Criar forum gratis
"Tenho pensamentos que, se pudesse revelá-los e fazê-los viver, acrescentariam nova luminosidade às estrelas, nova beleza ao mundo e maior amor ao coração dos homens." (Fernando Pessoa, em "O Eu Profundo")
Assinar este forum via:
[RSS/Atom]     [E-mail]
Mensagem

Analise

De Paula em 01/07/2003 00:52:17 a partir de 200.152.2.38
Oi Sílvia!
2ªdespersonalização??? Creio que nítida em "o dominó que vesti era errado." Para mim, Álvaro de Campos é a parte de Pessoa que "grita", que "reluta". Há em Tabacaria algo de desgosto, de relutância contra um caminho que ele seguiu empurrado pelos seus próprios pés mas na engrenagem de um todo, pois sabia desde o início que aquele não era o caminho que realmente queria percorrer. Desgosto no sentido de ter se entregue (máscara colada à cara )mesmo desejando algo diferente, como se tivesse se acostumado àquela vida. Algo feito lei da gravidade que mesmo tendo consciência, não há como se resguardar. Vivendo como o fizeram e não como ele o fez. Também no que se refere ao desgosto do despertar ( o dominó que nem servia mais)só que tarde demais...
Não encaro os heterônimos como puro marketing, acabo descordando de Fernando neste ponto. Vejo sim como a forma que Pessoa encontrou de abordar assuntos sob diferentes óticas. Cada um de seus "nomes" se encarregaria de firmar controvérsias dele mesmo. Uma espécie de segmentação mental. Cada qual aponta aquilo que lhe é peculiar em determinado momento, frente uma situação em especial.
E Álvaro é este misto de sensibilidade e rocha, de doçura e aspereza, a parte de FP que leva para a poesia os vários problemas polêmicos de um mundo feito de cimento e cal, nada tão "colorido" quanto o de outros heterônimos.
O que fala sobre isto amiga?????
Que tal, após o término desta discussão em aberto, falarmos sobre meu favorito "Poema em linha reta"??? Seria bárbaro tracar informações de interpretação sobre esta poesia!
Beijos,
Paula.

Em resposta a:

Analise (SilviaMoreira silviacmoreira@hotmail.com - 30/06/2003 22:06:24)
Caro amigo Fernando Eu continuo achando que a duplicidade da "mascara" é a grande incógnita que tortura nosso Álvaro de Campos, e há referencia a ela em Dactilografia observe a quinta estrofe "Temos todos duas vidas;/A verdadeira, que é a que sonhamos na infância,/E que continuamos sonhando,, adult...(ver)

Respostas:

Analise (Fernando - 01/07/2003 09:59:41)
Bom Dia Paula Fernando Pessoa é complexo demais para afirmar que ele criou os heterônimos por puro marketing, diria que ele também fez marketing em cima deles: os heterônimos se conversavam; criticavam-se; elogiavam-se. Tudo isso publicamente. A segmentação que voce colocou é correta. Ele mesmo come...(ver)
Analise (Fernando - 01/07/2003 09:54:17)
Bom Dia Paula Fernando Pessoa é complexo demais para afirmar que ele criou os heteronimos por puro marketing, diria que ele tambem fez marketing em cima deles: os heteronimos se conversavam; se criticavam; se elogiavam. Tudo isso publicamente. A segmentacao que voce colocou é correta. Ele mesmo come...(ver)
Analise (SilviaMoreira silviacmoreira@hotmail.com - 01/07/2003 23:55:08)
Paula, Alguns analistas advertem que a complexidade de Fernando Pessoa começa e termina no jogo espetacular dos heterônimos. E tal jogo envolve não só os poemas como também sua obra em prosa, em curso de publicação....Múltiplo jogo de espelhos,de que participa tudo quanto lhe brotava da pena,...(ver)

Responder a esta mensagem

Atenção:
A prática, indução ou incitação de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional, por meio da Internet, bem como a humilhação e exposição pública caluniosa e difamatória, constituem crimes punidos pela legislação brasileira. Denuncie aqui sites e/ou mensagens de fóruns hospedados na Insite contendo qualquer violação.
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Quero receber notificação por email se minha mensagem for respondida.
Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)
 

| Hospedagem de Sites | Acesso Banda Larga | On Google Plus
Tecnologia Insite   -   Soluções Internet   -   ©   2019 -   http://www.insite.com.br