Espaço de contribuição ao debate sobre direitos reprodutivos e sexualidade frente ao posicionamento da hierarquia católica.

06/07/2004 13:42
De: Marnei
IP: 200.101.43.130-192.168.0.12

Exemplos

Não posso te dar nenhum exemplo de uma pessoa anencefálica que tenha permanecida viva mais de uma semana fora do ventre materno...
Mas posso lhe citar centenas de exemplos de médicos corruptos que vendem laudos para pessoas interessadas em tais diagnósticos...
posso lhe citar milhares de exemplos de pessoas que forjam qualquer situação  "amparados pelos buracos da lei" a fim de que possam atingir seus objetivos escusos...
... posso enumerar também centenas de casos de erros de diagnóstico médico...
... Você mesmo com certeza conhece vários desses casos, acho que seria desnecessário eu citar os que conheço... mas se achar conveniente... posso enumerar uma série desses exemplos...
Marnei
24/10/2003 08:33
De: Marnei
IP: 200.101.43.130-192.168.0.100

Viu como seu texto ficou mais simples e realista

Marcus,
Já leu aquela histórinha do Rei nú? Se não leu, me diga que mando pra você. Pois é, nessa história só se via alguma coisa reconhecidamente invisível se a pessoa se passasse por "culta e inteligente", mais ou menos o que acontece com alguns intelectualóides apreciadores de certos tipos de arte moderna e citações de pradarias outras.
O discurso simples, ao nível dos pobres mortais, traz consigo a prova inconteste de sabedoria no seu mais alto grau, a final, o verdadeiro sábio não fica a se vangloriar de suas qualificações e conhecimentos. Pense nisso.
A você, meu reconhecimento de sua inegável cultura e o pedido de que a utilize de maneira sábia e para boas causas, na Bíblia (pra mim, Sagrada) existe a parábola dos talentos e ali se ensina que as habilidades nos foram emprestadas por Deus e será cobrado de cada um a sua utilização para causas edificantes.
Tenha um bom dia.
Marnei
21/10/2003 14:10
De: Marnei Fernando
IP: 200.101.43.130-192.168.0.12

ABORTAR É MATAR no. 2

Vergonha na cara é assumir os atos que praticou, sem que pra isso tenha que "eliminar simplesmente" o "empecilho" resultante deste ato, até porque este "empecilho" é de carne e osso e completamente inocente nessa história toda.
Acho que numa discussão, o respeito é fator primordial desde que o assunto proposto não seja uma agressão por si só. Como esperar respeito dos escravizadas para discutir as chibatadas de seus algozes. Como esperar respeito e diálogo entre o estuprador e sua vítima. Não Sr. Marcus, o Aborto é crime, e hediondo demais para termos complacência e condescendência com quem defende tal aberração.
A mulher tem todo direito de decidir, ele sai com quem quer, tranza na hora que quiser, toma remédio na hora que quiser, exige o uso da camisinha na hora que quiser, então não me venha com essa conversa de direito de decidir, O QUE ESSAS CARRASCAS QUEREM MESMO É O DIREITO DE MATAR, e com isso meu caro, eu e graças a Deus muita gente boa que não admite jamais, se elas querem matar quem deveriam proteger, nós lutaremos pelo direito desses irmãozinhos nossos, filhos de Deus.
Visitar pessoas que defendem tal malefício, só me faria mal, tenho certeza que nessas cabecinhas vazias não haveria nada de útil que pudesse ser aproveitado. Que coragem há no fato de ir a um hospital e esfacelar seu filho? Não vejo coragem alguma nisso, só crueldade.
Quanto ao fato de a igreja não recomendar o uso de camisinhas, não tenho nenhuma opinião formada, acredito que o uso seria útil para se evitar a gravidez, mas também acho que o sexo somente dentro do casamento e a fidelidade são os métodos mais seguros de se evitar uma gravidez indesejada e outras perturbações decorrentes da promiscuidade.
Referências bibliográficas
Bíblia Sagrada e Constituição brasileira.
Ei, acorda! ABORTAR É MATAR! não existe outra definição.
25/01/2006 11:48
De: ALESSANDRO CRISTINO (011 96833997) (alecristino@correios.com.br)
IP: 200.228.16.244-

SÓ AQUI OS MELHORES TRABALHOS ACADEMICOS E RESUMOS

QUALQUER TRABALHO OU RESUMO UNIVERSITARIO ENVIA E-MAIL PARA alecristino@correios.com.br, QUE RESPONDO IMEDIATAMENTE.
POR EXEMPLO;

ESCOLAS PENAIS;ESSENCIA DA CONSTITUIÇÃO;ESTRITO CUMPRIMENTO DE DEVER LEGAL; ETICA A NICOMANOS;ETICA PARA MEU FILHO; EUTANASIA E DISTANASIA;EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE;EVOLUÇÃO DO DIREITO PENAL; EVOLUÇÃO HISTÓRICA E FONTES DO DIREITO PROCESSUAL PENAL; Exceção de Pré-Executividade; FALENCIA DA PENA DE PRISAO;FALENCIA;FEDERALISMO; FLUXO DE CAIXA ;FONTES DO DIREITO;FRANQUIA; GERENTE MINUTO; GESTÃO DO CONHECIMENTO;GESTÃO ECONOMICA;HISTORIA DO DIREITO PENAL;icms e iof;NFORMATICA CONTABIL;INTELIGENCIA;LAZER E JOGOS; LER E DORT;LEVIATA;LIDERANÇA E CLIMA ORGANIZACIONAL;LINGUAGEM E PERSUASSÃO; LISTISCONSORCIO;LIXO HOSPITALAR;MANDATO, PROCURAÇÃO SUBSTABELECIMENTO.doc;MANIFESTO COMUNISTA; Maquiavel e a Liderança Moderna;NOVA LDB;O CAPITAL DE MARX;O CORTIÇO;O HOMEM MAIS RICO DA BABILONIA; O MONGE E O EXECUTIVO;O MUNDO DE SOFIA; O NOME DA ROSA; PONTO DE MUTAÇÃO;O PROCESSO FRANZ KAFKA;O QUE E COMUNICAÇÃO;O QUE E FILOSOFIA; o que é ideologia ;O QUE E LEITURA;o que e sociologia;OBRIGAÇÃO DE FAZER E NÃO FAZER;OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS; OBRIGAÇÕES;OLEO DE LORENZO; OLGA;PAI RICO;Paralelo Crítico entre Hobbes e Locke;PARTIDOS POLITICOS;PEDAGOGIA DA AUTONOMIA; PENA DE MORTE;PIAGET; POLITICA DE ARISTOTELES;POLITICA E EDUCAÇÃO;POSITIVISMO JURIDICO; preconceito linguistico; Principio da Moralidade;PRIncípios da Administração Científica;;PROVAS ILICITAS;QUINTA DISCIPLINA;RAIVA;RECONHECIMENTO DA UNIÃO ENTRE CASAIS DO MESMO SEXO;RECRUTAMENTO E SELEÇÃO; REFORMA DO JUDICIARIO;REGRAS DO METODO SOCIOLOGICO; republica de platao;RESPONSABILIDADE FISCAL; REVOLUÇÃO DOS BICHOS;SABER CUIDAR; SAUDE;SEgredo de luisa;SEMINARISTA;SISTEMA PRISIONAL;SOCIEDADE ANONIMA;SONHOS FREUD;TAYLOR E FAYOL;TAYLOR;TEORIA DA PERSONALIDADE;TEORIA GERAL DA ADM. E TEORIA DA BUROCRACIA;TEORIA ORDENAMENTO JURIDICO BOBBIO;teoria pura do direito; TEORIA TRIDIMENSIONAL DO DIREITO;TERCEIRIZAÇÃO;TRABALHO ESCRAVO;TRANSGENICOS;Treinamento e Desenvolvimento;Tribunal de Nuremberg;TRIBUTARIO;Uso da Informática na Escola;XII TABUAS. EMPREENDEDORISMO,AS VEIAS ABERTAS DA AMERICA;O MONGE E O EXECUTIVO;ESTAÇÃO CARANDIRU;MERCADOR DE VENEZA;O ESPIRITO DAS LEIS;para entender kelesen;PENAS PERDIDAS;SOCIEDADE ANONIMA;A ARTE DO DIREITO; AHISTORIA DA RIQUEZA DOS HOMENS;A HISTORIA DO DIREITO PENAL;FREINET,COMO SE FAZ UM PROCESSO;CONTRATO SOCIAL;DIREITO COSTITUCIONAL;virando a mesa DISCURSO DO METODO;DOS DELITOS E DAS PENAS;EXCECAO DE PEE-EXECUTIVIDADE;LEVIATA;MISERIAS DO PROCESSO PENAL;MIX DE COMUNICACAO E TRIBUTOS;O PRINCIPE DE MAQUIAVEL;A LUTA PELO DIREITO;O QUE É DIREITO;A ARTE DA GUERRA;ORGANIZAÇÃO DOS BICHOS;O SEGREDO DE LUIZA,PROVAS ILICITAS;VIDA E OBRA RENEDESCARTES;vigiar e punir,VIRANDO A PROPRIA MESA, ENTRE OUTROS).MEUS TRABALHOS NÃO SÃO TIRADOS DA INTERNET.
alecristino@correios.com.br
24/11/2003 09:07
De: Marcus Alexandre (marcusalexandre@thewaynet.com.br)
IP: 200.100.18.47-

Re: Re: Re: É HOJE!!!!

Marmei
Em primeiro lugar parabéns pela relatoria da seção. Não fui conferir os detalhes, mas dou por suposto que esteja correto o que vc escreveu.
Agora algo me intrigou, que está escrito no final da sua msg. Não vou entrar no mérito das palavras do penúltimo parágrafo. É tudo questão de estilo.
Mas o último parágrafo, vc fica devendo uma explicação. Transcrevo-o:
Bom pra elas que demore, pois assim, elas continuam ganhando alto e em dólares para defender a morte de nossos bebês.
Quem são o "elas" do seu texto?
Quanto estas tais "elas" ganham? (seria muito intereessante explicitar esse valor em US$ e de que maneira ele é utilizado)
Esse valor em US$ é declarado à Receita Federal? (caso não seja, seria interessante que vc, como bom patriota as denunciasse à Receita para as cabíveis medidas)É uma excelente oportunidade para prestar um serviço à Nação.
Qual o interesse dessas "elas" nessa tal campanha?
Acho que ao responder objetivamente a estas perguntas, vc vai contribuir consideravelmente para que suas afirmações possam ter o revestimento de verdade. Tenho certeza de que vc sabe que quem faz afirmações falsas (ainda que vagas) incorre (não vou entrar no mérito do ilícito penal), mas no risco de ser flagrado como fraudador da verdade.
Ao fazer as afirmações acima, acho que vc tem todas as comprovações para o que disse. Estou certo?
[]s
Marcus
11/11/2003 21:32
De: Marcus Alexandre (marcusalexandre@thewaynet.com.br)
IP: 200.100.110.219-

Re: Re: Re: Camisinha

Felipe
É lamentável que vc não tenha lido corretamente o que eu escrevi. Em momento algum afirmei que o bom Galileu morreu queimado. Giordano Bruno sim. Se vc fosse mais cuidadoso ao ler teria percebido.
Espero que sue descuido não tenha sido por apressamento ao expressar suas convicções.
Convicções de ordem religiosa podem ser expressas livremente em nosso Estado de Direito. Ainda que possam acarretar prejuízos para a saúde pública (acho que nesse caso deveria haver uma penalização).
Querer deslegitimar a ciência em sua luta contra a AIDS é até um direito seu. O ideal seria com profundo conhecimento científico apresentado em Bancas, Congressos e Publicações.
Vc acha que os riscos de contrair o vírus com e sem camisinha são exatamente os mesmos? Se houver uma pequena diferença em favor da camisinha ela já se justifica.
Se empatar tb.
Ela só perderia se tivesse mais riscos de contrair do que sem.
Escolha uma das hipóteses e apresente dados publicados em revistas de credibilidade no mundo acadêmico e científico. Pode até ser alguama publicação de sua autoria.
[]s
Marcus
22/09/2003 18:17
De: Marcus Alexandre (marcusalexandre@thewaynet.com.br)
IP: 200.232.24.92

Re: Religião e Estado

Judite
Eu apenas citei a situação paralela do Ateus praticantes pois acho que eles possuem coisas também a nos ensinar. Desde que nos disponhamos a ouvi-los.
Não considerei como única a decisão de um eventual aborto. Dou por certo que em uma relação as decisões são comumente tomadas a dois, ainda que nesse caso, sob alguns aspectos a decisão da mulher pareça ter mais peso.
Qualquer decisão tomada, cabe ao companheiro ou companheira acompanha-la nesse caminhar que imaginamos todos ser um caminho "espinhoso".
A relação se constrói em um coletivo comumente doméstico, acho que nisso não discordamos, e em momento algum quis dar por unívoca a decisão feminina. Mas sabemos também que em muitos casos nossa sociedade acaba por "empurrar" a mulher para uma decisão solitária.
Sei que a maioria das instituições e até agremiações, fazem lá seu "lobby" por seus interesses nessa nossa chamada democraicia representativa. É lícito e legal. Todos sonham em ter por legitimados seus interesses, muitas vezes mais individuais do que coletivos.
Julgo que para o momento se faz em complicado a busca de um consenso. Se juntarmos em uma sala (claro, primeiro passando todo mundo pelo detetor de metais - r*s)teremos pelo menos 9 opiniões diferentes e uma abstenção.
Sei o quanto é complicado e complexo lidarmos com dogmas, que em algo se assemelham a paradigmas na ciência.
A via teológica é em muito explicativa. Não me recordo agora, mas uma autora da área de História da Ciência a coloca como um princípio místico orientador do saber. No Iluminismo os caminhos parece que se separaram, mais ou menos com os surgimento dos Estados laicos.
Creio que a partir daí algumas visões se tornaram incompatíveis e algumas vezes belicosas.
Fiquei inclusive apreensivo quando li a mensagem da colega de lista Amanda. Achei que eu teria parecido descortês em nosso "embate" (aspas apostas como forma de respeito) quase que diário.
Sabedor da caráter conflituoso de nossas visões/percepções, dou por certo que se faz em dificultoso um senso comum em nossas visões sobre o tema.
Diante disso ofereço o apreço que o beduíno no deserto oferece a quem encontra no deserto. Ofereço, como já ofereci em pvt para a Amanda a oportunidade de um almoço ou jantar, que me encarregarei de preparar (não sou ruim de cozinha!)como prova de apreço, uma vez que em meu entender nenhum rancor justifica a existência humana.
"frater cordis"
Marcus Alexandre
21/10/2003 10:43
De: Marcus Alexandre (marcusalexandre@thewaynet.com.br)
IP: 200.232.24.69-

Re: ABORTAR É MATAR, SR. MARCUS.

Sr. Marmei
Mais uma vez vc incorre o erro ao afimram sobre uma posição titulatória minha em direito. Nem de perto sou da área jurídica. Muito pelo contrário. Minha formação acadêmica e titulação nem de perto vai pelo caminho jurídico. Mais uma vez existe a sua incoerência em afirmar coisas que não foram ditas. Entendo sua incapacidade de lidar com o que lhe é diferente. Ou talvez estranho. Relembro que em momento algum me afirmei como conhecedor aprofundado do direito. Afinal são poquíssimos os cursos que oferecem essa titulação no Direito.
Julguei, foi, pela sua colocação, que vc era titulado e conhecedor profundo de jurisprudências e afins.
Se vc fala em "conciencia" (sic)deve ter vengonha na cara e respeitar a consciência das mulheres que querem o seu direito de decidir.
Não, não Sr. Marmei. Não me pavoneio (achei interessante esse termo no seu vocabulário) de algum conhecimento. Sou na verdade partilhador desses conhecimentos. Dos poucos que possuo.
Nossos códices legais definem o aborto como crime, excetuadas as condições previstas em lei. Lembra-te que mesmo essas condições já foram proibidas anteriormente. Existem pessoas que consideram essa medida um avanço. Outras, acho que posso incluí-lo nessa categoria, devem considerar um retrocesso.
Ficarmos então em um dilema? Ambas as partes devem se respeitar? Julgo que sim. Lembre-se que quando optamos por um estado moderno (neoliberal?) como o nosso, aprendemos (não sei se vc aprendeu, mas muito provavelmente lhe foi ensinado) que temos de respeitar as decisões tomadas por uma soberania coletiva.
Portanto, não vejo por que vc se arvora de possuidor das respostas prontas e pré formadas sobre o que deve ou não ser feito.
Não tenha dúvidas que se um dia a maioria da população decidir que não se pode realizar aborto em condição alguma, essa decisão, se juridicamente legítima, será respeitada. Como a respeito sob a égide da lei. Tanto que em momento algum afirmei que aborto não é crime. Somente afirmaria em contrário que tivesse "cheirado cola e mastigado a lata", para usar uma expressão muito comum entre nossos jovens.
Eu preferiria que quando de citar alguma afirmação minha, fosse devidamente lida e entendida para evitar o costrangimento para mim de ter de corrigi-lo novamente.
Exponha sim suas posições, tenha sempre o cuidado de ser educado e respeitador. Se essas mulheres do CDD são tão "incômodas" para vc, tenha a coragem de debater com elas. Faça-lhes uma visita, desarmado de espírito. Sei que se seu embasamento for dogmático, será muito difícil. É necessária muita humildade para isso, e humanos que somos temos muitas vezes dificuldade para lidar com isso.]
Como te falei anteriormente, não conheço essas mulheres pessoalmente, mas aprendi a respeitar a coragem delas. E que exemplo de coragem. Enfrentam pessoas que como vc buscam argumentar contra o direito (eu diria sagrado) de ter uma opinião a exprimir.
Muitas vezes crescemos aprendemos com o diferente. Tenho um colega Carmelita que comentou que teve as maiores lições de espiritulidade com Ateus ("e dos praticantes").
O mundo se constrói com respeito. Quando essas mulheres exprimem suas opiniões não estão desrespeitanto quem quer que seja (salvo as pessoas assim o desejarem), estão, antes de mais nada, se respeitando. E isso é de vital importância.
Permita-me citar duas referências bibliográficas de áreas não muito aproximadas, mas de valor inconteste. Em nome de Deus da Karen Armstrong (acho que é da Companhia das Letras) e A Fenomenologia da Percepção, de Maurice Merleau-Ponty (martins fontes)
Abraços em fraterno
Marcus
Seu IP: 3.230.154.129 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)