Este site foi criado por Leonardo Alam, Administrador de Empresas, pós-graduado em Análise de Sistemas, para atender as necessidades das turmas de Administração. Vamos aproveitar o máximo e fazer com que nosso Fórum seja o melhor. Nunca deixemos de lembrar o "Juramento do Administrador": "Prometo dignificar minha profissão, consciente de minhas responsabilidades legais, observar o Código de Ética, objetivando o aperfeiçoamento da Ciência da Administração, o desenvolvimento das Instituições e a grandeza do homem e da pátria". O juramento foi oficializado pela RN CFA nº 201, de 19/12/97

Tags: universidade empresa empresarial cra macroeconomia microeconomia tga
27/02/2007 17:59
De: ronaldo
IP: 201.9.144.168

Re: Resumo do livro O maior vendedor do mundo

Hafid quer ser o maior vendedor do mundo, assim como é conhecido seu pai adotivo Pathros.
Pathros resolve colocar o jovem Hafid à prova, dando-lhe uma túnica de sua fabricação, de ótima qualidade com seu logotipo (uma estrela) bordado no tecido.
Hafid terá como tarefa ir até a cidade de Belém, que é considerada muito pobre, e vender essa túnica no prazo de quatro dias, pelo preço que achar justo.
Hafid vai, não muito animado, e chegando a cidade montado em seu burro, oferece a túnica para as pessoas nas ruas, nas casas e para os soldados, sem conseguir vende-la.
Na última noite do prazo ele resolve dormir numa gruta que fica atrás da hospedaria onde faz suas refeições.
Quando de aproxima da gruta, percebe uma luz fraca vinda de seu interior. Resolve entrar para verificar e fica surpreso ao ver um casal e um recém-nascido. O casal estava encolhido e tremia de frio, pois tinha tirado cada um sua túnica para cobrir a criança.
Hafid foi até onde estava seu burro, pegou a túnica vermelha que deveria ter vendido e cobriu o recém-nascido com ela. Devolveu as túnicas do casal que permaneceu em silêncio, e saiu, montou em seu burro para voltar ao acampamento para se encontrar com seu pai.
Ao chegar, muito desanimado ao acampamento, viu seu pai que olhou para ele assombrado, pois uma estrela emitindo uma luz que deixava a noite como o dia, parecia te-lo seguido da gruta até ali.
Hafid, envergonhado, contou a seu pai o que acontecera, que havia falhado como vendedor, e pior, havia dado a túnica para um casal desconhecido cobrir uma criança recém-nascida.
Pathros emocionado, falou que Hafid não havia falhado e à partir daquela noite seria seu sucessor como O Maior Vendedor do Mundo.
Pathros em seu leito de morte, sentindo sua missão cumprida, passou para o filho Hafid o baú contendo os dez pergaminhos de couro, onde estavam escritos os segredos para ele se transformar no Maior Vendedor do Mundo.
A primeira orientação era para que Hafid lesse cada pergaminho durante trinta dias seguidos, ao acordar, ao entardecer e antes de ir dormir.
Para colocar em prática os segredos dos pergaminhos, todos os ensinamentos neles contidos teriam que estar incorporados em Hafid.
Assim ele fez, abriu o baú, retirou o pergaminho de número um e começou a ler: Amor por si e pelos outros, ricos, pobres, arrogantes, humildes, persisitir até conseguir, colocar um tijolo de cada vez, retirar do vocabulário palavras e expressões como: desistir, improvável, incapaz, fracasso, impraticável, fora de cogitação, impossível, sem esperança e recuo.
Pois são palavras e expressões de tolos. Mesmo que o desespero tente me contagiar, prosseguirei assim mesmo. Ignorarei os obstáculos sob meus pés e manterei meus olhos firmes nos objetivos acima de minha cabeça.
Persistirei até alcançar êxito.
Tentarei e tentarei e tentarei de novo.
Jamais permitirei que o dia termine com um fracasso.
esquecerei os acontecimentos do dia anterior, sejam eles bons ou maus, e saudarei o novo dia com a certeza que será o melhor dia de minha vida.
Tudo que eu ganhar, dividirei com os pobres.
Se persisto bastante, vencerei. Sou único, não existe ninguém no mundo que ande ou fale igual à mim. Eu sou o maior milagre da natureza.
Eu persistirei.
Eu vencerei.
Seguindo esses ensinamentos Hafid transformou-se no Maior Vendedor Do Mundo, e muito rico.
Quando pressentiu que o próximo escolhido estava para aparecer, doou toda sua riqueza para os pobres, ficando apenas com o suficiente para viver com conforto o tempo que lhe restava.
Um certo dia apareceu no portão do palácio de Hafid um homem maltrapilho, querendo falar-lhe com urgência.
Hafid ouviu toda sua história, pois esse homem dizia ter sido ali enviado por Jesus, o Messias. Trazia consigo uma túnica vermelha suja e manchada de sangue, com a estrela de Pathros bordada em seu tecido.
Hafid segurando a túnica emocionado, pediu que o homem lhe contasse tudo que sabia sobre a história de Jesus.
O homem contou que Jesus havia nascido numa gruta em Belém.
Hafid logo entendeu que estava diante de seu sucessor: O MAIOR VENDEDOR DO MUNDO.
12/06/2004 13:42
De: fernando alves de souza
IP: 200.181.49.74-

Resenha

  Gostaria de receber o resumo dos caps 14 ao 22, ou seja a 2 parte do livro a historia da riqueza do homem
Seu IP: 54.158.208.189 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)