Canais  >> Cultura
Criar novo fórum     Gerenciamento     Painel de Controle     Minimizar





Este fórum
serve para registrar informalmente trechos de mensagens recebidas via e-mail (vieira.sor@terra.com.br)
pelo
historiador,
genealogista e sociolingüísta Dr. Sílvio Vieira de Andrade Filho, autor
destes livros:


 


I - Um Estudo Sociolingüístico das Comunidades Negras do Cafundó, do Antigo Caxambu e de seus
Arredores
, ISBN 85-89017-01-X, 2000, Secretaria da Educação e Cultura de
Sorocaba


II - Um Estudo Sociolingüístico das Comunidades Negras do Cafundó, do Antigo Caxambu e de seus
Arredores
, ISBN: 85-904104-2-0, 2009


 


III - Guareí,
ISBN 85-904104-1-2, 2004,
Prefeitura Municipal e Câmara Municipal de Guareí


 


IV - Itapetininga,
ISBN 85-904104-3-9, 2006


 


V - Notas e Documentos Complementares,
ISBN 978-85-904104-4-7, 2015



 


Observação: O autor escreveu também a monografia "Uma contribuição para o estudo das famílias Mascarenhas, Araújo, Toledo, Martins, Graça, Camelo, Cruz e Queiroz",
2013


 


O autor agradece as mensagens que são respondidas via
e-mail.


 


O
autor tem dois sites diferentes com estes endereços:


 


http://www.cafundo.site.br.com


 


http://inforum.insite.com.br/8400/



Glossário
Termo Significado
Cafundó / Caxambu "Cafundó" significa lugar retirado, distante e de difícil acesso. Designa também qualquer local capaz de dar forte proteção a seus moradores. A explicação está de acordo com a localização da comunidade. Todos nós conhecemos este enunciado: "Aquele homem mora no cafundó do Judas". É um item que está incorporado ao vocabulário da língua portuguesa. De um sentido genérico, o item passou para um sentido particular: cafundó > Cafundó. O mesmo ocorreu com o nome da cidade portuguesa: porto > Porto. É bem provável que na formação de Cafundó entre o morfema "ca-" que, nas línguas banto, indica carência, falha, diminuição, etc. Em português temos "caolho" e os itens lexicais de origem africana "camundongo" (rato pequeno) e "caçula" (filho mais novo e por isto mesmo o menor de uma família). Raimundo Pereira (1906), profundo conhecedor do Cafundó, afirmava ser a denominação Cafundó mais antiga que ele próprio. Por outro lado, é bom lembrar que, em muitos documentos do começo do século XX, os cafundoenses usam as denominações "Bairro do Sarapuí", "Barra do Sarapuí" e "Barra" quando se referem ao local de sua moradia. Provavelmente, o mesmo morfema está também em "Caxambu".
 
Fonte: livro "Um Estudo Sociolingüístico das Comunidades Negras do Cafundó, do Antigo Caxambu e de seus Arredores" (ISBN 85-89017-01-X), 2000, Secretaria da Educação e Cultura de Sorocaba, p. 219
Cupópia Fala afro-portuguesa nascida no século XIX na antiga Fazenda Caxambu (Sarapuí-SP) a 4 km do Cafundó (Salto de Pirapora-SP), único local a ter usuários agrupados da "cupópia" de modo permanente a partir do começo do século XX. 
Fonte: Andrade Filho, Sílvio Vieira de, "Um Estudo Sociolingüístico das Comunidades Negras do Cafundó, do Antigo Caxambu e de seus Arredores".
Para sugerir novos termos para o glossário, significados, siglas, expressões e nomes relacionados ao fórum 'SOROCABA - CAFUNDÓ - ITAPETININGA - GUAREÍ' entre os dados abaixo:
Termo:
Significado:
Fonte: (caso não seja você o autor)
Seu e-mail: (opcional)