonçalves e meu avô Sebastião gonçalves eles eram de Penha do Capim Aimores MG gostaria de saber mais sobre esse sobrenome, por favor quem souber me manda email.
13/10/2008 16:43
De: Luis Otavio Piocoppi
IP: 200.144.5.29

Re: Familia Procópio

Procopius é uma palavra grega cujo significado é progresso; o mais antigo Procopius que se conhece é o Santo da Igreja Católica Ortodoxa, Sâo Procópius, nascido em 303 d.C em Sardis, que fora decapitado pelo Império Romano quando pregava o cristianismo...
Por volta de 1.250 a.C os gregos invadiram a cidade de Tróia, e se apossaram do local, fundaram várias cidades no litoral troiano, hoje turco, entre as cidades fundadas as mais importantes para os Procópuis, era Bizâncio e Sardis, onde nascia São Procópius...
Os gregos não aceitavam que os povos de suas colônias "Bizâncio" falassem o grego oficial falado na metropole, assim os filósofos e outros estudiosos prepararam uma nova língua, porém bem semelhante, assim surgia o grego bizantino.
Em 330 d.C o Império Romano invadiu Bizâncio e mudou o nome da cidade para Constantinopla, em homenagem ao Imperador Romano Constantino I, que foi Imperador Romano que pôs fim a perseguição aos Cristãos, mas tembém mudou a língua e a escrita oficial de bizancio para o Latim,  iiniciava-se assim a modificação nos nomes e sobrenomes...
Por volta de 550 d.C Bizancio elegia o novo prefeito Procópius IV, onde se sucederam até Procópius VII...
Há poucos registros entre 650 a 1.200 na história daquele povo, pois os Romanos os dominaram e foram séculos de atraso cultural e científico.
Em 1.204 durante a IV Cruzada, enquanto os Romanos estavam concentrando sua força militar na tentativa de recuperar Jerusalém que estava em poder dos mulçumanos, os Bizantinos reconquistaram sua independência. Durante 330 a 1.204 os bizantinos escrivam seus documentos em grego-bizantino e em romano... Nessa época alguns grupos escreviam seus nomes Procópius, e outros Procopii e Piocopius...
Mas a felicidades do bizantinos de Constantinopla durou 241 anos, em 1.453 os Turcos Otomanos cercaram a cidade e após (=/-) 50 dias de combate invadiram a cidade, em dois dias de massacre eliminaram mais de um milhão de bizantinos esfaqueados e ou decaptados.
Seria o fim dos Procópius e Piocopius irmãos, filhos de uma mesma origem... Deus permitira que não, o Sudão Turco Maomé voltou atrás daquilo que tinha combinados com seu exército, quando faltavam apenas 50 mil habitantes em Constantinopla, ele ordonou o fim do massacre e permitiu que os bizantinos pudessem viver na cidade. Constantinopla passou a ser chamada de Istambul na época se tornou a nova capital do Império Turco Otomano, a língua oficial e a escrita passou a ser o turco, uma espécie de árabe constituído por 8 vogais, diferente do arabe tradicional constituído por 3 vogais.  
Assim como aconteceu na antiga União Soviética, Alemanha Oriental e atualmente em Cuba, os gregos bizantinos foram impedidos de sair da Turquia... Mas muitos conseguiram fugir pelo mar, os capturados foram sacrificados.
Nos livros de execução do século XVIII encontra-se vários Procópius e Piocopius...
Alguns menbros da Família Procópius fugiram e se deslocaram para a Europa Ocidental, passaram a ser chamados pelos portugueses de Procópio...
Já os Piocópius fugiram por volta de 1.790, se refugiaram na Tchecolosváquia, na Bulgária, e países próximos. Na mesma época chegaram os primeiros Piocopp (sem i) ao sul da Alemanha, hoje são mais ou menos 20 famílias que assinam por esse nome, todos moram bem próximos...
Frank Piocopp, que residia na cidade de Praga, capital da Tchecoslováquia que estava sob o poder os Austríacos foi convocado para servir o exército em Viena, capital da Áustria em 1.825.
Os Tchecoslováquis conquistaram sua independência em 1.848, mas alguns Piocopp descendentes de Frank passaram a residir na Aústria. Em 1.874 as tropas alemãs de Oto Von Bismarck invadiram a Aústria e alguns Piocopp fugiram para a Espanha e minha trisavó para no norte da Itália, mas lá se casou e imigrou para o Brasil em 1.896.






antigo Império Grego Bizantino, bem próximo da antiga cidade de Tróia destruída pelos gregos em 1.250 a.C. Após isso os gregos passaram a habitar aquela região e fundaram a cidade de Bizâncio,
24/07/2011 23:16
De: Wilson Ferreira Vermelho Filho
IP: 201.80.136.184

Procuro alguém que tenha o sobrenome vermelho

Tambem sou da familia Vermelho, originada pela geração de meu Bisavô que teve alguns filhos um deles José Ferreira Vermelho, meu avô, que na epoca eram de Mutum, uma cidade pequena e de terra batida.!
O nome se estendeu pela familia de meu avô tbm.!
abraços
21/12/2011 18:05
De: Marco Aurelio Gonçalves da Silva
IP: 200.96.161.130

Re: Familia Gonçalves

Soi filho de Josias Gonçalves da Silva, nascido na penha do capim, ditrido de aimores, a famila gonçalves do meu  eh uma familia muito grande na regiao de penha de capim. Eles sao de origens portuguesa, da ilha da madeira
06/03/2009 14:38
De: Cristiane Oliveira Procópio
IP: 200.189.112.20

Re: Família Procopio

Oi Márcia,
Também estou a procura da família Procópio.
é a família do meu pai José Pereira Procópio, meu pai também cresceu longe da família dele.
ele é de Maringá e vc?
03/07/2006 23:54
De: roberto Ferreira prata (beto_prata@hotmail.com)
IP: 172.16.0.42, 201.56.220.3

Re: Origem familiar...

Ola amigo eu tanbém gostaria de saber a origem de minha familia ja que tanbem assino prata;meu pai  veio do estado da banhia aos 13 anos e numca mais para la voltou morava num lugar chamado de jatoba aonde consta em seu registro de nascimento ele assina miguel ferreira prata acho que meus bisavós pai se chamavam manoel ferreira coelho assim disse meu pai  não sei se talves somos parentes pois vc não disse o local de onde veio teus familiares mande uma resposta para mim grato
06/08/2008 05:01
De: Fábio Lima Prata (pratafabio@hotmail.com)
IP: 189.71.68.178

Re: Re: Familia Prata

Primo Walden,
Lamento que tanto tempo tenha passado para ver essa resposta que, por acaso, surgiu em uma pesquisa que fiz no google. Espero que não leve tanto tempo para que vc possa ver essa resposta.
Tenho enorme curiosidade sobre o material que você tem sobre a família e ficaria agradecido com a possibilidade de vê-lo.
Nasci em São Paulo e estou morando faz quase dois anos em João Pessoa, PB, onde desenvolvo um trabalho de consultoria para ONGs e faço palestras sobre cidadania. Fui acadêmico de Farmácia-Bioquímica (UFPB), filosofia (USP) e direito (Mackenzie). Sempre fui bom em concursos e passei num concurso da Câmara Municipal daqui. Apesar da dedicação nas coisas que faço... nunca finquei raízes.
Tenho interesse em saber sobre a história dessa grande nação que é a nossa família. Essa inquietação inventiva. Tenho, entre os parentes mais próximos, diversos militares e até padres. Meu pai, por exemplo, Paulo de Queiroz Prata, é advogado.  Todos têm um senso de humor, diria, peculiar. Diversos são "obsessivos" com certos assuntos. Colecionam, inventam, escrevem, brigam e voltam a um estado de aparente normalidade. A bipolaridade deve ser uma marca familiar.
Espero que faça algum contato para que possamos conversar e trocar informações sobre nossa família. Meu telefones são: (83)3248-1041 e (83)8815-5572.
Abraços do primo,
Fábio Prata
Seu IP: 3.80.38.5 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)