O objetivo é capturar a essência do local numa poesia contemplativa e descritiva com valorização nos contrastes, na transformação e dinâmica, na cor, nas estações do ano, na união com a natureza, no que é momentâneo versus o que é eterno (ruptura do contínuo) e no elemento de surpresa.

Tags: insite poesia arte
30/07/2008 11:11
De: PAULO ROBERTO SCHONROCK (pschonrock@curitiba.org.br)
IP: 200.203.179.125

POESIA

O TEU LÍRIO
EU, MULHER, SOU COMO EM CAMPO UM LÍRIO
ONDE TU PODES SENTIR TODO O ESPLENDOR
DE TODOS MEUS SENTIMENTOS A TI COM CALOR
E DE TI A MIM EM ESCRAVO DELÍRIO.
SE A TUA FORMOSURA TE TORMENTARIAS,
TORMENTASTE-IA TU A MIM COMOVENTE
PORQUE DESPREZAR O PURO SER É INCOERENTE
E MUI  IMPACIENTE TU SEM EU SOFRERIAS.
SE É QUE TE AFLIGES, MULHER EM SABER
QUE OUTRO QUALQUER NÃO TEM O QUE TENHO
SENÃO PARA TI SERIA MARAVILHOSO DESENHO
DO LÍRIO  QUE TEUS OLHOS NÃO PODEM DETER.
E O LÍRIO QUE PODES VER AGORA NASCER
PRO TEU CORAÇÃO TRISTE E SOLITÁRIO
SOU EU, VINDO COMO NO TEU ANIVERSÁRIO
COMO UM PRESENTE QUE TENS EM MERECER.
ENTÃO, SERÁS COMO ABELHA NESSA HORA
ATRAÍDA AO PÓLEN COM INFINITA ALEGRIA,
DE TRISTEZA E SOLIDÃO NÃO MAIS SOFRERIAS,
E O FAVO NÃO ABANDONA E NEM VAIS EMBORA.
LÍRIO, FLOR GRANDE, BELA , RARA, E  FORMOSA,
PARA TI  NASCE EM IMPORTANTE E LINDA FLOR,
E TU VAIS A ELE COM MUITO AFETO E AMOR,
E ELE A TI DARÁ A EMOÇÃO ESTRONDOSA.
ÓH MULHER! ENXERGO A TRISTEZA QUE SENTIAS
EM SABER DE TUAS LÁGRIMAS MULHER  QUERIDA
QUE ESTAVAS COM ALGUÉM, MAS PERDIDA
E COM ESSE ALGUÉM SEM AMOR TU MUITO SOFRIAS.
EU SOU LÍRIO, MAS TU ÉS A CLARA NATUREZA,
MULHER QUE TOMA CONTA DE TODO MEU ESTADO,
QUE EM LÁGRIMAS DE EMOÇÃO CHORAS AO MEU LADO,
E COM CARINHOS E BEIJOS ME APALPA COM TUA BELEZA.
ÓH VERSOS! TU QUE SABES O QUE É O AMOR DADO
DE TODA NATUREZA BELA, AMADA E FORMOSA,
ESTÁS A VER A GLÓRIA DE DEUS MARAVILHOSA,
QUE O AMOR AO TOCAR-ME DEIXA TEU SEIO  COLADO.
MULHER TU ÉS O RECANTO DE MEUS PRESENTES DIAS
EM QUE POSSO AÍNDA JOVEM FAZER MUITA NOÇÃO,
PORQUE  SINTO SAUDADE DO BOM PASSADO EM COMOÇÃO,
PORQUE AMANHÃ VELHO E CANSADO VIVEREI DE  NOSTALGIAS.
POESIA FEITA EM HOMENAGEM AO ANIVERSÁRIO DE
MINHAS AMIGAS, AMANTES E COMPANHEIRAS DA ÉPOCA.
E TAMBÉM POESIA EM HOMENAGEM AO DIA DA MULHER.
PAULO ROBERTO SCHONROCK - 1985  
19/06/2009 13:01
De: PAULO ROBERTO SCHONROCK
IP: 200.203.179.67

EM HOMENAGEM AO DIA DA MULHER

O TEU LÍRIO
EU, MULHER, SOU COMO EM CAMPO UM LÍRIO
ONDE TU PODES SENTIR TODO O ESPLENDOR
DE TODOS MEUS SENTIMENTOS A TI COM CALOR
E DE TI A MIM EM ESCRAVO DELÍRIO.
SE A TUA FORMOSURA TE TORMENTARIAS,
TORMENTASTE-IA TU A MIM COMOVENTE
PORQUE DESPREZAR O PURO SER É INCOERENTE
E MUI  IMPACIENTE TU SEM EU SOFRERIAS.
SE É QUE TE AFLIGES, MULHER EM SABER
QUE OUTRO QUALQUER NÃO TEM O QUE TENHO
SENÃO PARA TI SERIA MARAVILHOSO DESENHO
DO LÍRIO  QUE TEUS OLHOS NÃO PODEM DETER.
E O LÍRIO QUE PODES VER AGORA NASCER
PRO TEU CORAÇÃO TRISTE E SOLITÁRIO
SOU EU, VINDO COMO NO TEU ANIVERSÁRIO
COMO UM PRESENTE QUE TENS EM MERECER.
ENTÃO, SERÁS COMO ABELHA NESSA HORA
ATRAÍDA AO PÓLEN COM INFINITA ALEGRIA,
DE TRISTEZA E SOLIDÃO NÃO MAIS SOFRERIAS,
E O FAVO NÃO ABANDONA E NEM VAIS EMBORA.
LÍRIO, FLOR GRANDE, BELA , RARA, E  FORMOSA,
PARA TI  NASCE EM IMPORTANTE E LINDA FLOR,
E TU VAIS A ELE COM MUITO AFETO E AMOR,
E ELE A TI DARÁ A EMOÇÃO ESTRONDOSA.
ÓH MULHER! ENXERGO A TRISTEZA QUE SENTIAS
EM SABER DE TUAS LÁGRIMAS MULHER  QUERIDA
QUE ESTAVAS COM ALGUÉM, MAS PERDIDA
E COM ESSE ALGUÉM SEM AMOR TU MUITO SOFRIAS.
EU SOU LÍRIO, MAS TU ÉS A CLARA NATUREZA,
MULHER QUE TOMA CONTA DE TODO MEU ESTADO,
QUE EM LÁGRIMAS DE EMOÇÃO CHORAS AO MEU LADO,
E COM CARINHOS E BEIJOS ME APALPA COM TUA BELEZA.
ÓH VERSOS! TU QUE SABES O QUE É O AMOR DADO
DE TODA NATUREZA BELA, AMADA E FORMOSA,
ESTÁS A VER A GLÓRIA DE DEUS MARAVILHOSA,
QUE O AMOR AO TOCAR-ME DEIXA TEU SEIO  COLADO.
MULHER TU ÉS O RECANTO DE MEUS PRESENTES DIAS
EM QUE POSSO AÍNDA JOVEM FAZER MUITA NOÇÃO,
PORQUE  SINTO SAUDADE DO BOM PASSADO EM COMOÇÃO,
PORQUE AMANHÃ VELHO E CANSADO VIVEREI DE  NOSTALGIAS.
POESIA FEITA EM HOMENAGEM AO ANIVERSÁRIO DE
MINHAS AMIGAS, AMANTES E COMPANHEIRAS DA ÉPOCA.
E TAMBÉM POESIA EM HOMENAGEM AO DIA DA MULHER.
PAULO ROBERTO SCHONROCK – 1985
Seu IP: 54.224.202.224 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)