Imagine como seria a reação dos personagens da obra "O Seminarista" inseridos na sociedade de hoje. Comente sobre os principais pensando no contexto socio cultural e político da época e no momento atual.

06/09/2009 19:21
De: Geisiane
IP: 200.139.84.73

Livro O Seminarista

1. Personagens - verificar se as personagens sofrem mudanças e se são aprofundadas psicologicamente ou são imutáveis e seu tratamento é superficial e exterior ou ainda, se delas se destacam apenas traços gerais e comuns ao grupo a que pertencem, como fofoqueira, o padre, a beata, a comadre, etc.
2. Tempo - observar a presença dos tempos cronológico (de relógio) ou psicológico (tempo inteiror da consciência) e a importância deles para a construção da sequência narrativa e das personagens.
3. Espaço - deve ser observado na perspectiva de sua relação com a personagem e de sua importância geral da obra. Importa estudar tanto o espaço físico ou geográfico (meio ambiente) quanto o espaço social em que atuam (meio social) e observar até que ponto o espaço influência ou condiciona a ação das personagens.
4. Foco narrativo - verificar se o ponto de vista do narrador é em 1° ou 3° pessoa e em que medida essa opção atende melhor aos propósitos do narrador ou do autor. Observar também se o narrador interfere na narrativa com comentários, digressões, ironias, etc. e avaliar a importância dessas atitudes no significado geral da obra.
5. Estilo - devem ser buscados na obra traços que caracterizam o estilo pessoal do autor, por exemplo, certas construções frasais; o uso frequente de certas classes gramaticais; frequência e tipo de descrição; comparações e figuras de linguagem; ambiguidade; ironia; linguagem de acordo ou não com a variedade padrão; vocabulário elevado ou coloquial; gosto pelas frases curtas ou por períodos longos; etc.
6. Verossimilhança - deve-se averiguar o grau de coerência interna da obra, que garante a sua verossimilhança, isto é, sua semelhança com a verdade. Tal observação pode ser importante para perceber a filiação da obra a determinado movimento literário, Por exemplo: O Romantismo geralmente apresenta uma visão fantasiosa e idealizada da realidade.
7. Movimento Literário - os vários aspectos anteriores levantados deverão ser tomados em conjunto neste item, pois são eles, ao lado dos temas mais comuns a essas obras e da visão de mundo (ideologia) nelas expressa, que caracterizam a linguagem de determinado momento literário. Deve-se verificar em que medida a obra em estudo corresponde aos padrões estabelecidos pelo movimento literário a que cronologicamente está relacionada ou representada uma fuga desses padrões.
8. Conclusões - neste item deve-se avaliar a importância e a contribuição da obra e do autor estudados à nossa literatura. Devem ser levados em conta aspectos como: o autor funda ou não uma nova tradição em nossa literatura; se não funda, a que tradição está vinculado e que contribuições trouxe para o aprofundamento dessa tradição; qual o destaque deste escritor ou de sua obra no movimento literário a que pertence.
07/09/2007 12:49
De: Paulo César
IP: 200.103.73.61

Re: O seminarista

Preciso de ajuda.
Me passem os seguintes tópicos de o Seminarista:
-Introdução
-Enredo
-Personagens
-Personagens-principais e secundários
-Foco narrativo/narrativa
-Gênero
-Modalidade
-Estética
-Tempo
-Espaço
-Cenário
-Temática
-Alímax
-Linguagem
-Ambiente
-Biografia
-Conclusão
12/08/2005 07:49
De: Adervânio Pereira Monteiro 2ºB
IP: 200.140.127.166-

O Seminarista

  Naquela época as pessoas eram muito desconfiadas e maliciosas , como por exemplo, na história, uma cobtra enrolou no corpo da menina Margarida e foi embora sem lhe fazer mal nenhum. Naquele tempo muitas pessoas acreditavam que poderiam repetir as mesmas histórias de tempos atrás como de Eva neste caso. Mas nos dias de hoje as pessoas não acreditam nisso. Se isso acontecesse hoje as pessoas iriam achar normal e nem iriam lembrar desta história do passado de Eva, nem deste mal que tinha acontecido no passado.
  Então estas pessoas queriam afastar este mal que acreditavam, e nesta história a família de Eugênio, que estava apaixonado por Margarida, mandou Eugênio para um convento para afastá-lo de Margarida e decidiram o seu destino para livrar a sua família deste mal que acreditavam, naquela época era a família que decidia o destino de seus filhos, eles querendo ou não, mas hoje a família não escolhe o destino de seus filhos, são os próprios filhos que decidem seu próprio destino e sua vida.
  No seminário era proibido se papaixonar por qualquer mulher, mas ele já estava apaixonado, fez alguns versinhos de amor, e os padres descobriram e deram-lhe um sermão, mas perdoaram-no. Mas mesmo assim ele não conseguia esquecer Margarida. Nos dias de hoje, isso não é ttão proibido, e até estão tentando conseguir a permissão para os padres se casarem.
  Quando estava perto de terminar o seminário e se tornar um padre, ele viu Margarida doente na cama, querendo pedir perdão para um padre, e Eugênio era o único padre da região, e não teve outra escolha, teve que ir perdoá-la.
  Quando Margarida viu que era Eugênio o padre, logo ficou boa e disse que a única coisa que ela queria na vida era ele, e que era por sua causa que ela estava doente, doente de amor por ele, mas ele era padre e tinha ido embora. Hoje ninguém fica doente de amor por uma pessoa, principalmente por um padre, e um padre iniciante não iria aguentar tudo isso, e desistiria de ser padre para viver o amor.
  No outro dia, ele iria celebrar a sua priimeira missa, e tinha que fazer uma encomendação a um cadáver, e se aproximou do caixão, tirou o lenço do rosto da finada, e soltou um grito desesperado e ficou chocado ao ver que o corpo era de Margarida, a mulher que amou a sua vida inteira, e morreu de amor por ele, hoje ninguém morre de amor.
  Conclusão: Essa história nos dias de hoje seria totalmente diferente do que aconteceu naquela época.
05/08/2005 16:35
De:
IP: 201.2.46.237-

Re: Re: Seminarista


Seu modo de vida seria totalmente diferente do nosso, pois, antigamente quem controlava sua vida eram seus pais. Hoje em dia quem controla sua vida e voce. A pouco tempo era orgulho da familia ter um filho(a) que entregasse sua vida total e completa a Deus, mas hoje em dia e tudo diferente, muitos acham caretisse, outros acham que virar padre e coisa para velho.
Há quem goste, mas não são todos que são adeptos.
Concluindo, seria toalmente diferente pois o tipo de vida cultural, social, politico, etc., seria contrario ao de hoje.
10/08/2005 19:23
De: Ana Paula 2B (amaistop@yahoo.com.br)
IP: 200.140.127.166-

Seminarista

Nos dias de hoje ele reageria d forma totalmente diferente os filhos d hoje n tem tanto respeito e obidiencia pelos pais ele ia enfrentar seus pais sem nem da importancia ele ia por o amor na frente d tudo ja que nao tinha tantos recursos ele nao tinha muitas opçoes para o futuro.E hoje nao fazem questao dos filhos serem padres,poderiam emplicar mais pela classe social dela.
26/07/2007 15:15
De: sirlei soares sirqueira (chipsirlei@hotmail.com)
IP: 200.181.88.52

O seminarista

eu queria que voces mandasse analise dos personagens,espaço fisico geografico e social estilo traços que caracterizam o estilo pessoal do autor e o paralelo da obra com a escola romantica literaria(identificaçao).por favor prisciso pra hoje ainda até as 23:00por favor ...
Seu IP: 54.92.173.9 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)