encontros de poesia

Tags: poesia sociedade pessoas sentimento
02/02/2011 01:30
De: Claraflor
IP: 189.61.71.31

POESIA: poeira das esquinas da cidade sem esquinas

por claraflor
Tarde de domingo e o sol me pergunta
o que estou fazendo aqui nesse lugar sem praia
sem gente que me dê bom dia de manhã no elevador
sem gente que pare no meio da rua para perguntar
como estou como estão as coisas
queria estar em Recife onde as pessoas entram no mar
e pedem pra você cuidar dos seus pertences
sem nunca ter te visto antes
Fim de tarde e me resta um amigo que ao telefone
me diz que como eu está no tédio da cidade sem esquina
vamos até o bar da esquina tomar algumas
falar mal da política
das nossas mulheres
do futebol
fazer o relatório da semana no trabalho
Já é noite junto com ela chega o engarrafamento
hoje tem concurso
é domingo e a industria não para
são concurseiros voltando para casa
enquanto os mercenários passeiam no lago
com seu barco novo
e outros piores lotam o clube dos colarinhos brancos
sob os olhos atentos de falsas perolas e caros diamantes
vamos parar em qualquer lugar
esperar o engarrafamento passar
passamos em frente a uma igreja lotada
pensamos em ir a missa das 19:00 horas
mas era um templo e lá também tem que pagar
concluímos que é pecado sentar do lado dos fiéis com hálito de cerveja vamos parar em outro bar jogar sinuca
e lá estão os pequeninos parando os que estacionam ali
oferecem drops de hortela jujubas
e uma certeza da qual não tenho dúvida
qualquer lugar da cidade sem esquinas
tem o caos urbano
desses pobres diabos que pareciam crianças
mas que não são gente nem bicho
são como poeira da cidade sem esquinas
detrito federal
vamos parar por aqui senão caimos em uma blitz
e no caminho de volta para casa vemos as meninas
da cidade sem esquinas
maquiadas equilibrando-se no saltos agulha
"rodando bolsinha" como diria a minha bisavó
e hoje profissionais do sexo
e nas esquinas da cidade sem esquinas
todos estão ocupados
todos estão trabalhando estudando
e os que restam foram se divertir
dormindo cansados de tanto trabalhar
enquanto os cães ladram até aos domingos
Seu IP: 34.231.247.139 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)