Tire suas dúvidas sobre aposentadoria através deste Fórum. -> Aposentadoria Especial; -> Aposentadoria por Idade; -> Aposentadoria por Tempo de Contribuição; -> Aposentadoria de Professor; -> Amparo Assistencial ao Idoso; -> Pensão por Morte.

Tags: professor servico tempo especial idade inss aposentadoria previdencia
04/08/2009 22:26
De: Juarez de Andrade
IP: 189.83.172.64

Reconhecimento da atividade de professor

Prezados Amigos,
Gostaria que me ajudassem a elucidar algumas dúvidas. Sou professor da educação básica (Professor de física) há 30 anos completados no dia 01 de agosto passado. Iniciei minhas atividades em 01 de agosto de 1979 lecionando física na segunda série do ensino médio no Colégio dos Jesuítas de Juiz de Fora MG onde, trabalhei até dezembro de 1995. Em janeiro de 1996 passei a trabalhar como professor e coordenador no Instituto Granbey da Igreja Metodista escola que trabalho até hoje.  Recentemente entrei com pedido de contagem de tempo no INSS. Foi aí que comecei a me depara com alguns problemas. no dia 24 de abril de 2008 resolvi a fazer a contagem e tempo. Após 6 meses 24 de outubro de 2008 recebi a carta do INSS dizendo que meu tempo de contribuição era de 27 anos 05 meses e 03 dias. Pelos meus cálculos seria 28 anos 8 meses e 24 dias. Depois de muito pesquisar descobri que na contagem de tempo feita pelo INSS não computaram o seguinte intervalo de tempo:
01 de agosto de 1979 a 31 de dezembro de 1979 -> 04 meses
o ano de 1981 todo -> 01 ano
Motivo que deduzi: iniciei, como disse, minihas atividades como professor em agosto de 1979 só que nesta época eu não era formado. Estava no 5. período do curso de física da UFJF. Me formei em 1983 Bacharel e Licenciado. Durante este período sempre tive autorização para lecionar pela SRE/MG. Quando fui obter o documento junto a superintendência de ensino não conseguiram encontrar a atorização dada nos períodos mencionados. Segundo alegaram não sabem explicar o não registro. O mais curioso e inconsistente deste documento que me forneceram é que mesmo depois de formado continuei a receber autorizações para lecionar isto é, até 1986. Uma verdadeira contradição.
Mesmo apresentando minha carteira de trabalho claramente me declarando professor do ensino médio, Perfil profissiográfico ecomprovando o recolhimento de todas as contribuições inclusive para o sindicato dos professores me tiraram 1 ano e quatro meses.
Descobri que se basearam na instrução normativa 11 art. 132.
Gostaria de saber se a carteira de trabalho e a declaração do meu antigo empregador não valem nada ?
Se a SRE/MG não tem mais estes registros o que farei para provar o que já está mais do que provado ?
Será que terei que entrar na justiça federal ?
Agradeço a ajuda.
Juarez - Juiz de Fora / MG
18/09/2013 15:52
De: alvaro
IP: 187.52.46.156

Aposentadoria

 
         Boa tarde, tenho 48 anos de idade, trabalho desde 18/12/1978, deste tempo dez anos(1978 à
1989) foram de trabalho insalubre,`a quatro anos pago INSS pelo valor máximo.
           PERGUNTAS:
           É possível me aposentar pela lei antiga(35 anos de serviço e media dos últimos 36 meses)?
           
           Consigo averbar o tempo insalubre?
           
           De 1994 à 1996 paguei carne INSS mesmo com carteira assinada, este tempo também conta?
           Desde já agradeço.
17/04/2012 08:22
De: Bordoni Aposentadoria
IP: 201.92.16.8

Aposentadoria - Serviços profissionais com rapidez e segurança!

Já está na hora de se aposentar?
Serviços profissionais com rapidez e segurança!
BORDONI APOSENTADORIA
Site: www.bordoni.com.br | Blog: www.bordoniaposentadoria.blogspot.com.br Tel.: (11) 4063-2035 | São Paulo/SP

Certamente há muito tempo você esperou por esta hora: de merecer um descanso por ter trabalhado duro na vida. Esta hora chegou. E nós, da Bordoni Aposentadoria, temos tudo o que você precisa para se aposentar. Deixe que nós cuidamos de toda a burocracia.

Regras básicas:

- Aposentadoria por idade
Regra geral: homem 65 anos de idade e mulher 60 anos de idade, em ambos os casos 15 anos de contribuição.

- Aposentadoria por tempo de contribuição
Regra geral (integral): homem 35 anos de contribuição e mulher 30 anos de contribuição, em ambos os casos não há idade mínima.

- Aposentadoria especial (insalubre)
Regra geral: 15, 20 ou 25 anos de efetiva exposição aos agentes nocivos químicos, físicos, biológicos ou associação de agentes prejudiciais.

- Aposentadoria de professor
Regra geral: professor 30 anos de contribuição e professora aos 25 anos de contribuição, em ambos os casos efetivo exercício em função de magistério na educação infantil, no ensino fundamental ou no ensino médio.

- Amparo Assistencial ao Idoso – LOAS Idoso
Idoso: 65 anos de idade ou mais, não receber nenhum benefício previdenciário, ou de outro regime de previdência e renda mensal familiar per capita seja  inferior a ¼ do salário mínimo vigente.

- Amparo Assistencial ao Idoso – LOAS Deficiente
Deficiente: impedimentos de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, necessário avaliação médico pericial e, renda mensal do grupo familiar per capita seja inferior a ¼ do salário mínimo.

- Pensão por morte
Para concessão de pensão por morte, não há tempo mínimo de contribuição, mas é necessário que o óbito tenha ocorrido enquanto o trabalhador tinha qualidade de segurado ou tenha cumprido requisitos
para aposentadoria.

Experiência é tudo!
Como é bom ter experiência não?
Pois nós, da Bordoni Aposentadoria, temos mais de 20 anos de experiência no ramo. Já realizamos diversos tipos de serviços para as mais variadas pessoas.

Deixe tudo por nossa conta.
Retiramos todos os documentos necessários nas empresas que trabalhou como empregado. Se você foi autônomo e / ou empresário retiramos também os documentos nos órgãos necessários (Junta Comercial, Cartórios, etc).

Casos complicados?
Somos especialistas em resolver.

Antes de iniciarmos qualquer dos processos acima, realizamos a TRIAGEM, pois é através da mesma que saberemos se você tem direito ao beneficio pleiteado e as regularizações que deverão ser tomadas antes (ou até mesmo durante) de darmos entrada no beneficio.

Consulte-nos:
BORDONI APOSENTADORIA
Site: www.bordoni.com.br | Blog: www.bordoniaposentadoria.blogspot.com.br Tel.: (11) 4063-2035 | São Paulo/SP

Realizamos parcerias com Associações, Asilos, dentre outros.

Dicas sempre úteis:
1) Guarde bem a sua carteira de trabalho
2) Fique atento aos seus direitos como cidadão
3) Consulte um profissional. Não se aposente com menos
4) Nunca deixe de ser segurado da Previdência Social
5) Pratique exercícios físicos, caminhadas, esportes leves.
6) Cuide bem da sua saúde
Dúvidas ou maiores informações entre em contato conosco:
Tel.: (11) 4063-2035 | Site: www.bordoni.com.br
Atenciosamente,
BORDONI APOSENTADORIA
Tel.: (11) 4063-2035 | E-mail: contato@bordoni.com.br
Site: www.bordoni.com.br | Blog: www.bordoniaposentadoria.blogspot.com.br
28/08/2013 17:13
De: dalton slongo
IP: 187.95.117.201

Regime juridico

fui medico do antigo inamps(minsterio da saude) de 1977 a 1991.Contribui para o regime proprio e para o regime geral com contribuinte individual. O INSS me enviou uma notificação dizendo que isso não pode.
Está certa a decisão do INSS?
29/09/2009 17:32
De: Eloisa Helena de Faria
IP: 187.24.231.42

Aposentadoria

Prezado senhores
Quero saber se minha contagem de tempo de serviço como professor da rede estadual conta para minha aposentadoria no inss.
Atenciosamente
Aguardo contado.
20/01/2013 20:39
De: itamar pereira de andrade (andradeitamar@ymail.com)
IP: 189.12.32.179

DUVIDA APOSENTADORIA

SENHORES,
pERDÍ UM CARNÊ DE CONTRIBUIÇÃO AO INSS QUANDO ERA AUTÔNOMO (UM ANO). QUE POSSO FAZER
PARA COMPROVAR ESSE TEMPO PARA ME APOSENTAR?
GRATO
19/06/2012 13:32
De: Bordoni Aposentadoria (bordoniaposentadoria@gmail.com)
IP: 201.92.18.97

Re: Carência Aposentadoria por idade

Prezado Schayene,
Para efeito de carência só vale o pagamento mês a mês, ou seja, são consideradas apenas as contribuições pagas em dia.
Acesse nosso site: www.bordoni.com.br
Bordoni Aposentadoria
28/12/2010 20:16
De: Raimundo (raimundojr@yahoo.com.br)
IP: 189.73.47.228

Preciso de informações sobre aposentadoria, ainda estou trabalhando...?

Preciso de informações sobre aposentadoria, ainda estou trabalhando...?
Olá. bem resumo para terem uma ideia do caso.
Hoje trabalho, e meu segundo emprego de carteira registrada.
Tenho 36 anos, sofri de uma doença que atacou meus nervos periféricos, mãos e pés, mas nos pés.
Hoje, apos 4 anos de atividades na empresa atual, me sinto mas fraco, devido as sequelas da doença.
Mesmo na ativa, queria me prevenir quanto a a minha vida profissional.
Como proceder para dar entrada numa aposentadoria, se é que tenho direto devido a doença, é visível que apos muitos trabalho com informática, tenho mas dificuldades que tinha antes, agora sou muito leigo assunto, nem sei por onde começar e procurar isso.
Aguem pode me ajudar.
Paz, fiquem com Deus.
28/03/2016 14:10
De: Carlos Augusto Monteiro Sobrinho
IP: 189.88.144.2

Aposentadoria

Dei entrada em minha aposentadoria em 28/08/2014, 38 anos de contribuição e 54 de idade.
O INSS negou, o tempo de aluno aprendiz e o tempo especial
declarado no meu PPP fornecido pela empresa, fui a justiça e ainda não saiu o resultado.
Já tenho 40 anos de contribuição e vou completar 56 de idade.
Se o resultado na justiça for favorável posso me aposentar
escolhendo a nova  regra 95?Já que eu não saquei FGTS, PIS e etc...
06/07/2012 11:24
De: Bordoni Assessoria (contato@bordoni.com.br)
IP: 201.92.12.70

Auxílio-Doença

Infelizmente, é comum que trabalhadores sem condições físicas de exercer sua atividade laborativa sofram ao ver seu pedido de auxílio-doença negado injustamente pela Previdência Social, justamente no momento em que mais precisavam do benefício.
Para minimizar as chances de ver seu pedido de auxílio-doença negado prepare com antecedência a documentação que irá levar na perícia-médica, leve consigo:
- seus documentos pessoais originais;
- sua carteira de trabalho (atualizada);
- todos os documentos médicos que possuir (laudos e receitas médicas);
- peça ao médico que lhe acompanha um atestado médico que contenha seu estado clínico e que neste
laudo conste sua incapacidade para o trabalho.
Atenção: Não confunda enfermidade com incapacidade para o trabalho.
O fato de você estar doente, não quer dizer necessariamente que você esteja incapacitado para o trabalho.
Mas se você realmente estiver sem condições de exercer sua atividade profissional faça valer seus direitos. Se seu benefício for negado na esfera administrativa, ingresse com uma ação judicial.
Atenciosamente,
Bordoni Assessoria: Serviços Completos para a Sua Aposentadoria Site: www.bordoni.com.br
Seu IP: 54.80.248.78 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)