Nessa primeira parte gostaria de destacar a importância dos softwares Livres e, principalmente, o que já vem ocorrendo em grande escala por empresas em toda parte do mundo, que é o integrado freeware da Sun, o Open Office ou BrOffice. Este produto tem surpreendido à todos pela qualidade e segurança, bem como a confiabilidade das organizações de todas as partes que se dedicam em sua avaliação, aperfeiçoamento, tradução e disponibilização. De fato, o Open Office já merece um destaque no cenário de grandes empresas e cada vez mais adeptos se unem em sua propagação. No Brasil a maioria dos órgãos governamentais, instituições de ensinos e pequenas empresas passaram a adotá-lo com ferramenta de trabalho. Não apenas por ser livre, mas pela segurança e compatibilidade com o principal concorrente da Microsoft, o Office. Gostaria de abrir esse fórum com um alerta aos empresários, gerentes de TI e consultores em tecnologia, que ainda relutam em não experimentar esse produto em seus departamentos e clientes, simplesmente porque trata-se de um software gratuito. É verdade que muito sen fala dos softwares grátis, que não tem continuidade, não tem suporte, corre-se o risco de ficar sem nada e não ter a quem recorrer. O integrado da Sun Open Office não se enquadra nessa categoria, pois já são milhares de usuários em todo o mundo e existem milhares de profissionais que dão suporte, além de respeitadíssimas instituições públicas e privadas que garantem sua distribuição, de uma forma organizada e segura. Não tenho um número real, mas acredito que 90% de todos os documentos e planilhas criados no mundo devem ter o padrão .DOC e .XLS, que são gerados em sua forma original pelo integrado da Microsoft. A troca de informações entre clientes, fornecedores, instituições e tudo que acontece no mundo virtual, certamente tem anexado um arquivo .DOC ou .XLS ou talvez compactado em um .ZIP qualquer. O custo para uma empresa manter suas documentações nesse padrão é muito alto, podendo chegar a mais de R$ 100.000,00 por ano, dependendo da quantidade de computadores. Enfim, um custo absurdo, onde a maior parte dos recursos acabam indo para fora do país . O integrado da Sun, Open Office é diferente dos demais softwares livres, pois permite que a empresa mantenha o mesmo padrão, com plena compatibilidade, com o custo zero, inclusive para treinamento de seus funcionários e colaboradores, pois a interface é amigável e de fácil entendimento. A grande vantagem de se experimentar total ou parcialmente o Open Office é que as informações continuarão sendo trocadas entre todos na empresa, no mesmo padrão, sem incompatibilidade. A empresa que optar por instalar o Open Office, além de obter suporte facilmente, poderá enviar e receber arquivos com padrão .DOC, .XLS, .PPT para clientes e fornecedores, sem o risco de os mesmos não poderem ser lidos. Ferramentas do tipo GED (Gerenciador de Documentos), já se mobilizaram, como é o caso do MC_DOC, e permitem que os clientes possam utilizar tanto o Microsoft Office, quanto o Open Office, de forma independente para documentos ou planilhas, sem a necessidade de qualquer tipo de conversão, lendo o que já existe na empresa e disponibilizando na rede para todos acessarem. Enfim, gostaria que a comunidade postasse neste fórum suas opiniões e experiências, na tentativa de acabarmos um pouco com certos monopólios e garantirmos aos que pretendem migrar para ferramentas livres uma tranqüilidade, sem medo de perdas ou problemas futuros. Nada contra os sistemas integrados pagos que existem, como o Microsoft Office, Lotus Smart Suite, entre outros, mas é que a interface da Sun, o Open Office, realmente surpreende por sua qualidade, segurança e, o que é mais importante para qualquer gerente de TI, progressividade e continuidade. Cada vez mais são criadas comunidades, não apenas do BrOffice (Brasil), mais de todas as versões no mundo inteiro. Se houver uma mobilização para os softwares livres,, certamente os custos dos produtos pagos recuarão muito, porque hoje as diferenças entre os custos com softwares e hardwares são alarmantes, absurdas e abusivas. De que adianta tanto incentivo dos governos na redução dos impostos para adquirirmos computadores novos com preços baixos, se para ficarmos na legalidade, com um bom sistema para criação de documentos, planilhas, páginas e outras atividades, temos que desembolsar várias vezes o valor do computador. Na parte II desse fórum, pretendo falar um pouco sobre servidores livres, principalmente o Linux e sua grande vantagem em relação aos concorrentes pagos. Um grande abraço a todos.

Tags: open shareware
16/10/2009 10:20
De: Marcia Magalhães
IP: 200.216.152.120

Solução para software pago

Bom dia!
Gostaria de receber sugestões sobre quais os softwares pagos que tem solução com software free, alem dos mais conhecidos Windows X Linux e Office X Openoffice.
Aguardo resposta,
Marcia
Seu IP: 54.80.60.91 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)