Bem-vindos ao primeiro fórum dedicado à insubstituível Elis Regina Carvalho Costa.

* criado por Fernanda Farina *.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*..*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*..*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.*.
Fórum da MARIA RITA: O LINK ESTÁ NESTA PÁGINA!! E acessível!

Tags: elis regina mpb
04/08/2003 22:09
De: Fernanda
IP: 200.97.46.82

Que susto! QUE BOM! PEDIDO!

UFA! VCS DEVEM TER PASSADO O MESMO SUSTO QUE EU....
ESSE FÓRUM FICOU INACESSÍVEL. AINDA BEM QUE FOI TEMPORARIAMENTE.
BEIJAO A TODOS E...
JÁ CHEGUEI DE VIAGEM; PORTANTO, ESTOU AÍ PRO QUE DER E  VIER.
AH! EU QUERIA Q OS INTERESSADOS MANDASSEM PRA MIM SEUS RESPECTIVOS E-MAILS PRA EU ENVIAR ALGUMAS FOTOS DA ELIS E AFINS...
ESCREVAM PARA O tremazul@hotmail.com.
POIS EU FIQUEI ´PREOCUPADA SE ESSE FÓRUM SAÍSSE DO AR..
AÍ PEÇO QUE ME PASSEM OS SEUS E-MAILS PARA GARANTIRMOS A NOSSA CORRENTE !!
08/11/2003 18:17
De: Mariana
IP: 200.165.240.88-

OI GENTE!!!

Oi gente,td bem?Adorei as respostas da Fê e do Nelson a minha pergunta;pena que só eles opnaram.Gente,estou numa internet paga,pois estaou c/ problemas no meu computador;então,devo ficar um tempo sem aparecer.Mas Fê, vamos agitar o pessoal para o encontro no Jardim Botânico,tá ;me mande emails,pois assim q puder eu respondo.Um beijo a todos,Mariana.
17/11/2005 18:33
De: Eleonora Maria Fernandes dos Santos (eleosantos@gmail.com)
IP: 200.179.186.130-200.253.107.170

Voltei

Oi gente... Andei sumida, mas estou de volta pra continuar curtindo nossa Eterna Musa. Gostaria também de saber se vai mesmo sair um DVD novo.
F ELIS CIDADES
Eleonora.
05/03/2006 14:28
De: José Roberto Sarsano (jr_eastwood@hotmail.com)
IP: 201.21.5.85-

Fernanda: Porque me identifico...

Pois é Fernanda... Concordo com vc, assim era ela! Veja neste trecho de "Boulevard des Capucines", como ela gostaria que as pessoas a vissem e sentissem! No texto eu me refiro ao livro famoso, "O Pequeno Príncipe":
"Elis sabia que pela mão do “Pequeno Príncipe” – ao recuperar- se a inocência da infância – quebra-se por momentos a tendência a generalizar tudo e todos e a tornar as coisas comuns e iguais, para se
descobrir “os carneiros dentro das caixas e os elefantes dentro das serpentes”.
É possível então voltar a “ver” indivíduos, ouvi-los, perceber seus sentimentos, ver cada coisa como única.
Ela queria ser vista como única, queria que eu buscasse a sua essência e me dispusesse a cativá-la, que eu estivesse disponível para ser cativado, mesmo sabendo que o sofrimento estaria à espreita e que se deveria aprender a apreciar a saudade.
“A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar...”
“A gente se torna eternamente responsável por aquilo que cativa.”
Elis insistia que eu deveria ser menos tenso, mais solto, mais aberto às pessoas, e, dessa forma, passar a perceber o essencial. “O essencial é invisível aos olhos” de adultos que funcionam de acordo com as aparências, com as necessidades criadas pela sociedade, atropelados pelo tempo e pressionados pela velocidade da vida; invisível aos que abdicam, a cada instante, da poesia, de sua independência, da liberdade.
“Só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos.”
Se eu a estivesse vendo com o coração, não seria difícil perceber que ela era uma flor da qual só existia um exemplar! Não apenas por ser o gênio artístico que era, mas principalmente pela sua essência, seu espírito."
Pura inspiração, certo? Como não se identificar com uma pessoa assim?
Um abração!
21/02/2006 00:20
De: José Roberto Sarsano (jr_eastwood@hotmail.com)
IP: 201.21.75.188-

Afonso - Sobre os ensaios com Elis

Olá Afonso, tudo bem? Obrigado por estabelecer contato!! Olha eu não estava com o grupo que você mencionou no seu e-mail. Isto com certeza foi na segunda temporada dela na europa. Eu estive na primeira! O baterista que você menciona, deve ser o Wilson das Neves.
Bom, tocar ou gravar com Elis, envolvia quase sempre paixão, emoção e busca pela perfeição. Elis era extremamente exigente e nada podia estar fora do lugar (em termos musicais, é claro...rsrs). Como nós também éramos assim, então tudo dava certo! Cada acorde, cada figura rítmica, era exaustivamente elaborado com ela. Muitas vezes ela dava as idéias para os arranjos.
Ela sabia muito bem o que queria! Qual o objetivo de cantar uma canção, e por que interpretá-la daquela determinada forma! Ela exigia muito, mas tinha um profundo respeito pelos músicos que a acompanhavam. Ela sempre dizia: se esta comigo é porque é o melhor...modéstia a parte é claro...rsrs!
Os ensaios eram sempre muito profissionais, mas quase sempre nos divertíamos muito; ela era muito divertida! Até quando errava... e, é claro, nos ensaios isto as vezes acontecia! Quando escutávamos uma gravação bem sucedida era muito bom! Elis fazia questão de mostrar a cada músico o que tinha gostado, e vibrava e elogiava! No meu caso, cada figura rítmica que eu criava ela fazia questão de enfatizar, o que me deixava muito feliz é claro!

Um dos momentos mais marcantes do nosso trabalho com Elis, foi a gravação do disco "Elis 66"! Foi muito especial para mim por ter sido a única oportunidade que tivemos de gravar com ela em estúdio! O desafio desta gravação foi faze-la todos juntos, ou seja, orquestra, BJ3 e Elis, para preservar a emoção das interpretações como se fosse ao vivo, porém com qualidade de estúdio. No que se refere as musicas gravadas somente com o Bossa Jazz Trio, foi fácil, porque já eram números do nosso repertório, que apresentávamos frequentemente em shows. Portanto, já estava bem ensaiado! Estas foram gravadas praticamente de primeira, com raras exceções.
Já quando entrava a orquestra a coisa ficava mais complicada. Mesmo assim, quase todas foram gravadas de primeira, depois de uma passada geral antes de gravar. A exceção ficou por conta da canção "Pra Dizer Adeus" de Edu Lobo!  Melodia e letra são lindas e emocionantes, e em se tratando de emoção era com ela mesma! Ela tinha forte identificação com o Edu Lobo, e o que aconteceu foi que algum tempo antes da gravação ela se desentendeu com ele, por razões que desconheço, mas que pareciam estar relacionadas com questões de estilo pessoal, já que o Edu insistia em que ela deveria mudar em alguns aspectos artísticos, como, por exemplo, gravar um disco como este!

Bom, o fato é que ela, com a emoção provocada pela música, e também pelo fato de ter se desentendido com o seu compositor preferido, se emocionava tanto em determinado trecho que começava a chorar aos prantos, e a gravação tinha que ser interrompida! E foram várias vezes! Em uma das vezes ela conseguiu chegar ao fim, mas o maestro Chiquinho de Moraes achou que um ou dois violinos estavam meio fora de tom e tivemos que fazer tudo de novo!! Aí, quando conseguimos chegar ao final, e a canção terminava só com os violinos alongando uma nota até parar completamente, eu me ajeitei no banco da bateria e ele "gemeu"...imagine só! Quase tive um infarto! Felizmente deu para cortar e não atrapalhou em nada...rsrs! No final não foi possível fazer um "take" completo, e a solução foi juntar os melhores, e a canção termina com um profundo suspiro de Elis.

A gravação terminou de madrugada, com todos muito cansados, mas felizes pelo bom trabalho realizado! Então fomos todos comer o famoso filé do restaurante do Moraes, que ficava perto do estúdio!

Bom, Afonso, espero ter respondido as suas perguntas! Se quiser perguntar mais, sinta-se a vontade. Fico contente em responder, OK?

Um grande abraço!
06/10/2003 06:15
De: Eleonora Santos (eleomfs@matrix.com.br)
IP: 200.249.7.24-

Re: Elis foi Elis, Maria Rita é Maria Rita...

Cristiana, Maria Rita já provou que está preparada para enfrentar o estigma. Quanto às comparações, são inevitáveis. Até mesmo a avó, D. Ercy, mãe de Elis, diz que a vê a filha na neta. E sobre a mídia, estou dando graças a Deus; quando é que eu, aqui em Natal-RN, iria saber dessa menina? Tenho internet, mas queria ver o que vi ontem na Globo.
Seja bem vinda.
F ELIS CIDADES.
31/12/2007 14:36
De: jony
IP: 201.25.163.94

Feliz Ano Novo, Elis amada

Feliz Ano que vai nascer, Elis,  no seu espaço divinal. E que seja de Paz, amor, realização, sucesso e alegrias para João Marcelo, Pedro e Maria Rita e para os filhos de  seus filhos e para todos que te querem bem e te amam e para todos  que você amou e ama. Saudade de você, Elis, sem fim.
25/04/2003 16:05
De: maurani rodrigues
IP: 200.185.88.240

quero montar um fsn/clube

  alo amigos quero montar um fan / c;ube de nossa elis regina /  quero   trocar materiais /  tenho muita s // fotos / impressis //   cgds //  coisas rarissima / em audio e video / quero / muitos amigos // me escrevao // maurani0022@msn.com  // ,aurani6@msn.com / ate breve  maurani da elis ..//
26/10/2003 11:30
De: Fabiano (fabiano_@terra.com.br)
IP: 200.184.130.4-10.7.204.176

Elis.......

Olá pessoal, desejo a todos um ótimo final e bom início de semana...
Um Grande abraço....  Elis Vive!!!
"Alguma alegria é fundamental. É preciso ter fé, esperança, passar um
brilho no olho e ir engatinhando para, em termos de sensação, redescobrir a vida, descobrir o saber da festa".
Elis Regina
23/11/2003 18:46
De: Ariadna (ariadnamoreira@bol.com.br)
IP: 200.195.15.237-

ELIS

BOA TARDE,
OI GENTE,EU VI VOCÊS FALANDO SOBRE A ELIS SER ESPÍRITA, EU TAMBÉM JÁ OUVI FALAR NISSO,EU SOU CATÓLICA, ALIÁS NEM ENTENDO MUITO BEM O QUE É PSICOGRAFAR.
NA IGREJA CATÓLICA USA-SE SEMPRE MARCAR MISSA PARA QUEM FALECEU,ISTO É,TEM UMA PARTE DA MISSA EM QUE O PADRE CITA O NOME DESSAS PESSOAS E PEDE PARA REZAR PARA ELAS, EU JÁ MARQUEI VÁRIAS VEZES PARA ELIS,TEM GENTE QUE FICA RINDO,ACHA QUE FAMOSOS NÃO PRECISAM DE ORAÇÕES,MAS IDEPENDENTE DA ELIS TER SIDO ESPÍRITA OU NÃO,EU CONTINUO PEDINDO POR ELA NA MINHA IGREJA, POIS ACHO QUE TODOS NÓS PRECISAMOS DE ORAÇÕES, IDEPENTENTE DA RELIGIÃO.
ABRAÇOS A TODOS,
ARIADNA.
OBS:EI NATASHA TAMBÉM GOSTO MUITO DESTE CD. E ERIVALDO DE MANDO A POESIA DE DRUMMOND POR E-MAIL, FALOU.
06/07/2004 22:39
De: Leandro - Campinas/SP (cemporcentompb@yahoo.com.br)
IP: 200.178.63.136-

Gravações de Pedro Mariano

    Olá Rosemary!!!
    Vale lembrar também que Pedro Mariano gravou mais músicas de Elis. Aí vai a relação das músicas e seus respectivos álbuns:
ANO     MÚSICA                              ÁLBUM
1995    "Como Nossos Pais"                  João Marcello Boscoli e Cia.
1997    "Triste"                            Pedro Camargo Mariano (1o. cd)
1997    "As Curvas Das Estradas De Santos"  Pedro Camargo Mariano (1o. cd)
2000    "Tem Dó"                            Voz No Ouvido
2002    "20 Anos Blue"                      Intuição
2003    "Se Eu Quiser Falar Com Deus"       Piano E Voz
    Não sei se ele gravou mais músicas de Elis, mas essas estão nos cds que tenho. Sem contar que, nunca devemos ouvir as canções de Pedro Mariano tentando fazer comparações... e sim entender que é uma carinhosa homenagem dele à sua mãe. (Afinal, sem comparações... rsrsrs)
Abraços
Leandro - Campinas/SP
28/08/2005 19:32
De: Roberto
IP: 200.161.103.19-

Re: ... muita patrulha, muita bagunça...

Acho muito válido tudo o que você disse. Revela, mais uma vez, Elis Regina não apenas como cantora e grande intérprete, qualidades pelas quais ela é mais comumente citada, mas uma mulher que pensava bem, raciocinava rápido e fazia questão de se expressar a respeito de tudo, em muitos casos sem precisar ser questionada. Uma frase dela que gosto de lembrar e que incomoda muita gente ainda hoje (porque é reafirmação de que ela falta apenas na música e nos palcos, mas também à vida do país) é a seguinte: "A lucidez me leva às raias da loucura." Não é à toa que muitos ainda hoje não gostam dela. Pessoas assim incomodam. Abraços.
Seu IP: 3.239.129.91 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)