Criar forum gratis
"Tenho pensamentos que, se pudesse revelá-los e fazê-los viver, acrescentariam nova luminosidade às estrelas, nova beleza ao mundo e maior amor ao coração dos homens." (Fernando Pessoa, em "O Eu Profundo")
Assinar este forum via:
[RSS/Atom]     [E-mail]
Mensagem

O que eu acho...

De João Conceição em 19/01/2003 10:05:27 a partir de 202.175.31.101-202.175.95.50
Será possível esta divisão ?:
II. HORIZONTE
O mar anterior a nós, teus medos
Tinham coral e praias e arvoredos.
Desvendadas a noite e a cerração,
As tormentas passadas e o mistério,
Abria em flor o Longe, e o Sul sidério
'Splendia sobre as naus da iniciação.

Linha severa da longínqua costa--
Quando a nau se aproxima ergue-se a encosta
Em árvores onde o Longe nada tinha;
Mais perto, abre-se a terra em sons e cores:
E, no desembarcar, há aves, flores,
Onde era só, de longe a abstracta linha
O sonho é ver as formas invisíveis
Da distância imprecisa, e, com sensíveis
Movimentos da esp'rança e da vontade,
Buscar na linha fria do horizonte
A árvore, a praia, a flor, a ave, a fonte --
Os beijos merecidos da Verdade.
----------------------------------------------------------------------
Dividi o texto em 3 partes.
A primeira parte será a descrição (acho eu) da viagem. A segunda estrofe será a segunda parte, onde descreve a aproximação do nau ao Horizonte e a chegada/desembarcar (da terra ou do horizonte?).
E finalmente a última parte, que é a conclusão, que diz que que o sonho foi concretizado (sonho->realidade).
Acho a minha divisão do poema está bastante mal, e também estou a ter dificuldades de entender o significado do poema. Vou ler o poema melhor enquanto espero das respostas.
-Muito Obrigado

Em resposta a:

Sobre o poema "Horizonte" da "Mensagem" (preciso da análise) (João Conceição - 19/01/2003 09:43:17)
Olá, sou João, os meus amigos chamam-me Joãozinho. Eu preciso da análise do poema "Horizonte", pode ser breve ou desenvolvida, mas preciso especialmente das possíveis divisões do poema em partes... -Muito Obrigado, Joãozinho Aqui está o poema: II. HORIZONTE O mar anterior a nós, teus medos Tinham c...(ver)

Respostas:

O que eu acho... (hannahandreas - 19/01/2003 12:11:42)
Para que divisões ????? sinta, apenas...(ver)
O que eu acho... (cristal - 23/03/2003 07:39:59)
Experimente confrontar este poema com a chegada dos navegadores à Ilha dos Amores-canto IX de Os Lusiadas. ...(ver)
análises (liliete - 04/04/2003 13:46:39)
Oi. Será que podia-me fazer uma análise dos poemas «Ocidente» e «A Última Nau» da Obra Mensagem de Fernando Pessoa. Agradecia uma resposta ate amanhã. Obrigado. (Preciso muito)....(ver)

Responder a esta mensagem

Atenção:
A prática, indução ou incitação de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional, por meio da Internet, bem como a humilhação e exposição pública caluniosa e difamatória, constituem crimes punidos pela legislação brasileira. Denuncie aqui sites e/ou mensagens de fóruns hospedados na Insite contendo qualquer violação.
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Quero receber notificação por email se minha mensagem for respondida.
Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)
 

| Hospedagem de Sites | Acesso Banda Larga | On Google Plus
Tecnologia Insite   -   Soluções Internet   -   ©   2019 -   http://www.insite.com.br