Fórum destinado aos 2° anos da Escola Estadual Floriano Peixoto para que os mesmos discutam medidas para a diminuição do EFEITO ESTUFA.

Tags: meio ambinte
28/05/2010 17:57
De: Eliane Elisângela de Moraes Pereira 2"B" N - 14
IP: 200.199.55.85

Como podemos diminuir o Efeito Estufa e as Mudanças Ambientais Globais?

                       
      Podemos diminuir o efeito estufa evitando a emissão de gases exorbitantes na atmosfera.Evitamos também quando andamos a pé ou de bicicleta,quando evitamos queimadas. . .
       Uma outra forma de evitarmos esse problema é orientando os donos de fabricas e indústrias a instalarem filroa nas chaminés de suas fabricas ou indústrias.Quanto ao problemas ambientais globais;nós devemos nos concientizar de que para que eles acabem ou diminuam,é necessário que nós deixemosde jogar lixos em encostas e ruas;deixarmos de poluir rios,lagos,etc.;deixarmos de acabar com as nascentes e deixarmos de destruir a fauna e a flora.
30/05/2010 13:12
De: jacksulino pedro da silva 2"F" Nº "10"
IP: 187.41.73.192

O efeito estufa

PODEMOS DIMINUIR O EFEITO ESTUFA ATRAVÉS DO MDL ====>
Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) é um dos mecanismos de flexibilização criados pelo Protocolo de Quioto para auxiliar o processo de redução de emissões de gases do efeito estufa (GEE) ou de captura de carbono (ou sequestro de carbono) por parte dos países do Anexo I.
O propósito do MDL é prestar assistência às Partes Não Anexo I da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (CQNUMC, ou com a sigla em inglês UNFCCC) para que viabilizem o desenvolvimento sustentável através da implementação da respectiva atividade de projeto e contribuam para o objetivo final da Convenção e, por outro lado, prestar assistência às Partes Anexo I para que cumpram seus compromissos quantificados de limitação e redução de emissões de gases do efeito estufa [CO2 , CH4 , etc....].
Países em desenvolvimento (Partes Não Anexo I) podem implementar projetos que contribuam para o desenvolvimento sustentável e que apresentam uma redução ou captura de emissões de gases causadores do efeito estufa, obtendo a Reduções Certificadas de Emissões (RCEs, ou na sigla em inglês, CERs). Os RCEs emitidos pelo Conselho Executivo do MDL, podem ser negociados no mercado global. Como os países industrializados (Partes Anexo I) possuem cotas de redução de emissões de gases causadores do efeito estufa, estes podem adquirir os RCEs de desenvolvedores de projetos em países em desenvolvimento para auxiliar no cumprimento de suas metas.
O MDL visa o alcance do desenvolvimento sustentável em países em desenvolvimento (país anfitrião), a partir da implantação de tecnologias mais limpas nestes países, e a contribuição para que os países do Anexo I cumpram suas reduções de emissão.
Os projetos de MDL podem ser baseados em fontes renováveis e alternativas de energia, eficiência e conservação de energia ou reflorestamento. Existem regras claras e rígidas para aprovação de projetos no âmbito do MDL. Estes projetos devem utilizar metodologias aprovadas, devem ser validados e verificados por Entidades Operacionais Designadas (EODs), e devem ser aprovados e registrados pelo Conselho Executivo do MDL. Os projetos devem ser aprovados pelo governo do país anfitrião através da Autoridade Nacional Designada (AND), assim como pelo governo do país que comprará os CERs. No Brasil, a Comissão Interministerial de Mudança Global do Clima, estabelecida em 1999, atua como AND Brasileira.
O primeiro projeto de MDL, aprovado pela ONU, no Mundo, foi o do aterro sanitário de Nova Iguaçu, no Estado do Rio de Janeiro, Brasil, que utiliza tecnologias bem precisas de engenharia sanitária, tendo os créditos de carbono sido negociados diretamente com os Países Baixo Diante dos possíveis processos de mudanças climáticas (aquecimento da terra, elevação do nível do mar, alterações nos regimes de chuva e na composição da atmosfera etc.), a Embrapa Monitoramento por Satélite vêm trabalhando com a simulação de cenários futuros para as unidades de conservação brasileiras. Com as mudanças globais poderiam ocorrer expansão ou redução de vários ecossistemas brasileiros, migrações latitudinais e altitudinais de espécies, como já ocorreu ao longo do Holoceno. Tributários dos conhecimentos cientifícos disponíveis, os cenários estudados trabalham com as mais recentes perspectivas das mudanças globais de longo prazo.
29/05/2010 20:27
De: THAYS CALHEIROS
IP: 187.68.23.208

Aqueçimento global

O aquecimento global é um problema que diz respeito a todos nós, pois ele coloca em risco a nossa própria sobrevivência. Tempestades por todo o mundo, ciclones, furacões, dentre outros desastres naturais, são sinais de que a coisa tende a ficar ainda pior.
Para evitar que o aqueçimento global fique ainda pior temos que diminuir o uso de produtos tóxicos e sprais, mais se só uma pessoa fizer  o correto não vai adiantar nada todo o mundo tem que colaborar plantar mais árvores, limpar os rios poluir menos etc...DEUS criou um mundo rico e saldavel para nos seres vivos mora porém esta sendo destruido por não sabermos cuidar o efeito estufa na camada de ozônio rios contaminados eo ar poluido mais nem udo esta perdido o ara não esta todo poluido nem toda água contaminada é so termos um pouco de conciência para ajudar o nosso querido planeta.
nome:thays carine pereira calheiros nº60
        girlene araújo
        joseanns vieira nº27
       paulo jorge monteiro filho nº55
       naide soares dos santos nº54
       erivâne
       plicia cavacante nº57
       lidia valeria justino nº38  
       serie/turma :1ºano L
01/06/2010 22:20
De: Hildilane Ferreira 'Nº 14' 2ºano"B"
IP: 200.202.207.98

Efeito Estufa

O efeito estufa sempre existiu deste que a Terra é Terra.
Nos tempos passados, ele era benéfico, porque retinha parte do calor do sol que penetrava no nosso planeta. Assim, ele evitava o congelamento e a extinção da vida por aqui.
Mas só que nos tempos atuais, a quantidade exorbitante de gases poluentes emitidos na atmosfera fez do efeito estufa um problema.
Temos que combater, portanto, essas emissões. Controlá-las, sabe? Isso não vai ser nada fácil, porque os maiores poluidores do ar, como os Estados Unidos, não quiseram diminuir as emissões de gases poluentes alegando que isso prejudicaria a sua economia.
Agora, nos resta tomar medidas como estas, para que a situação não piore ainda mais:
Consequências da ampliação do efeito estufa
- Aumento da temperatura do planeta
- Degelo das calotas polares
- Aumento do nível do mar
- Chuvas de monções
- Extinção de animais e plantas.
Maneiras de diminuir o efeito estufa
- Reflorestamento(floresta jovem consome mais CO2 do que as antigas)
- Fechar chaminés das indústrias
- Medidas obrigatórias determinadas pelo governo para reduzir os problemas.

-As mudanças climáticas globais têm se destacado como um dos maiores problemas que enfrentamos atualmente, e que iremos enfrentar no futuro próximo. Na verdade, as mudanças globais sempre ocorreram naturalmente na história do nosso Planeta, alternando ciclos de aquecimento e resfriamento. Esse processo possibilitou a formação da atmosfera e a estabilização da temperatura terrestre em níveis adequados à vida. Porém, desde a revolução industrial, no século XIX, houve uma queima muito grande de combustíveis fósseis com o lançamento de grandes quantidades de carbono para a atmsofera provocando uma aceleração no ciclo de aquecimento global, ou seja, o planeta está aquecendo mais rápido do que deveria.
31/05/2010 15:23
De: Paulo Vitor de Oliveira Silva
IP: 200.199.55.85

O Efeito Estufa

Diminuir o desmatamento de florestas tropicais pode ser a maneira mais barata para reduzir os gases de efeito estufa e estabilizar o aquecimento global.Além disso, com o desmatamento, perde-se a capacidade de seqüestro de carbono, o que aumentaria ainda mais as concentrações atmosféricas.O efeito estufa é um fenômeno natural muito importante, o homem não o provoca. Sem ele a Terra seria muito fria e não haveria vida. O que o homem faz é ampliar esse fenômeno, gerando um grande problema ao planeta.
Os gases «de estufa» (vapor de água, dióxido de carbono, ozônio, ) absorvem alguma da radiação infravermelha emitida pela superfície da Terra e radiam por sua vez alguma da energia absorvida de volta para a superfície. Como resultado, a superfície recebe quase o dobro de energia da atmosfera do que a que recebe do Sol e a superfície fica cerca de 30ºC mais quente do que estaria sem a presença dos gases.
Há muita coisas que podemos fazer para tentar deter o aquecimento global. Basicamente, todas sugerem a redução na emissão de gases estufa. Podemos ajudar gastando menos energia.
Carros movidos a hidrogênio, o aumento do uso de energia solar e hidrelétricas são formas possíveis de se reduzir a emissão dos gases estufa Estas são algumas formas de diminuir emissões de gases estufa:
   * certifique-se de que seu carro está com o motor regulado - isto permitirá que ele funcione com maior eficiência e gere menos gases nocivos;
   * caminhe ou ande de bicicleta quando puder - dirigir o carro gera mais gases estufa do que praticamente qualquer outra coisa que se faça;
   * recicle - o lixo que não é reciclado acaba em um aterro, gerando metano; além disso, produtos reciclados requerem menos energia para ser produzidos do que produtos feitos do zero;
   * plante árvores e outras plantas onde puder - as plantas tiram o CO2 do ar e liberam oxigênio;
   * não queime o lixo - isto lança CO2 e hidrocarbonetos para a atmosfera.
Vamos fazer nossa parte!!!!!!!!!!!!!
Paulo Vitor de Oliveira Silva nº 30 2º ano "c"
30/05/2010 19:29
De: Simone Bernardo Cândido
IP: 200.199.148.94

Diminuição do efeito estufa

Diminuir o desmatamento de florestas tropicais pode ser a maneira mais barata para reduzir os gases de efeito estufa e estabilizar o aquecimento global, de acordo com artigo escrito por um grupo internacional de cientistas e divulgado nesta quinta-feira (10/5) no site da revista Science.
Segundo o texto – publicado na seção Policy Forum, que recomenda estudos que podem ser utilizados em políticas públicas –, se as taxas de desmatamento forem reduzidas pela metade até 2050 e mantiverem o nível até 2100 será possível eliminar 50 bilhões de toneladas de carbono, o que equivale a mais de 10% dos cortes necessários para manter as concentrações atmosféricas de dióxido de carbono em 450 partes por milhão (ppm).
Uma concentração maior do que essa, de acordo com o Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática (IPCC, na sigla em inglês), levaria o aquecimento para uma margem acima de 2ºC, causando uma catástrofe ambiental em escala global.
No artigo, os pesquisadores utilizaram dados reunidos pelo IPCC para avaliar o projeto Reduzindo Emissões do Desmatamento (RED), lançado pelas Nações Unidas para investigar durante dois anos políticas e incentivos que os países em desenvolvimento possam adotar de modo a frear o desmatamento de florestas tropicais.
Os pesquisadores lembram que o desmatamento de florestas tropicais causou cerca de 20% das emissões de gases estufa de origem humana na década de 1990. Além disso, com o desmatamento, perde-se a capacidade de seqüestro de carbono, o que aumentaria ainda mais as concentrações atmosféricas.
Simone Bernardo Cândido
2º ano  "F"  N.º 36
28/05/2010 16:03
De: Luana Mendes
IP: 187.41.50.94

Efeito Estufa

O efeito estufa é um processo que ocorre quando uma parte da radiação solar refletida pela superfície terrestre é absorvida por determinados gases presentes na atmosfera. Como consequência disso, o calor fica retido, não sendo libertado para o espaço. O efeito estufa dentro de uma determinada faixa é de vital importância pois, sem ele, a vida como a conhecemos não poderia existir. Serve para manter o planeta aquecido, e assim, garantir a manutenção da vida.O efeito estufa, embora seja prejudicial em excesso, é na verdade vital para a vida na Terra, pois é ele que mantém as condições ideais para a manutenção da vida, com temperaturas mais amenas e adequadas. Porém, o excesso dos gases responsáveis pelo Efeito Estufa, ao qual desencadeia um fenómeno conhecido como Aquecimento Global, que é o grande vilão.
Cabe aqui comentar que o efeito estufa não é um mal em si, pelo contrário, a humanidade, e a maioria dos seres vivos hoje existentes simplesmente não existiriam sem este fenômeno, pois a Terra teria uma temperatura média de cerca de 6 °C negativos. Esta seria, pois, um congelador de grandes proporções. O problema é o agravamento do efeito estufa e velocidade da mudança.
Série: 2° ''G''
Alunos: Adriano  N°:01
           Luana Mendes N°:43
02/06/2010 16:09
De: gustavo lopes de vasconcelos (hyerrolopes@hotmail.com)
IP: 200.199.55.86

Como podemos diminuir o Efeito Estufa e as Mudanças Ambientais Globais?

PODEMOS DIMINUIR O EFEITO ESTUFA ATRAVÉS DO MDL ====>
Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) é um dos mecanismos de flexibilização criados pelo Protocolo de Quioto para auxiliar o processo de redução de emissões de gases do efeito estufa (GEE) ou de captura de carbono (ou sequestro de carbono) por parte dos países do Anexo I.
O propósito do MDL é prestar assistência às Partes Não Anexo I da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (CQNUMC, ou com a sigla em inglês UNFCCC) para que viabilizem o desenvolvimento sustentável através da implementação da respectiva atividade de projeto e contribuam para o objetivo final da Convenção e, por outro lado, prestar assistência às Partes Anexo I para que cumpram seus compromissos quantificados de limitação e redução de emissões de gases do efeito estufa [CO2 , CH4 , etc....].
As mudanças climáticas globais têm se destacado como um dos maiores problemas que enfrentamos atualmente, e que iremos enfrentar no futuro próximo. Na verdade, as mudanças globais sempre ocorreram naturalmente na história do nosso Planeta, alternando ciclos de aquecimento e resfriamento. Esse processo possibilitou a formação da atmosfera e a estabilização da temperatura terrestre em níveis adequados à vida. Porém, desde a revolução industrial, no século XIX, houve uma queima muito grande de combustíveis fósseis com o lançamento de grandes quantidades de carbono para a atmsofera provocando uma aceleração no ciclo de aquecimento global, ou seja, o planeta está aquecendo mais rápido do que deveria.
Essa aceleração tem sido atribuída ao aumento da concentração de gases de efeito estufa na atmosfera. Esses gases (conhecidos como Gases de Efeito estufa) são o gás carbônico (CO2), ozônio (O3 ), metano (CH4), o óxido nitroso (N2 O) e o vapor d'água (H2O). De todos esses gases o mais importante é o gás carbônico, devido à sua enorme concentração na atmosfera. Atualmente a sua concentração na atmosfera é cerca de 30% maior que há 250 anos atrás, quando teve início a revolução industrial, quando a queima de combustíveis fósseis começou a aumentar.
As conseqüências das Mudanças Ambientais Globais são muito graves e preocupantes, uma vez que elas implicam na elevação do nível do mar, em mudanças climáticas com aumento de tempestades, furacões, secas e chuvas torrenciais, ou seja, alterações profundas no clima da Terra. Essas alterações devem atingir principalmente a agricultura que poderá agravar os problemas sociais ligados a questão alimentar.
alunos:gustavo,thayse,natálya,wiliane,risivania,michele
numeros:10,49,30,56,40,27
serie: 1     TURMA: N
31/05/2010 09:04
De: TAIUNNIS DE OLIVEIRA BORGES
IP: 187.41.6.5

EFEITO ESTUFA

SABEMOS QUE O EFEITO ESTUFA E CAUSADO POR TODOS NÓS,E QUE FAZEMOS ISTO ,COLOCAMOS EM RISCO NOSSA SAÚDE .TAMBÉM NOSSO PLANETA SOFRE,POIS AOS POUCOS ELE VAI SOFRENDO MUDANÇAS AMBIENTAIS E GLOBAIS.
PODEMOS, NÃO ACABAR ,MAIS DIMINUIR ESSE EFEITO;ACABANDO COM AS QUEIMADAS,DESMATAMENTO DAS FLORESTAS,ELEITA CONSTRUÇÕES PROXIMOS AOS MARES;POIS A NATUEZA SE REVOLTA COM TUDO ISSO,PROVOCANDO TERREMOTOS,ENCHENTES MUDANÇAS DE CLIMAS E ETC.
ENTÃO TENTAR,NUNCA É TARDE, VAMOS PRESERVAR A EXISTÊNCIA DE NOSSO PLANETA.
ESCOLA ESTADUAL FLORIANO  PEIXOTO  
SÉRIE: "2º" "B" Nº 44
31/05/2010 13:02
De: Gabriel
IP: 200.199.55.85

Como diminuir o efeito estufa

Gabriel Apolinario Matias  nº 11 2º "C"
Existem várias maneiras de reduzir as emissões dos gases de efeito estufa. Diminuir o desmatamento, incentivar o uso de energias renováveis não-convencionais, eficiência energética e a reciclagem de materiais, melhorar o transporte público são algumas das possibilidades.
Cada um de nós é responsável pela emissão de uma parcela de CO2 para a atmosfera, pois consumimos produtos industrializados e usamos carros ou ônibus para nos locomover.Veja que quando falamos em economia de energia, isto representa uma economia de combustível que seria queimado pela indústria, que implica numa redução na emissão de gás carbônico para a atmosfera, que implica numa diminuição do efeito estufa. O Brasil é o país que mais recicla as latas de alumínio (refrigerante, cerveja) no mundo, chegando a 96% em 2004.   Faça sua parte:
  1. Não aceite sacolas plásticas se dá para carregar sua compra sem ela, ou se vai jogar fora depois.
  2. Só aceite outra sacola plástica se aquela que você tiver nas mãos já estiver totalmente cheia.
  3. Escreva dos dois lados do papel.
  4. Sempre que puder consuma bebidas que vem em recipientes retornáveis.
  5. Evite comprar alimentos com muita embalagem.
  6. Economize energia e água.
  7. Ande mais a pé e de bicicleta.
  8. Eduque seu filho, amigo, vizinho.
  9. Recicle papel, latas, vidros, e plásticos.
01/06/2010 12:51
De: ITALO FAUSTO CAVALCANTE
IP: 200.199.55.86

EFEITO ESTUFA

O Efeito Estufa é a forma que a Terra tem para manter sua temperatura constante, á décadas os atos feitos pela a humanidade como à utilização de petróleo, gás e carvão e à destruição das florestas, são grandes causadores para que o planeta se torne mais quente.
Para diminuir o efeito estufa é preciso tomar medidas como: andar a pé, de bicicleta ou de transportes públicos em vez de carros particulares, exigir que indústrias instalem filtros em suas chaminés, pressionar governos e órgãos públicos para que eles fiscalizem as florestas e áreas verdes, com o fim de evitar as queimadas.
Cada vez mais estamos vendo florestas sendo desmatadas  para a criação de pastos, ato que não deveria acontecer, pois as árvores são de grande importância, elas tem a função de retirar boa parte do co2 contido no ar.
Com o alto índice de aquecimento no planeta, já estamos vendo mudanças climáticas, queimadas com bastante freqüência nos estados unidos e o derretimento das geleiras no pólo norte, podendo causar a extinção do urso polar.
SÉRIE: 2º ano "B"
Nº 18
31/05/2010 11:07
De: maria daiane da silva basílio
IP: 187.41.73.99

Como podemos diminuir o efeito estufa e as mudanças globais?


o efeito estufa é o acúmulo de gás carbônico na atmosfera, emitido pelos motores de carros, caminhões, navios, ônibus e aviões, queimadas, etc.,podemos diminuí-lo com coisas realmente simples como:andar de bicicleta em vez de veículos movidos a combustíveis fósseis,Usar sacolas retornáveis,tem o combustível natural, que ajuda a diminuir estrago que os combustíveis fósseis estão fazendo,tem também o MDL:
mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) é um dos mecanismos de flexibilização criados pelo Protocolo de Quioto para auxiliar o processo de redução de emissões de gases do efeito estufa (GEE) ou de captura de carbono (ou seqüestro de carbono) por parte dos países do Anexo I,preservar florestas,por que sabemos que um dia precisaremos delas,plantar arvores,evitar queimadas O aquecimento qlobal é um problema que afeta a todos!
maria daiane da silva basílio nº37  2º ano “c”
30/05/2010 13:20
De: GLEICIANE COSTA DE LIMA 2º ANO 'C', Nº 13, ESCOLA FLORIANO PEIXOTO.
IP: 187.89.217.158

EFEITO ESTUFA

Todos nós temos o poder de contribuir para a redução das emissões de gases de efeito estufa, mas para isso é preciso percorrer três etapas:
* Conscientização;
* Assumir uma nova atitude;
* Adoção de novas práticas.
A conscientização é a percepção de que algo deve ser mudado e de que é possível contribuir, influenciando a família, as empresas e as instituições políticas.
A assunção de nova atitude é a conscientização transposta ao nível da decisão: é preciso agir.
E a adoção de novas práticas é a implementação de ações que mudarão o presente e o futuro.
Práticas pessoais, familiares e organizacionais – especialmente as de negócios – podem ser mudadas, com resultados concretos para o Planeta Terra.
Por isso é necessário que a sociedade se conscientize, por exemplo:
• Plantar árvores
• Diminuir queima de combustíveis
• Evitar desmatamentos e queimadas de árvores
• Diminuir o número de veículos nas ruas
• Manter o motor dos veículos bem regulados, ...
30/05/2010 18:43
De: PATRÍCIA MARIA PINHEIRO DA SILVA nº 28 SÉRIE: 2º ANO "F"
IP: 187.41.41.242

TEMA: EFEITO ESTUFA


COMO PODEMOS DIMINUIR O EFEITO ESTUFA E AS MUDANÇÃO CLIMATICAS
Só iremos diminuir os prejuízos causados pelo efeito estufas, se mantivermos uma conduta como as dos animais, que aproveitam o máximo da natureza e a prejudica da menor forma possível. Para isso, “temos que nos colocarmos como seres pertencentes a uma terra real, que pode sofrer alterações”, essas causadas pela nossa falta de conscientização. Diminuir o consumo de poluente como petróleo, detergentes e produtos de difícil degradação pode estabilizar o aquecimento global que é um prejuízo do efeito estufa, penso que a mais importante de todas as ações é preservar rios, matas e florestas em todo o Mundo.
25/05/2010 14:06
De: Ricardo feitosa de lima
IP: 200.199.148.94

O efeito estufa

   O aumento médio da temperatura do planeta tornou-se importante objeto de pesquisa. Os pricipais elementos responsáveis poe esse aumento são as intensas descargas de micropartículas a atmosfera, provenientes de das descargas vulcânicas e das frotas de veículos e idústrias, sobre tudo os grandes centros urbanos.
    A concentração de micropartículas  na atmosfera gera o ´´efeito estufa``, responsável pela concentração de calor na terra , fundamental para a vida dos reinos animal e vegetal. No entanto, o excessivo aumento de micropartículas, como o moxido de carbono[resíduo de queima de ombustíveis], vem contribuindo decisivamente para o aumento de calor, o consequente derretimanto das geleiras dos pólos e o aumento do nível do mar.
Pesquisas indicam que os últimos 20 anos foram mais quentes que os últimos 2 séculos. As geleiras passaram a derreter mais rapidamente e o fenômeno EL ÑINO passou a ocorrer com maior frequencia.
  Uma reportagem da revista veja, em 18 de abril de 2001, apresenta que, devido ao efeito estufa, e, consequentimente, ao aquecimento da terra, já são visíveis os recuos das geleiras em ambos os pólos. Entre 1978 e 1996, o Àrtico já perdeu 6% de sua área, um ritmo quatro vezes maior que o registrado por observadores do século  XIX.
   De acordo com Marcelo Gleiser, o aquecimento global já é um fenômeno concreto, afetando a sociedade e o equilíbrio acológico do planeta. Secas devastadoras, enchentes, tempestades violentíssimas e o aumento de doenças como a cólera e a malária são algumas das grandes consequencias. A população pode contribuir  comprando carros mais econômicos, utilizando transporte público, e sem dúvida precionando chefes de Estado e grupos empresariais a concientizar-se.
aluno;Alane dayane da silva santos N 02  série 2 ´´G``
aluno;jenivânia ferreira santos        N 20
aluno;José Alan da silva saturnino   N 25
aluno;Luis carlos raimundo da silva N 40
aluno;Ricardo feitosa lima               N 49
professora ingrid
                             ESCOLA ESTADUAL FLORIANO PEIXOTO  
Seu IP: 54.242.193.41 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)