Este fórum fala sobre sobre as leis de apoio ao potador de lúpus. Como é sabido por todo lúpico, estes tem serias dificuldades de locomoção e pratica de esforço fisico pesado, visto o acometimento osseo que é parte do desenvolvimento da doença. Como já revirei a web atras de informações, e acho de extrema importancia para os lúpicos, estou criando este fórum em busca de informações, pois os sites médicos não informam quanto as leis, apênas mostram os casos extremos.

Tags: direitos apoio especiais led leis portadores les
27/05/2008 13:43
De: katie
IP: 189.46.46.213

Lupus

ola;gostaria muito e com uma certa urgencia da respsta;descubri que  tenho lupus a um mes trabalho dentro de um hospital na recepcao do prnto socorro descobri a lupus apos ter tido um AVCI dentro da empresa agora sei que estao esperando dar os trintas dias para me mandar embora pois fiquei afastada seis meses como descobri dentro da empresa gostaria de saber meus direitos e se posso continuar a trabalhar de frente para o pvo doente ja que voltei a trabalhar a mais de uma semana e ja peguei gripe por favor gostaria muito da ajuda de vcs agradeço desde ja
24/01/2009 20:58
De: José Carlos Owczarzak
IP: 187.5.44.6

Portadora de Lúpus

Gostariamos de saber se algum advogado poderia nos informar, pois minha esposa tem 75 anos é portadora de Lúpus, nunca contribuiu ao INSS, a mesma esta em estado bem debilitada,  com muitas restrições de locomoção, dependendo sempre dos cuidados de alguém e com nefrologia bem aguda. Gostaria de saber se a mesma tem alguma possibilidade de receber um auxílio doença ou aposentadoria por invalidez. Desde já agradeço a sua atenção e aguardo sua resposta com a maior brevidade possível.
Atenciosamente José Carlos Owczarzak
11/05/2008 18:55
De: Ivete Alves dos Santos
IP: 189.63.153.110

Re: Resposta a Maurício de Moraes Correa

Tenho Lúpus, descoberto há dezoito anos porque os rins estavam perdendo função. Fiz tratamentos a base de corticóides e também pulsoterapia. Tenho um filho lindo de 4 anos graças a um médico que me disse que corremos riscos a toda hora, se atravessarmos a rua podemos ser atropelados mesmo com todo o cuidado, logo correr o risco de termos filhos é não deixar de acreditar em nosso potencial. Durante a gravidez tive acompanhamento de 8 médicos e o parto teve de ser de 33 semanas, mas correu tudo bem. Fiz um transplante renal em 2006 e agora estou ótima. Meu filho é lindo e hoje dia das mães não me arrependo de ter corrido o risco.
24/07/2008 09:39
De: Claudia Balbino Ghiraldi
IP: 201.68.78.247

A ESPERA DO MILAGRE

NA VERDADE ACHO QUE TODOS NÓS PROCURAMOS A MESMA COISA ¨VIVERMOS BEM¨. SEM DORES, SEM PRECONCEITOS, TRABALHANDO, SE GOSTANDO NOVAMENTE, PORQUE ATÉ A NOSSA ALTO ESTIMA VAI POR ÁGUA ABAIXO.
EU MUITAS VEZES TENHO MOMENTOS NOSTÁLGICOS DE SAUDADE DA MINHA JUVENTUDE, ONDE TINHA TANTA VITALIDADE E DISPOSIÇÃO. ONDE ESTÁ TUDO ISSO? SE PERDEU EM RÉMÉDIOS, CIRURGIAS, IDAS E VINDAS DE INTERNAÇÕES!!!!
SÓ PEÇO UMA COISA A VCS, NÃO PERCAM A FÉ , NÃO IMPORTA QUAL SEJA SUA RELIGIÃO, SUA CRENÇA, NÃO PERCA A FÉ , ACREDITE DIA APÓS DIA QUE O MILAGRE PODE ACONTECER EM NOSSAS VIDAS. NÓS JÁ SOMOS UM MILAGRES POR TUDO QUE SUPORTAMOS. NÃO ESTAMOS SOZINHOS, NÃO SE SINTA SOZINHO!!
VAMOS CONTINUAR LUTANDO POR NOSSOS DIREITOS , E MESMO QUE SURJAM DORES E O DESÂNIMOS , LEVANTAREMOS DESSA QUEDA E CONTINUAREMOS LUTANDO COM FÉ E ESPERANÇA
A TODOS OS PORTADORES DE LUPUS:
PAZ E BEM!!!!!!!!!!!!
29/09/2011 00:34
De: renata isabel proença (renataisabelproenca@hotimail.com)
IP: 189.10.69.6

Re: Lei para aposetadoria por invalidez para pessoas portadoras de lupús com artrite e osteonecrose

o servidor publico portador de epilepisia , lupus e artrite reumatoide tem o mesmo direito que o servido publico portador de cancer, aids,...., são doença tambem incuravel no caso da epilepisia ainda que controlada com remedio o doente vai trabalhar dopado o chefe não é medico não entende e acha que o funcionario não quer trabalhar, ai vem a discriminação fulano é preguisoço ou esta babando,  e quando o funcionario tem uma crise os comentarios sem fim ou piadas, lupus a maioria pensa que é contagiosa,nossa vida e dificil; sentimos abandonados pelo poder publico
24/04/2009 21:59
De: rosa maria barbosa
IP: 201.53.189.228

Direitos

Tenho Lúpus (LES)  há 15 anos.
Gostaria de saber se  já temos direito a algum benefício?
A cada dia que passa venho, apesar de estar tomando os remédios, somando algumas deficiências físicas, em função do corticóide. A glândula Tireoide já não funciona tão bem (faço uso de Puren T4), a Supra Renal, idem, (corticoide sintético), osteoporose (resultado de tanto corticoide), tenho pressão alta, controlada, (moduretic 25 mg), resultado de corticoide, pressão alta na vista, também fruto do corticoide.
Hoje, estou com 50 anos. Tenho preocupação com o mais tarde.  
25/04/2009 10:20
De: Maria de Fatima Vieira
IP: 189.113.40.67

Isençao

Tenho Nefrite cronica e faço hemodialise (já fiz diálise peritonial), tenho isença na compra de automóvel? Quanto ao IRPF da Receita Federal, já fui isenta. Grata Maria
09/03/2009 20:30
De: Mauricio de Moraes Corrêa
IP: 187.16.241.5

Re: Re: Auxilio-doença LUPUS

Você pode requerer o auxílio-doença e escolher a Agência da Previdência Social onde deverá comparecer para fazer a avaliação médico-pericial.
Para efetuar o requerimento você deve informar:
  * NIT - Número de Identificação do Trabalhador (PIS/PASEP/CICI), Nome completo do(a) requerente, nome completo da mãe e data do nascimento;
  * Indicar a categoria do trabalhador, se contribuinte individual, facultativo, trabalhador avulso, segurado especial (trabalhador rural), empregado(a) doméstico(a), empregado(a)  e desempregado(a);
  * Data do último dia de trabalho no caso do (a) empregado(a), CID constante do atestado médico que gerou o afastamento e CNPJ da Empresa;
  * CPF e Nome do Empregador no caso de Empregado(a) Doméstico(a).
  * Atenção, verifique se o endereço que consta em nosso banco de dados está correto.  Caso contrário, ligue para a Central 135 e atualize seu cadastro antes de requerer seu benefício, pois toda documentação será enviada no endereço cadastral que consta em nosso banco de dados.
06/10/2009 21:21
De: Mauricio de Moraes Corrêa
IP: 187.16.241.2

Re: Parabéns pelo Forum

Seja bem vinda ao fórum.
O criei pois também não tinha (na verdade não tenho) as informações para podermos lutar por nossos direitos, mas continuamos a procura e a cada dia nos adpatando a nossa realidade de vida.
Mas apesar dos pesares, não perca o bom humor pois piora as coias, meeeesmo. Nós Lúpicos temos maiores chances de cair em depressão pois a doença afeta a nossa percepção da vida e do mundo a nossa volta.
Um grande abraço e "a luta continua" (Sempre quis falar isto. rsrs)
20/07/2015 23:53
De: Rose (roseescudeiro22@gmail.com)
IP: 177.80.175.41

ABRALES

Vcs  teriam informações quanto ao projeto de lei para isenção de desconto de imposto de renda aos portadores de lúpus
14/12/2010 19:51
De: Cintia Cardoso
IP: 187.116.59.248

Re: Lupus eritematoso sistemico


Olá,
Oi eu me chamo Cintia e também tenho Lúpus, estava lendo sua mensagem e me identifiquei com vc porque também sou adventista do sétimo dia.
gostaria de manter contato contigo, pois acredito que quando temos os mesmos principios e por ironia da vida temos a mesma doenç, seria muito legal!!!!
Espero sua reposta!!!
Cintia
17/04/2008 21:59
De: Mauricio de Moraes
IP: 172.50.0.18, 200.164.162.234

Re: Lupus discoide e aposentadoria

É com pesar que digo:
-'Bem vinda ao clube dos lúpicos que sofrem com o preconceito.'
Em mim o Lúpus se apresentou quando tinha 17 anos, nesta época não tinha experiência profissional e as pessoas me olhavam de forma esquisita, sempre arrumavam uma "desculpa muito boa" para não me dar uma oportunidade, inclusive sempre me diziam:
-'Vai passnado quando tiver algo lhe falamos'
Hoje tenho 28 anos, não tenho experiêcia profissional comprovada em carteira e "continuo esperando estas pessoas me chamarem".
Nós portadores de Lúpus temos um problema sério, somos portadores de nescessidades espéciais, mas em casos iniciais além das manchas no rosto e das dores (que ninguêm vê, e no meu caso as pessoas chamavam de preguiça, má vontade), somos normais. Não nos falta nada, não falta perna, braço ou usamos cadeira de rodas, então as pessoas não nos levam a sério e acham que estamos sendo desonestos em relãoção as nossas dificuldades.
Na ultima entrevista que fiz o entrevistador me perguntou se o que tinha era contagioso.
Inclusive já me perguntaram se eu tinha Cancer ou AIDS.
É com imenso pesar que lhe digo:
Bem vinda ao clube das pessoas que sofrem preconceito.
A dor não é evolução, é normal.
Seu IP: 54.82.99.24 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)