Preciso de um Modelo de Peticao de contestacao de alimentos, mas em favor da genitora.se alguem tiver m mande nan_238@hotmail.com Tks

Tags: familia direito pa
17/06/2011 18:10
De: LUIZ HENRIQUE FREITAS DE AZEVEDO (lhfazevedo@hotmail.com)
IP: 187.108.128.200

Re: Ação de Oferecimento de Alimentos c/c Regulamentação de Visita

O pai tenta pagar pensão para sua filha menor de 3 anos sem que tenha sido fixado em juízo, porém, a mãe se nega receber e nem informa número de conta bancária, para que o pai possa depositar e, impede que este possa exercer seu direito de visita. O casal está separado de fato há cerca de 06 meses.
Se possível gostria de receber modelo petição de Ação de Oferecimento de Pensão Alimentícia c/c Regulamentação de Visita.
Atenciosamente,
Luiz Henrique.
10/05/2010 14:48
De: Luana
IP: 201.19.17.56

Ação de Oferecimento de Alimentos c/c Regulamentação de Visita

O pai deposita na conta da mãe da sua filha uma quantia exata, referente a pensão alimenticia da filha, sem que nada tenha sido fixado em juízo. Nesse período o pai estava recebendo seguro desemprego.
Hoje, ele trabalha sem carteira assinada e gostaria de estar reduzindo o valor depositado todo mês!
Os seus pais, avos da menina, pagam o plano de saúde.
É possível que esse valor seja reduzido, sem que os avos ou até mesmo o pai fique responsável pelo plano de saúde?? Apenas se responsabilizando pelo valor da pensão??
Se for possível! Gostaria de receber um modelo de uma petição inicial de oferecimento de alimentos c/c regulamentação de visitas.
Obrigada desde já!
05/04/2010 18:26
De: Nilce
IP: 201.92.5.178

PENSÃO

Olá Colega,
Gostaria de obter uma orientação sua. Fui procurada por uma mãe de um jovem de 20 anos, que aos 11 anos de idade sofreu um acidente de transito grave, tendo como condutor o proprio pai. Deste acidente ficaram sequelas, mas a mais grave é a esquisofrenia. O pai, já separado da mãe deste a época do acidente, paga pensão até hoje (33%) e disponbiiza também um seguro saúde para o filho. Ocorre que o seguro saúde não cobre as internações que são necessárias em época de crise do filho. O pai auxiliou financeiramente até onde pode, mas alega não dispor mais de recursos financeiros para tal.
Há uma ação de Indenização proposta à epoca dos fatos em São Paulo, mas segundo esta mãe - ao telefonar para a advogada, não recebe retorno das ligações.
Consultei o TJ e vi que o filho não compareceu à data da perícia no IMESC, marcada judicialmente. E noutra ocasião, atrasou-se demais prejudicando a perícia.
O que parece, na verdade, é que a advogada advertiu-os quanto à ausência desta perícia, mas que não houve comprometimento, não acha?
Como o rapaz é agressivo e ja tentou até cometer atos de violência contra a mãe, imagino que ela não tenha conseguido levá-lo à pericia na data marcada.
Mas o processo está seguindo com esta advogada.
Porém a pergunta é: É possivel atribuir uma obrigação maior ao pai (além dos 33%) por motivo de necessidade para tratamento do filho?
Frise-se que o pai já comprou e quitou um apartamento para mãe e filho, onde moram atualmente.
Agradeço a atenção desde já
Sds
Nilce T. Pellegrini
19/03/2011 17:46
De: solange maria goldner
IP: 201.78.130.237

Pensão alimenticia

Gostaria que me ajudasse em uma ação de alimentos onde o pai pretende pagar a pensão somente em alimentos,desde que soube que sua ex-mulher vem gastando o dinheior depositado em outras coisa que não seja em benficio do filho,ou seja vem comprando coisas que não satisfaz o filho,como:computador.vestidos,e muito mais.Desde ja agradeço.
05/05/2010 14:58
De: Rosemary Baptista Nunes
IP: 200.101.49.234

Pedido de pensão alimenticia feita a mim por minha mãe.

Sou funcionaria publica no df há 18 anos ,meu pai militar do corpo de bombeiros do DF faleceu em 2005 quando minha mãe passou a receber a pensão vitalicia de 9.800 reais.Em 2009 fui chamada no CBMDF sendo informada que como a unica filha mulher tal pensão seria dividida entre minha mãe e eu e que desde  a época do falecimento do meu pai isto já deveria ter acontecido.Comecei a receber em março de 2009.Enviava para minha mãe sempre algum dinheiro tendo somado até hoje 16 mil reais enviado.Em setembro de 2009 para de enviar pois a mesma me falou que iria requerer pensão alimenticia pois havia contraido varios emprestimos, alegando mentirosamente que tais emprestimos foram para mim.Ressalto que há possibilidades de provar atravéz da conta bancaria e movimento dela que ela está mentindo.A mesma teve 01 imovel no DF e 03 no RJ vendendo todos e hoje se encontra morando de aluguél,meu pai com vida ainda não pode fazer nada com relação algumas vendas dos imóveis pois havia tido 2 derrames e já não se encontrava lucido.Tenho comprovantes de depositos bancários como citei no início do dinheiro que mandei pra ela,ela tem 76 anos e  usou a lei 10.741/03 a lei 5.478/68 para abrir a ação.Gostaria de saber qual atitude tomar pois ela mandou avisar que a audiencia será no RJ 01/09/2010 as 15:00.Posso contestar??? Como??? Aguardo resposta
07/08/2012 20:40
De: Ivany Costa
IP: 187.57.124.115

Contestação


Boa noite!
Solicito à Vossa Senhoria um modelo de contestação à ação de oferecimento de alimentos por parte do pai.
Impetrei com  ação de alimentos em prol do menor, representado pela genitora, e o pai, foi mais rápido, interpôs a ação para ofertar alimentos com valor irrisório de 20% do salario minimo.
Alega o pai que trabalha como autônomo de serviços gerais , auferindo rendimentos mensais de R$ 400,00  
(quatrocentos reais)residindo ainda com os pais.
Tenho apenas cinco dias para contestar.
Desde já agradeço
Dra. Ivany
Seu IP: 54.198.37.200 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)