O processo de informação envolve, basicamente, dois atos: - A análise dos dados, que cria a informação; e - A síntese da informação, que cria o conhecimento. Ambos são essenciais para que se possa atuar de modo produtivo na sociedade, e, principalmente, numa sociedade informatizada. Por esse motivo, a análise dos dados e a síntese de informação devem ser uma preocupação da Educação. Uma sociedade informatizada não precisa de cidadãos informados! Ser informado é como ser entretido, ou seja, é uma atividade passiva. Espera-se que alguém nos informe: rádio, televisão, jornais, revistas, livros. O que se precisa de fato é de cidadãos com conhecimento. Nada pode nos dar conhecimento; precisamos chegar a ele por nossa própria conta. Infelizmente, a informação tende a expulsar o conhecimento, devido a uma espécie de lei do mínimo esforço. Diante disso... Será que as habilidades que eram e são ensinadas nas nossas escolas, fundamentalmente as de ler e escrever, serão suficientes para que se tenha pleno acesso ao processo de informação? O que é ser alfabetizado numa sociedade informatizada?

16/08/2014 15:31
De: Felipe / Jose
IP: 186.229.6.90

O processo de informação e suas implicações na educação

As habilidades que eram e que são ensinadas em nossas escolas são em parte suficiente, pois ensinam o basico do ler ao escrever, no entanto não permite muitas vezes que os alunos consigam por si proprios o entendimento do que se passa no texto, a falta do conhecimento de como interpretar o texto dificulta na pesquisa a extração das informações base da pesquisa.
Segundo Gurgel,  Não restam dúvidas de que o desenvolvimento da habilidade de produzir textos necessita de interesse, de motivação e logicamentede conhecimentos. Caberá, portanto, em sala de aula, renovar, sempre e cada vez mais, os motivos que a criança já traz dentro de si e despertar outros que a levem a se interessar por te mas que não estão dentro de suas aspirações.
Hoje as habilidades ensinadas estão focadas no aprender ao ler e escrever e acaba por atropelar a essencia que seria o entendimento do processo, com isso uma vez que se aprende a ler e escrever as materias vão sendo passadas sem se preoculpar com o quanto e como esse conteudo esta sendo absorvido, surge ai a necessidade da busca de informação onde saindo do contexto escola, o aluno vai a busca sem parametros, assim como, quando este se ve a frente de um computador quando a professora sem antes verificar a aptidão dos alunos com a informatização, passa trabalhos de pesquisa em websites.
De acordo com Neil Postman, a Alfabetização Universal, quanto ao parametro dos mult-meios a alfabetização vem se modificando de acordo com as mudanças tecnologicas, ou seja , ainda e importante saber ler e escrever, no entanto muito mais do que isso e necessario, como por exemplo a aptidão quanto ao manuseio das inovações tecnologicas.
16/08/2014 15:36
De: Alysson e viviane
IP: 179.234.222.233

Inovação Tecnológica

Alunos: Alyson Ricardo Alencar
            Viviane Leal Melo
Turma: DES18F01/14
Docência do Ensino Superior
Com o avanço tecnológicos, todos nós temos que adequarmos as novas circuntâncias da  atualidade digital, pois, com este avanço, somos inteiramente “obrigados” a nos atualizarmos com esta evolução, ou empacamos no tempo, ou acompanhos a evolução da informatização.
Pode-se dizer que somos reféns desse processo de informatização, dependendo do que se vai trabalhar, temos que nos aprimorarmos e atualizarmos na era da informática, a cada dia surgem mais inovações tecnológicas, fazendo assim com que nos forcem correr atrás de atualizações através de cursos.
Ao nos atualizarmos, certamente estaremos seguindo em frente com evolução tecnológica.
Segundo SANTOS (2007, p.2) os sete passos são:
1. O sentir – toda aprendizagem parte de um significado contextual e emocional.
2. O perceber– após contextualizar o educando precisa ser levado a perceber características específicas do que está sendo estudado.
3. O compreender– é quando se dá a construção do conceito, o que garante a possibilidade de utilização do conhecimento em diversos conceitos.
4. O definir– significa esclarecer um conceito. O aluno deve definir com suas palavras, de forma que o conceito lhe seja claro.
5 – O argumentar – após definir, o aluno precisa relacionar logicamente vários conceitos e isso ocorre através do texto falado, escrito, verbal e não verbal.
6. O discutir –  nesse passo, o aluno deve formular uma cadeia de raciocínio através da argumentação.
7. O transformar– o sétimo e último passo da (re) construção do conhecimento é a transformação. O fimúltimo da aprendizagem significativa é a intervenção da realidade. Sem esse propósito, qualquer aprendizagem é inócua.
Ser alfabetizado numa sociedade informatizada, é está antenado no mundo da informatização, a evolução da humanidade depende diretamente de cada indivíduo, mesmo tendo que respeitarmos a evolução de cada um. A aprendizagem reflete de acordo com  a experiência de vida de cada um dependendo de suas vivências diárias. No entanto a rapidez que ocorre com a evolução, nos obriga a nos alfabetizarmos no mundo tecnológico,ou seja, quem não se atualiza está automaticamente excluído do mundo tecnológico.
De acordo com Márcia Marlene Stentzler Garcia de Lima, 2001.
o adulto tem variadas e ricas histórias de vida. Uma expressiva parcela não consegue transpô-las para o papel, transitar por locais desconhecidos, realizar operações bancárias, verificar em um terminal eletrônico a possibilidade de um emprego, ou seja, é privado de exercer o seu direito de cidadão, em função de ser analfabeto das letras. Imagine, então, um analfabeto digital. Esse analfabeto digital constitui uma nova categoria de excluídos, fruto da era tecnológica em que o uso do computador passa a ser tão importante quanto saber ler e escrever. Essa condição de exclusão extrapola os conceitos de ensino/aprendizagem, até então, socialmente aceitos, vinculando-a diretamente ao universo digital. Os analfabetos emergentes podem estar situados desde as salas de aula em uma universidade, se estendendo aos que nunca tiveram a oportunidade de ser conhecedores do mundo das letras.
16/08/2014 15:34
De: Andréia Diógenes e Rosinei Zigartti
IP: 179.234.222.233

O que é ser alfabetizado numa sociedade informatizada?

Ser alfabetizado formalmente envolve o aprendizado da leitura e escrita, porém, hoje com a tecnologia da informação é imprescindível a manipulação dessa tecnologia, não excluindo a alfabetização tradicional, onde à necessidade de ler e escrever está ligada ao processo de informação. Segundo Neil Postman, “ ainda é importante saber ler e escrever. Mas, na época dos multi-meios, muito mais do que isto é necessário”.
Hoje, tanto as escolas da rede pública como privadas estão nesse processo de transição, saindo da alfabetização formal e instigando o aluno a buscar mais informações nesses meios tecnológicos. Isso claro, acompanhado de facilitadores capacitados para determinada tarefa. Aquele que não se adequa as novas tecnologias sente-se fora da realidade atual, onde passa a buscar independentemente da sua idade, novas informações.
Essa nova ferramenta da informação, fez com que o aluno buscasse com maior rapidez  conhecimento em todos os aspectos como jogos, notícias (notícias locais e mundiais). As novas gerações, criadas com a TV, já estão familiarizadas com os vídeo-games, como a geração Nintendo, e aplicações de multimídia, explorando recursos como gráficos, fotos, vídeos, música e efeitos sonoros, alcançam o mesmo nível dos jogos eletrônicos, que tanto interesse despertam em crianças e até adultos, criando uma nova forma de aprender. (Soloway, 1991)
Ser alfabetizado numa sociedade informatizada é além do estudo tradicional é saber utilizar com precisão a tecnologia adequada. Não basta somente manusear o computador e sim, saber utilizar as ferramentas necessárias para buscar conteúdos para seu aprendizado, juntando os dois tipos de ensinamentos, o tradicional e o informatizado. O professor não perde o seu papel importante perante a sociedade na educação, ele age como facilitador, tira dúvidas, e ajuda o aluno a não perder o foco.
Alunas: Andréia Diógenes de Magalhães
            Rosinei Aparecida Zigartti Bastos
Seu IP: 3.228.21.186 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)