Criar forum gratis
Discussões sobre Filosofia, Religião, Ateísmo, Agnosticismo, Política, Literatura, Ecologia, Internet e Atualidades.
Assinar este forum via:
[RSS/Atom]     [E-mail]
Mensagem

Individualísmo

De Amal Scheleschthing em 02/05/2008 10:33:41 a partir de 189.31.100.98
Ao perambular por algumas capitais e grandes cidades, andando por entre os meus, queridos ou não. Analisando sempre, que é o que mais gosto de fazer. Tentando entender o porque de sempre estarmos dando atenção ao outro somente no momento em que existe uma moeda de troca envolvida, seja ela um pedaço de pão, pagamento, por ser o outro importante ou mesmo porque o grupo sobrevive em meio ao mesmos interesses sociais do momento, e isto requer que ajam agrupados, como não poderia deixar de ser, devido aos nossos medos ou porque nos garantiram desde o início que se tivermos pessoas ao nosso lado mais força teremos ou conseguiresmo com menos sofrimento passar com nosso barco sem maiores tribulações.
Voltando um pouco ao Nietszche e ao Schoppenhauer, só para ficar nos que mais gostam que sejam citados, e infelizmente, uma grande parte da população que pouco se interessa por estes assuntos os usam apenas para chamar a atenção, - ca estou quase fazendo o mesmo. O fato é que estes dois que sou adepto até o pescoço, isto serve para que alguns nem continuem lendo, pois é o que também acontece; quando citamos o nome de alguns desafetos gratuitos nossos, é um bom motivo para não continuarmos a leitura. Estou assim sendo bacana, quem entender que os que realmente foram não merecem atenção; tanbém não me interessam, e é bom que nem mesmo compartilhem o meu pensar.
Estes icones máximos da solidão, servem aqui para ilustrar de forma pejorativa a minha chamada inicial. Quando disse sobre minha análises; concluo que só somos amáveis na troca. Se nosso
pretenso amigo, tem algo para nos oferecer, tem alguma coisa que faz com que nós possamos manter um diálogo, um contato um pouco maior, ele será escolhido.
Tomemos como exemplo a famigerada fila de banco, entendam, é um exemplo, pode-se mudar para qualquer outro lugar, bingos, rodas de dominó, farofada na praia, boteco da esquina. Enfim, estes locais onde as pessoas já estão, já vão, pré-dispostas a fazerem um contato. É o que eu chamo de uma consulta gratúita ao psicólogo do povo. Todos tem uma solução para o problema de todos, o problema é que sempre os problemas resolvíveis estão com os outros. Já pensou se todos pudessem aqui trocar de vida, seria muito melhor, afinal sempre estamos dando palpites na vida dos outros, isso parece significar que se estivéssemos no lugar deles estaríamos vivendo mais felizes porque parece ser tão simples seus problemas, tão fáceis de serem resolvidos. "Queria ver se ele tivesse um problema de verdade como eu tenho". Enaquanto não resolvo o meu, ajudo o meu próximo. Não é interessante?
Estamos na fila do banco. Prestemos atenção. Baixamos a cabeça sempre que alguém se aproxima que não nos interessa manter contato. Por que? O fato é que não somos, como já citei meus amigos acima, e compactuo com o sistema solitário pregado por ambos, dados a sociedade, somos seres sós, o fato é que não nos garantimos sozinhos por termos aprendido que devemos viver em sociedade. Ou', é claro, uma série de outras situações que não cabe aqui desenhar agora.
O ponto principal da minha questão, e por estar colocando isto aqui, é que nestas minhas lidas e indas e vindas, percebi que da forma como estamos andando não chegaremos ao proposto por Nietszche ou por Schoppenhauer no que se refere a solidão, ao prazer de vivermos sós, da forma proposta mas sim da maneira humana mais sórdida. Excluindo.
A questão é?
Chegaremos à um determinado ponto onde viveremos como uma engrenagem, onde todos fazem o seu papel, executam seus comandos de forma acertada, com um mínimo de erro possível e assim trataremos o nosso igual apenas como parte do processo? Por exemplo: chegaremos ao posto de gasolina, ao supermercado, no trabalho com nossos colegas e nem mesmo daremos bom dia por sabermos que cada um fazendo o seu é suficiente? Chegaremos ao ponto onde pensamos ser desnecessários todos os velhos meneares de cabeça e sermos únicos no que fazemos? De alguma forma particularmente se o resto do tempo que não gastássemos com as besteiras que tantos dos nossos amigos nos impõem na sociedade, e então nos preocupássemos apenas com a nossa evolução pessoal (espiritual é claro. Elevação da alma), não seria de todo perdida a nossa estada aqui. Hoje estamos fingimos soliedariedade e que entendemos a mensagem do Cristo ou de quem quer que seja que falou de Amor e União, mas na verdade isto é apenas uma casca, uma máscara. Não somos nada disso, somos é um bando de individualistas. Como estamos perdendo a vida assim, melhor seria perdê-la sem incomodar os demais.
Abraços
Amal

Respostas:

Individualísmo (VREIS - 22/09/2008 14:25:55)
ENFIM,QUE DIZER,COM TANTA PROPAGANDA Á VOLTA DAS RELIGIÕES,E A BÍBLIA PASSA AO ESQUECIMENTO. POR MUITO QUE SE FALA EM RELIGIÃO,NÃO SE CHEGA ,A LADO NENHUM,PORQUE A RELIGIÃO HOJE É UM GRANDE NEGÓCIO,E A RELIGIÃO NÃO SALVA NINGUÉM,SÓ QUEM FIZER A VONTADE DE DEUS QUE ESTÁ ESCRITA NA BÍBLIA,É QUE SE SAL...(ver)

Responder a esta mensagem

Atenção:
A prática, indução ou incitação de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional, por meio da Internet, bem como a humilhação e exposição pública caluniosa e difamatória, constituem crimes punidos pela legislação brasileira. Denuncie aqui sites e/ou mensagens de fóruns hospedados na Insite contendo qualquer violação.
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Quero receber notificação por email se minha mensagem for respondida.
Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)
 

| Hospedagem de Sites | Acesso Banda Larga | On Google Plus
Tecnologia Insite   -   Soluções Internet   -   ©   2018 -   http://www.insite.com.br