Amigos da Povoa

Tags: amigos vila aldeia povoa lamego comer visitar
23/07/2007 11:34
De: Loureiro
IP: 62.48.212.140

Parabens

queria felicitar todos pelo bom trabalho que teem vindo a fazer com uma aldeia que quase se esqueceu no tempo. gostaria de ver o site mais divulgado e mais facil de encontrar, com mais interactividade. mais uma vez parabens. tenho um carinho muito especial por essa zona a que agora chamo de minha casa.
30/09/2006 00:00
De: fernanda Gonçalves
IP: 80.172.20.63

Póvoa

Póvoa
Uma referência justa ao envolvimento e ao trabalho de todos os mordomos que tão bem souberam renovar e dinamizar o povo adormecido da Póvoa. Muito já foi dito sobre a festa, mas nunca é demais valorizar o evento e homenagear a criatividade e a coragem de quem se expõe, perante o julgamento dos outros e, dar os parabéns a todos quantos ao longo do ano trabalharam e se esforçaram para realizar com sacrifício ou prazer, a festa a Nossa Senhora do Pranto, que juntou quase todos quantos gostam daquela maravilhosa terra e, só por isso valeu a pena.
Valeu a pena, a forma como o povo, trovador por excelência das coisas simples, que de forma espontânea e delicada, mostrou a sua poesia.
Numa sã convivência e uma dose de alegria, que certamente no futuro ganhará uma progressiva dimensão aos olhos de quantos vão de uma forma ou de outra desvalorizando aquele povo.
Foi gratificante ver como todos se envolveram para dar sentido ao objectivo proposto. Sentir o orgulho de ter nascido naquele canto e ver finalmente paz entre todos quantos por ali se deslocaram.
O recordar das tradições que não tive oportunidade de assistir, mas que de muito faladas me levaram aos meus tempos de criança e, que saudades senti…espero que tenham contribuído para um maior conhecimento aos mais jovens, das suas raízes e que os faça pensar como a vida agora parecendo tão simples, foi dura para alguns dos seus antecessores.
Deu gosto ver pessoas simples, de espírito bem vivo e jovial expressarem as suas emoções, como de um sonho se tratasse.
Não poderei deixar de me pronunciar sobre a exposição que admirei pelo pouco tempo para a sua elaboração e pelo trabalho nela apresentado, trabalho com bom gosto e artesanalmente bem conseguido, um salto qualitativo, na aldeia.
Que a nossa Póvoa não fique parada no tempo e que prolifere o espírito de iniciativa.
Um abraço e um obrigado sentido a quantos contribuíram para engrandecer este evento.
Fernanda Gonçalves
09/06/2011 12:01
De: A. Jorge O. Martins
IP: 85.246.163.45

Procuro familiares

  Procuro na Povoa:-Glória, Lurdes, Celeste e Quim.
Respectivamente: Tias,prima e primo de:
Lúcia do Céu Mota Rijo, filha de Agostinho Rijo, enteado da Tia Glória, mãe de Lurdes.
Por favor contactar para este mail ou mandar-me o contacto delas.
  Eternamente Agradecido.
        meu/mail:
    bilijorge.oliveiramartins@gmail.com
 Telf.212905214 -- Telm. 919816026 - Jorge Martins e Lúcia Rijo Obrigado
12/09/2006 11:07
De:
IP: 195.22.30.100

Festas em Honra de Nossa Sra. do Pranto

Festas em Honra de Nossa Sra. do Pranto
Quando o incrível se torna realidadeu
Olhou Deus um dia de relance a sua criação. Fixou o olhar sobre um pequeno pedaço de terra à qual se dera o nome de Póvoa de Vila Nova de Souto D'El-Rei; uma ínfima porção do imenso mundo que Criara e na Sua Infinita Bondade e Justiça, disse Deus:
-Farei deste povo um ícone de sabedoria, criatividade, inteligência,
competência e de determinação!
Libertem-se pois, das amarras do anonimato de agora em diante os filhos desta terra. Que estes sejam exemplos a seguir.
E a profecia cumpriu-se!...
Esta introdução serve para melhor se compreender um acontecimento fabuloso!
A Póvoa é reconhecidamente berço de pessoas com grande valor moral e intelectual: gente honesta trabalhadora e empreendedora, gente das letras, das artes, da educação, da saúde da segurança, das novas tecnologias, militares...apesar disso vivia num claro isolamento, sem actividades festivas, sem projecção social, sem visibilidade, sem nada... mas a Póvoa -espero eu -não mais voltará a ser a mesma, porque em 2005 foi lançada à terra a semente que germinou e se veio a traduzir numa radical mudança:
Fez-se neste ano a primeira festa na aldeia após pelo menos cinco dezenas de anos, o que é extraordinário tendo em conta ainda que esta festa foi organizada por um reduzidíssimo número de pessoas corajosas e empenhadas naquele projecto que levou a cabo algo que quase parecia impossível. O meu bem haja a estas pessoas,
Nomeou-se uma comissão de festas para o ano de 2006 composta por elementos dinâmicos e ávidos de realizar um trabalho memorável e inédito, pensado ao pormenor de modo a surpreender, a animar e a divertir os conterrâneos e os visitantes; o que veio a acontecer!
As festividades em honra de N.ª Senhora do Pranto -padroeira da terra -
tiveram início com a abertura de uma exposição de Artes Plásticas/artesanato e a apresentação de um livro de poesias de um conterrâneo já falecido, José
Gonçalinho de Oliveira. A qualidade dos trabalhos apresentados nesta exposição superou todas as nossas expectativas, pela variedade e beleza estética que todos eles apresentavam, para além das diferentes variáveis ao nível das técnicas de expressão e execução e do valor artístico de cada objecto. È de salientar a participação activa e desinteressada de muitas pessoas, que se envolveram neste trabalho, tornando possível esta actividade inédita na Póvoa, que resultando num grade sucesso. Seguidamente foi apresentado à população um DVD, que traduzia o aspecto geral da terra e iniciado com a reprodução de uma música de outro falecido conterrâneo, José
Duarte de Oliveira recriada e reinterpretada pela Tuna de Contabilidade do Porto. Ao longo deste vídeo, foram declamados alguns poemas de José
Gonçalinho de Oliveira , pelo seu filho mais velho.
As tradições que remontam ao tempo dos nossos pais e avós ao nível das danças cantares e teatro, foram recreadas com muita graciosidade pelas jovens raparigas e mulheres lá residentes, fazendo as delícias de muitos que reviviam desta maneira o seu passado e que para os mais novos eram reconhecidas como uma herança cultural a preservar.
As crianças foram peças fundamentais na festa, cantando representando e dançando desinibidamente e com muita piada, cumprindo a rigor o seu papel .
Houve "comes e bebes " gratuitamente para toda a população, tendo sido um momento também ele muito interessante.
Para um desfecho ainda mais feliz sobretudo para os grades foliões, contou-se com a presença de três conjuntos musicais e o grupo de Arneirós das concertinas que tanto agradam ao povo da Póvoa.
No Domingo a banda de música de Eira Queimada fez a alvorada, mas os momentos altos destas festividades foram a missa concelebrada pelo recentemente ordenado padre Hermínio e o nosso pároco que é uma figura extraordinária. A missa foi uma cerimónia belíssima acompanhada pela banda atrás citada e a procissão que ficará na memória de todos nós, pela participação do povo, pela beleza da decoração dos andores; salientando-se o bom gosto sobretudo na decoração do andor de N.ª Senhora do Pranto.
A folia continuou durante o dia com as concertinas etc
Na Segunda feira foi o encerramento das festas com fados aos quais lamentavelmente já não tive a oportunidade de assistir!
Fazendo um balanço pessoal e subjectivo de tudo quanto foi feito, penso que não exagero se disser que foi tão importante para todos os filhos e amigos da Póvoa este acontecimento, que funcionou quase como um compromisso de grande amizade partilha e sociabilização entre todos nós!...
Parabéns a todos quantos se empenharam incansavelmente para que se fizesse uma festa tão fantástica!!!
Termino com uma frase de um dos maiores cientistas de todos os tempos "Deus não nos esconde nada, apenas quer que procuremos melhor"
Albert Einstein (1879-1955)
Celeste Gonçalinho de Oliveira Duarte
19/09/2006 12:16
De: Padre Assunção
IP: 81.193.95.76

Felicitações pelo site

A todos os criadores e colaboradores do site e do blog da Póvoa, os meus parabéns. Iniciativas destas são sempre de louvar.
Viver é também reviver! A memória do que somos é a garantia do que poderemos ser. É muito positivo divulgar os encantos de uma Terra, com gentes de bem e de coragem. Histórias de vida, percursos heróicos, património muito rico de valores. Que o site cresça, floreça e frutifique. São os meus votos.  
Seu IP: 3.237.61.235 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)