Insite Soluções Internet
Canais  >> Saúde
Criar novo fórum     Gerenciamento     Painel de Controle     Minimizar
Auto-hemoterapia (relate sua experiência) (24300 mensagens)
Este fórum visa trocar experiências sobre a auto-hemoterapia. Se vc já fez ou está fazendo AH relate aqui os seus resultados. A divulgação dessas experiências é que irá tornar esse tratamento mais confiável, já que a AH é muito criticada pelos médicos tradicionais, por falta de resultados consistentes e por não existirem pesquisas cientificas que comprovem a sua eficácia. Aliás, será que existe interesse deles nessa terapia tão barata? Portanto, os resultados consistentes de que os médicos tanto necessitam para prescrever esse tratamento poderá ser obtido neste fórum, através de cada relato, o que espero seja sempre positivo. Entretanto, é muito importante deixar claro que não prescrevemos o tratamento de auto hemoterapia a ninguem porquanto não somos médicos. Repita-se, este fóroum visa apenas a troca de experiências de pessoas que estão se submetendo a esta terapia, seja por opção própria, seja por prescrição de alguém. Muitas pessoas perguntam se a auto hemoterapia serve para as doenças que lhes acometem, as quais são imensamente variadas. As resposta a essas perguntas são dadas por pessoas que já estão se submetendo ou por pessoas que assistiram ao vídeo do Dr. Luiz Moura e, daí, respondem às dúvidas aqui apostadas. Porém, tenham em mente que estas respostas não sao dadas por um médico, devendo ser recebidas apenas como troca de informação e jamais como uma real prescrição médica. . .........................................................................................................................................................................................................................................OBS>>> ESTE FÓRUM FOI CONFIGURADO PELO ADMINISTRADOR DE FORMA QUE TODAS AS MENSAGENS SEJAM APROVADAS AUTOMATICAMENTE. QUANDO ELAS FICAM AGUARDANDO A APROVAÇÃO, É POR PROBLEMA DE MAU FUNCIONAMENTO DO SITE E NÃO POR VONTADE DO ADMINISTRADOR.
Fórum criado em 21/11/2006 por mazocoli
Popularidade: 14589
Tags:
Assinar este forum via:
[RSS/Atom]     [E-mail]
Enviar mensagem          Ler mensagens

Links Eventos
Não há eventos cadastrados. Indique um evento!

Atenção:
A prática, indução ou incitação de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional, por meio da Internet, bem como a humilhação e exposição pública caluniosa e difamatória, constituem crimes punidos pela legislação brasileira. Denuncie aqui sites e/ou mensagens de fóruns hospedados na Insite contendo qualquer violação.


Data: 17/05/2008 12:46
De: ZIVAL BISPO DOS SANTOS
IP: 201.18.137.172
Assunto: Re: Re: CANSAÇO NAS PERNAS E HEMORRÓiDA
Olá Carlos, se voce me ligar e me dá o seu endereço enviarei o  dvd da ah pra voce, meu telefone 073 3284 2637 zival.
Data: 17/05/2008 09:52
De: gaulyao
IP: 201.27.100.171
Assunto: O corpo humano não foi feito para adoecer, mas sim para manifestar plena saúde.
Bom dia amigos do Forum!

Kevin Trudeau, o autor de “Natural Cures ‘They’ Don’t Want You to Know About”, Ele lembra que as pessoas estão mais doentes do que nunca estiveram na história da humanidade: mais gripes, alergias, diabetes, câncer, esclerose múltipla, demência,  problemas hormonais como a tensão pré-menstrual, a menopausa sintomática, a infertilidade, próstata, distúrbios psicológicos como déficit de atenção, depressão, insônia, ataque de pânico, muito mais refluxo gástrico, problemas de pressão arterial, de tireóide,  problemas de pele, obesidade e inúmeras outras patologias também ficaram comuns!  
Porém surpreendentemente: muito mais pessoas vão a médicos do que em qualquer outro tempo da história humana. Muito mais gente faz exames laboratoriais, radiológicos, e outras pesquisas de sofisticada tecnologia.

Muito, muito mais gente toma medicamentos prescritos ou não do que em que qualquer outra fase da humanidade. Na verdade mais gente toma remédios e cada um, individualmente, toma mais remédios do que nunca se tomou até então. E nunca foram feitas tantas cirurgias como se faz atualmente!

Mesmo assim o percentual de pessoas doentes na população em geral nunca foi tão grande! Morre-se de câncer nas mesmas taxas de 50 anos atrás. Mas foram gatos 200 bilhões de dólares em pesquisas contra o câncer nos últimos anos. Os americanos gastam 2 trilhões de dólares em cuidados com saúde e consomem quase a metade de todas as drogas fabricadas no planeta!

São liberadas três bilhões de prescrições médicas naquele país! Cada americano comum tem cerca de trinta medicamentos prescritos ou não em sua farmacinha doméstica. O mercado oferece 230.000 substâncias medicamentosas nas prateleiras de drogarias e supermercados.

Amigos do fórum vocês podem baixar e ler o livro gratuitamente neste site:
Pena que gratuito esta mal traduzido, mas da para entender!!!!!


http://w13.easy-share.com/1699821492.html



[],s gaulyao

Data: 17/05/2008 05:39
De: Marcelo - Coordenador
IP: 189.36.210.58
Assunto: A PAZ VOLTOU A REINAR NESTE FÓRUM
Bom dia  a todos.

Fico feliz de ver que este fórum voltou a ser um verdadeiro fórum de relatos, conforme eu havia imaginado ao criá-lo.

Noto que alguns antigos frequentadores que tumultuavam o fórum desaparecerem e que novos companheiros passaram a nos visitar, deixando aqui seus valiosos relatos.

Estamos chegando à casa dos 10.000 relatos, sendo eles, na maioria, positivos. Que bom.

Eu, infelizmente, não senti o benefício da AH para as minhas doenças, artrite psoriatica e psoriase, mas, estou retornando ao tratamento, pois, se bem não fiser, mal não fará, e disso não tenho dúvida.

Que os novos participantes  sejam bem vindos.

Abraços a todos.

Marcelo
Data: 17/05/2008 00:30
De: Miguel Guimarães (kaparra@kaparra.kaparra.nom.br)
IP: 200.138.134.91
Assunto: Re: Auto-hemoterapia
O PROCEDIMENTO DE APLICAÇÃO DE AUTO HEMO NÃO ESTÁ CORRETO E SEGURO!!

Somos praticantes de AHT, há muitos anos! Sou filho de um enfermeira aposentada que faz uso de AHT desde os 20 anos de idade, portanto a mais de 50 anos.
A orientação que você publica não está correta no que diz respeito ao procedimento de aplicação.
Se seu Enfermeiro está deixando entrar ar na seringa, esta já poderia estar contaminando o sangue. De forma nenhuma ele deve deixar entrar ar na seringa para depois tirar o ar antes de aplicar o sangue.
Se tiver uma bactéria no ambiente poderá contaminar o sangue na hora! Principalmente Hepatite que o alcool não elimina.
Peça para que ele ao fazer a punção e sucção do sangue, mantenha a seringa sem aspirar o ar, mas deixe-a com o sangue pingando, isto é muito importante e imediatamente faça a aplicação.
É melhor que o sangue pingue do que correr o risco de contaminação microbiana.

Observe que no video do Dr. Moura, ele não aspira o ar para depois ter que tirar..., apenas aplica a injeção imediatamente à retirada.

http://br.youtube.com/watch?v=K29GXlFiOCs

O ar nunca pode ser aspirado para dentro da seringa.
Nós aqui temos todos os cuidados para não aspirar o ar no momento da retirada da agulha até a aplicação do sangue no braço até 5cc e até 10cc no gluteo.

Já que a classe Médica e de Enfermagem estão proíbidas de executarem seus procedimentos e cuidados, nós estamos à mercê e temos que nos virar sózinhos. É importante que tomemos os cuidados necessários ao fazermo uso da AHT, leiam abaixo por favor:

ANTI-SEPSIA

É o conjunto de meios empregados para impedir a proliferação microbiana.

 

AS PRINCIPAIS SOLUÇÕES SÃO:

PVPI (polivinilpirrolidona iodo)

-         Solução degermante: degermação das mãos e braços da equipe cirúrgica, descontaminação do campo operatório.

-         Solução alcoólica: anti-sepsia e demarcação do campo operatório.

-         Solução aquosa: anti-sepsia de mucosa, pele, e para cateterizacao (venosa, arterial, vesical), punção, biopsia, aplicações de injeções.

CLOROHEXIDINA

-         Solução degermante: idem

-         Solução alcoólica: idem

HEXACLOROFENO

-         Solução degermante: idem

ALCOOL IODADO 2%

-         Anti-sepsia de mãos e antebraços

-         Preparo da pele para cirurgia

-         Anti-sepsia da pele para curativo, biopsia, punção, aplicação de injeções.

AGUA OXIGENADA 10 VOLUMES

-         Limpeza e desinfecção de feridas

-         Remoção de matéria orgânica

-         Hemostático

-         Inibe os microrganismos anaeróbicos, mas não age em esporos

NITRATO DE PRATA 1%

-         Profilaxia da oftalmia gonocócica do recém nascido

-         Cicatrização de pequenas lesões

-         Facilita remoção de crostas, secante e desodorizante

VIOLETA DE GENCIANA

-         Combate infecções por fungos

TINTURA DE IODO

-         Anti-sepsia da pele

-         Desinfecção de feridas cutâneas

 

ASSEPSIA

É o processo pelo qual se consegue afastar os germes patogênicos de determinado local ou objeto.

A transmissão pode ser:

-         Direta: dispensa a participação de veículos, podendo ser através do beijo, relações sexuais, contato com a pele, por meio de secreções oronasais

-         Indireta: o microrganismo é transmitido mediante: materiais ou objetos contaminados: brinquedos, louças, talheres, roupas de cama, instrumentos cirúrgicos; alimentos, água, soro, sangue contaminados; ar: ocorre contaminação principalmente do trato respiratório, através da poeira e núcleos infecciosos (pequenos resíduos de evaporação de gotículas expelidas pelo hospedeiro infectado). Vetor: o microrganismo é transmitido por um organismo vivo.

Classifica-se a assepsia em:

a)      Cirúrgica: consiste no emprego de técnicas com o objetivo de não propagar microrganismos em local ou objeto estéril. Para tanto devemos:

-         não falar, tossir ou espirrar sobre material estéril;

-         não considerar estéril pacotes úmidos, sem data e abertos anteriormente;

-         abrir pacotes estéreis com técnica;

-         guardar os materiais em armários próprios, limpos, longe de poeira e insetos.

b)      Médica: adotam-se medidas para evitar ou diminuir a disseminação de microrganismos patogênicos de um individuo para outro, devendo ser usada em qualquer atividade ligada ao paciente e ao meio ambiente. Pratica-se esse tipo de assepsia através de medidas:

-         individuais: cada individuo deverá utilizar técnicas com a finalidade de se auto proteger e evitar ser o disseminador de microrganismos. As principais são: lavar as mãos com freqüência ao cuidar dos doentes, após chegar da rua, após assoar o nariz, antes das refeições, após eliminações. Cobrir a boca ao tossir ou espirrar; não utilizar objetos de uso individual usados por outras pessoas;

-         coletivas: empregam-se métodos visando atender à comunidade. Ex: saneamento básico, eliminação de insetos e roedores,  higiene ambiental, exame medico periódico, uso de papel toalha para as mãos;

-         hospitalares: utilizam-se praticas especiais que abrangem:

Medidas gerais: isolamento de pessoas com moléstias transmissíveis, limpeza terminal e concorrente, não sentar nas camas dos pacientes, não colocar materiais diretamente no chão (comadre, bacia).

Degermação: é remoção ou redução do numero de bactérias na pele por meio de limpeza mecânica (escova com sabão ou detergente), ou por aplicação de preparado químico.

Limpeza: consiste na lavagem com soluções detergentes ou desincrostantes, enxágüe e secagem do material;

Esterilização: é a destruição ou eliminação de todos os microrganismos na forma vegetante ou esporulada. O material limpo e seco poderá ser esterilizado por vapor saturado sob pressão (autoclave convencional, autoclave a alto vácuo), calor seco (estufas), gás químico (autoclave de oxido de etileno) ou preparações quimicas (solução de glutaraldeido 2%, solução de formaldeído aquoso 10%, solução de formaldeido alcoólico 8%, pastilha de paraformaldeido).

Desinfecção: é a destruicao ou inativação de microrganismos, patogênicos ou não, situados fora do organismo humano, não necessariamente matando os esporos. O processo de desinfecção pode ser realizado pelo calor (água em ebulição) ou por soluções químicas (álcool 70%, hipoclorito de sódio, fenol sintético e as soluções esterilizantes).

Observação: as soluções esterilizam quando os materiais ficam imersos 18 horas na solução de formaldeido ou 10 horas na glutaraldeido; essas mesmas soluções desinfetam o material em 30 minutos de imersão;

Descontaminação prévia: antes de iniciar o processo de limpeza, os artigos contaminados por matéria orgânica (sangue, pus, secreções corpóreas) são expostos a água fervente ou produto químico por 30 minutos; tem por finalidade proteger as pessoas que procederão à sua limpeza;

Desinfecção: é a destruição ou exterminação de insetos, roedores ou outros transmissores de infecções ao homem;

Sanificação: é a redução do numero de germes a um nível isento de perigo. As principais são o hipoclorito de sódio e as associações de quaternários de amônio.



MANUSEIO DE MATERIAL ESTERILIZADO

Ao manusear o material esterilizado com técnica asséptica, deve-se obedecer a algumas normas a fim de mantê-lo estéril:

-         é fundamental lavar as mãos com água e sabão antes de manusear o material esterilizado;

-         utilizar material com embalagem integra, seca, sem manchas, com identificação (tipo de material e data da esterilização);

-         trabalhar de frente para o material;

-         manipular o material ao nível da cintura para cima;

-         evitar tossir, espirrar, falar sobre o material exposto;

-         não fazer movimentos sobre a área esterilizada;

-         certificar-se da validade e adequação da embalagem;

-         trabalhar em ambiente limpo, calmo, seco e sem corrente de ar;

-         manter certa distancia entre o corpo e o material a ser manipulado;

-         obedecer os demais princípios de assepsia.

A técnica de enfermagem preconizada no manuseio de material esterilizado é:

a)      Pacote:

-         abri-lo, iniciando-se pela extremidade oposta ao manipulador;

-         proteger o material exposto com o campo esterilizado que o envolva;

-         tocar com as mãos somente na parte externa do pacote;

-         não guardar como material esterilizado um pacote aberto anteriormente;

b)      Seringa de vidro

-         abrir o pacote conforme explicação anterior;

-         manter estéril a parte interna do êmbolo, a parte interna do cilindro e a ponta da seringa;

-         pegar a seringa pela parte externa do cilindro e encaixar o êmbolo, segurando-o pela parte terminal.

c)      Seringa descartável

-         rasgar os invólucros no local onde se encontra a parte terminal do êmbolo;

-         manter estéril a parte interna do êmbolo, a parte interna do cilindro e a ponta da seringa.

d)      Agulha comum

-         escolher o calibre desejado (escrito no canhão da agulha);

-         retirar o algodão protetor do tubo de vidro, segurar o tubo e virá-lo  de encontro à ponta da seringa;

-         retirar o tubo e fixar adequadamente a agulha à ponta da seringa, através do canhão (única parte da agulha que pode ser manipulada);

-         manter a agulha protegida até o momento do seu uso.

e)      Agulha descartável:

-         abrir o invólucro no sentido canhão-bizel ou rasgar lateralmente próximo ao canhão;

-         fixa-la à ponta da seringa através do canhão;

manter a agulha protegida até o momento do seu uso.    

Data: 16/05/2008 23:25
De: Célia
IP: 189.70.204.49
Assunto: Auto-hemoterapia
Eu estou fazendo auto-hemoterapia.Estava me sentindo muito cansada,sem energia para fazer qualquer coisa.Hoje eu estou me sentido muito bem,tomando os seguintes cuidados:1)Usando luva e ciringa descartável.2)Usando algodão com alcool para higienizara área da veia aonde vai ser retirado o sangue,como o laboratório faz quando retira o sangue do paciente para fazer exame de sangue,conforme prescrição médica.3)Usando algodão com alcool para higienizar a área do braço ou nádega aonde vai ser aplicado o sangue,como o enfermeiro faz para aplicar uma injeção,e depois retira o ar da seringa antes de aplicar,conforme prescrição médica.No caso da auto-hemoterapia,ao retirar o sangue da veia com a siringa descartável,esta deve ser aplicada imediatamente no braço ou nádega,retirando o ar desta,e no final da aplicação deixar um pouco de sangue para não injetar o ar. Quem tomar eses cuidados não tem perigo de adquirir infecção ou doenças similares.A auto-hemoterapia é fantástica.No lugar aonde eu tomo a auto-hemoterapia é freqüentado por médicos,suas esposas,seus filhos,pais,mães e demais pessoas a eles relacionadas,que recorrem a esse tratamento quando a medicina moderna não cura.A auto-hemoterapia é um verdadeiro milagre de cura.  
Data: 16/05/2008 22:33
De: CRISTIANO
IP: 201.33.178.154
Assunto: Re: Queimação no peito
  A DOIS MESES TIVE UMA INFLAMAÇÃO NA GARAGANTA E TOMEI DICLOFENACO DE PÓTASSIO. NO QUARTO COMPRIMIDO TIVE UMA QUEIMAÇAÃO MUITO GRANDE ENTRE  O EXTERNO E O COMEÇO DA GARGANTA.
HOJE SINTO ARDENCIA NO PEITO ACOMPANHADO ALGUMAS VEZES DE QUEIMAÇÃO.

AS VEZES PARECE QUE VAI ME DAR UM INFARTO DEVIDO A ARDENCIA NO PEITO E IRRADIANDO PARA AS COSTAS

O QUE DEVO FAZER ?
Data: 16/05/2008 21:22
De: Bruno Jarbas Venturi (bventuri@terra.com.br)
IP: 201.35.208.127
Assunto: Re: Re: Auto hemoterapia/diabetes
Dispeto profundo interesse em receber exemplos positivos, negativos, reações, complicações e demais descobertas resultantes de hemoterapia.
Data: 16/05/2008 21:21
De: Everaldo Sá - Recife PE (emsa1953@gmail.com)
IP: 189.70.3.209
Assunto: RE: Fernando Antonio - Maria do Socorro Xavier.
      Auto- hemoterapia  Fone :  9971 - 5693                                            
Data: 16/05/2008 19:47
De: EVANDRO MENDES BRAGA
IP: 189.23.33.17
Assunto: Re: Re: URINOTERAPIA

 A  URINOTERAPIA  CURA   A   NEURAPATIADIABÉTICA?
Data: 16/05/2008 19:39
De: Jairo Fafiães de Souza
IP: 201.19.132.146
Assunto: Experiência própria
Sou professor de Ed. Física e atuo nesta área há 23 anos.
Em 2003 começaram a acontecer coisas que não são e nunca foram normais em minha vida.
Inicialmente sentia-me constantemente cansado até chegar ao esgotamento e parei então com as atividades físicas, pois, achei que poderia estar passando por um período de stress causado pelas 11:00hs a 14:00hs de trabalho diariamente de 2ª a 6ª feira somadas aos exercícios físicos três vezes por semana. Em seguida vieram as viroses, quando achava que estava tudo bem, outra gripe forte me derrubava e isso me deixou muito preocupado, pois sempre tive uma "saúde de Ferro".
Como tudo na vida acontece no momento certo, tive o privilégio conversar com um médico especialista em Ortomolecular e após me ouvir ele me aconselhou a tomar Ascaradil. A princípio achei estranho, pois em 1998 fiz um curso de especialização em Nutrologia e Oxidologia indicado por esse mesmo médico. Curso ministrado pelo Dr. Jorge Martins de Oliveira junto à Unigranrio e desde então não havia ouvido nada sobre medidas profiláticas pelo uso do Ascaridil (Levamisole) para a melhora do sistema imunológico.
De acordo com o meu peso, ele me orientou para tomar 1 Ascaridil adulto e 1 infantil durante 5 dias e sempre após uma refeição, para não ficar com aquele gosto metálico na boca.
Na semana seguinte eu já me sentia muito melhor, esta melhora foi espantosamente crescente a ponto de em apenas 15 dias após o término do tratamento eu retornar à minha vida normalmente e com todo o vigor que sempre tive, porém com uma diferença fundamental, nunca mais tive nada!
Desde que pude constatar esta forma simples e acessível de tratamento para baixas de imunidade, faço semestralmente a seguinte manutenção:
Oientado por este amigo.
1 Ascaridil adulto e 1 infantil, durante 2 dias. É impressionante o resultado!...
Espero ter contribuído para que as pesquisas possam inclusive através de anamneses e depoimentos melhorar bastante a qualidade de vida das pessoas.
Sucesso para os pesquisadores!
 
Data: 16/05/2008 15:17
De: jose da silva gouveia
IP: 201.45.129.66
Assunto: AH pancriatite
 Tem muita gente entendendo que  AH é um remedio, caso fosse, teria de fato passar por comprovação cientifica, aliás, por outro lado, sabemos que inumeras praticas relacionadas a uso de ervas, oleos vegetais e de animais, venenos estraidos da propria natureza seviram para inumeras curas praticadas pelos nossos antepassados e por indios da nossa atualidade, ironicamente estas praticas serviram ao berço de comprovações cientificas que estão hoje rotuladas em caixas de targas vermelhas, pretas e amarelas.
                  Por estes e outros motivos relato a todos o seguinte:

- Minha mãe sofreu uma pancriatite (19 - 04 -07)  aguda, com uma tumografia foi constadada alem da pancriatite varios cistos no pancreas e para maior surpresa um cisto no rins direito, foi feito os procedimentos clinicos convencionais, mas seria muito provavel a intervenção cirurgica para retirada de cistos, diante deste quadro ela passou a fazer AH, com novos exames 06 meses após foi constatado a ausencia de qualquer cisto diaginosticado anteriormente, hoje ela goza de plena saude e continua a pratica de AH (aplicação semanal de 5ml aplicado nas nadegas)

- Isto incentivou tanto a mim como a minha esposa que fazemos a mesma pratica, e não deu outra, melhoramos em todos os aspectos relacionados a saude, tais como:

- Dores na coluna (esposa)
- Manchas da pele (ambos)
- Cansaços (ambos)
- Mau estar (ambos)
- Colesterol (esposo)
- triglic. ( esposo)
- gripes (ambos)

               Por isto gente, não me interessa provas cientifcas, interesse maior, tenho por nossa saude, valendo salientar que atualmente existem ONGs na amazonia com o puro interesse de pesquisas relacionadas as praticas de curas realizadas pelos indios.
               Ficariamos felizes  que este relato ajude alguem.
Data: 16/05/2008 14:06
De: Alan
IP: 189.13.47.51
Assunto: Re: Re: CANSAÇO NAS PERNAS E HEMORRÓiDA
olá meu amigo

aqui esta o vídeo que o proprio Dr moura fala sobre o tratamento!!
http://video.google.com/videoplay?docid=-4554320633785209094&q=auto+hemo&ei=qLstSMD7FZSGrQK-ipWHCg
Data: 16/05/2008 07:11
De: ADMINSTRADOR
IP: 189.36.210.58
Assunto: Mensagem extraviada
http://cienciaesaude.uol.com.br/ultnot/bbc/2008/05/09/ult4432u1259.jhtm 09/05/2008 - 11h30 Ivan Lessa - Socorro! Um médico quer me pegar! Ivan Lessa - Colunista da BBC Brasil A coisa vem desde os tempos de menino. É de pequeno que se torce a goela do pepino. Isso é o que ficou do tempo em que me ameaçavam com uma ida ao médico. Se eu me comportasse mal, iriam chamar um médico para me pegar. Se eu não queria ir para a cama cedo, o médico me levaria para o hospital. O médico era um só e mais assustador que qualquer bicho-papão. O médico só perdia para o lobisomem do Lon Chaney Jr em minha demonologia pessoal. Por quê? Não sei. Criança é um bicho meio idiota. Algumas temem os ciganos, outras o monstro que vive debaixo de suas camas. O médico me fazia ficar na linha: não matar aula, não jogar pedra nas velhinhas passantes, não fumar escondido. Até a adolescência, achei que era ignorância infantil. Com a idade da razão, veio, claro, a razão. O médico, todos os médicos, constituíam um perigo. Para mim e para toda a sociedade. Eu atingira a idade das certezas absolutas e das generalizações. Primeiros embates Foi a operação de apendicite. Erraram qualquer coisa. Peguei uma infecção que quase me leva. Eu não devia ter 10 anos. Logo depois, operação de amígdalas. Erraram na anestesia. Doeu horrores. Houve um bafafá (nessa época ainda os havia) em torno. Passei a tomar ainda mais cuidado com os médicos. Deixaram o terreno mitológico e passaram para a problemática existencial. E prática. Atravessar a rua, sempre olhando para os dois lados. Na praia, cuidado em dia de bandeira vermelha. Não passar a mão nas moças desconhecidas (as conhecidas, e que deixassem, tudo bem). E por aí afora. Brincar de médico? O mesmo que brincar de Hiroshima e Nagasaki. De jeito nenhum. Assim se passaram os anos. Dei sorte. Não tive que ir a médico e nem eles a mim, que me lembre. E eu não me esqueceria. Vezes por outra, numa gripe mais enfezada, chamavam o homem da farmácia para me dar uma injeção. Não sei de quê. Antibiótico, conforme nossa praxe. O "homem da farmácia" dava um certo medo, sem dúvida, mas tinha, como todos têm, um jeito pobre e triste que, por tabela, avisa logo que não irá nos fazer mal. Uma picada só, um ligeiro desconforto, logo passa. Nosso "homem da farmácia", para os mais jovens, usava de lança-perfume em vez de álcool. Vinha o carnaval e, entre confete e serpentina, o cheiro de lança-perfume não me trazia à memória rebolantes havaianas ou sedutoras ciganas. Só dava o "homem da farmácia". Espero que ele tenha sido muito feliz por toda sua vida. Eu que nunca mais tive a ventura de lhe empinar o rabito. Atualização Sei que tudo isso é pouco para justificar minha ojeriza àqueles a quem, num dia mais empombado, apelidei, no pasquim (literalmente um pasquim), os nossos médicos de "máfia de branco". Pra que, meu senhor, pra quê? O que choveu de reclamação, processo, desaforo, telefonema anônimo altas horas da noite ameaçando a mim e minha família. Os médicos, e essa é quase (quase) a verdade, me chatearam mais do que a milicalha, com suas apreensões e processos por atentado à moral e aos bons costumes e, por mais de uma vez, violação da lei de segurança nacional. Não pedi, e nem pedirei, indenização a quem de verdade devia: os médicos, a "máfia de branco". Corte no tempo e no espaço. Séculos 20 e 21 em Londres. Aborrecimentos físicos. Arritmia, enfisema, diabetes, e, infelizmente, pode-se botar um et cetera nisso. Mais de um, para ser franco. Corri, ou me arrastei, de médico em médico. Medicina socializada. O que só assusta mais a criança soterrada em mim. Não acertaram uma. Parti para a medicina paga. O mesmo que pagar a Lon Chaney Jr. para botar a cabelada na cara e vir me pegar no pé. Neca, neris, nada. Tomo uma remediarada diária que, ao menos, não me custa um único centavo. Sobre o efeito psicológico. Que também não regula. Feito acupuntura, homeopatia ou aromoterapia. Tudo lenda urbana e rural. Vou vivendo, na medida do possível, se isso é vida. Sempre evitando, até onde posso, o contato com médicos. Agora, um aval Lá estava, neste maio, começo de primavera, em mais de um jornal, o anúncio de página inteira vendendo um livro como se fosse mais quente que o último daquele cara do código Da Vinci. Nome do volume: Como impedir que seu médico lhe mate. Da autoria - vejam vocês - de um médico, o dr. Vernon Coleman, MB ChB DSc, siglas cabalísticas que devem valer seu peso em? tetraciclina? Por aí. O livro custa uns US$ 26, tem 254 páginas e garante que mudará sua vida. Endosso que não acaba mais de publicações abalizadas. O dr. Coleman, com todas aquelas siglas, há 30 anos que publica livros sobre questões ligadas à saúde. Escreveu mais de 100 livros. Pelo que entendi, todos eles destinados a impedir que os médicos façam a nós de palhaços. Folgo em saber da existência desse médico e desse livro. Aproveitem, britânicos. Traduzam, brasileiros. Escolado que sou, continuarei mantendo minha distância de tudo quanto é médico. Seguro morreu (toque, toque, toque) de velho.
Data: 16/05/2008 05:01
De: ROSÁLIA (rosalia_dias_travassos@hotmail.com)
IP: 89.214.83.241
Assunto: Agradecimento a Fernanda Campos


Fernanda Campos

Não só fiquei grata pelo esclarecimento como tbm o Forúm agradece.

Foi de grande utilidade em  saber que muitas vezes basta 5ml  para se ter resultado mesmo em doenças autoimunes.
Fazer o tratamento durante um ano e fazer uma pausa tbm convêm...

Felicidades e vá dando noticias
Data: 16/05/2008 04:56
De: Carlos Filho - 53 anos
IP: 200.255.166.194
Assunto: Re: CANSAÇO NAS PERNAS E HEMORRÓiDA
Por favor

O que é AH. Onde encontro a sua descrição?

Obrigado

Carlos
Data: 15/05/2008 23:33
De: andrea
IP: 189.72.126.125
Assunto: Tromboembolia pulmonar
tive embolia pulmonar  a um ano gostaria de ter informações sobre a duração do tratamento
Data: 15/05/2008 23:17
De: Fernanda Campos
IP: 201.78.110.198
Assunto: Resposta as perguntas da Rosália
Vamos lá.......
Eu faço o tratamento já tem 1 ano, mas faço intervalo, de um mês no máximo.
Tomo 5ml. Tiro da veia 5 ml e em seguida aplico no músculo (braço ou nádegas).
As melhoras, eu senti logo no começo do tratamento.
Espero ter ajudado.
Abraços!
Fernanda
Data: 15/05/2008 22:17
De: Miguel Gui (kaparra@kaparra.kaparra.nom.br)
IP: 200.138.134.91
Assunto: Re: Re: Re: Autoemoterapia

Minha mãe é Enfermeira aposentada, tem 76 anos, faz auto-hemoterapia desde os 18 anos quando cursou Enfermagem, esta muito bem viva e nunca teve necrose.
Eu faço AHT há muitos anos, 20ml por semana, estou muito bem vivo, com excelente saúde e nunca vi necrose em lugar nenhum.
Se alguém se necrosou, que se apresente e mostre a necrose!
Aqui em casa todos fazemos uso da AHT, todos temos excelente saúde.
AHT é uma vacina natural e um recurso do próprio corpo, "meu sangue me cura!".
Quem tem sangue que ouça!


Miguel Gumarães - Curitiba PR.
Data: 15/05/2008 20:08
De: Abigail
IP: 189.70.73.59
Assunto: Re: arritmia cerebral
Por favor, gostaria de obter informações a respeito desta doença, arritmia cerebral, pois foi ao médico e soube que a tenho, mas não ficou claro pra mim, o que é, qual sua causa e se existe risco ou possíveis sequelas, oriundas desta doença. Desde já obg
Assisti ao dvd do Dr Luiz Moura e fiz várias pesquisas sobre o assunto na intenet. Gostaria de saber se há algum profissional que trabalhe com a auto hemoterapia em Recife.
Enviar mensagem
Seu IP: 50.19.33.5 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)
Auto-hemoterapia (relate sua experiência)
http://inforum.insite.com.br/39550/

Fóruns  >> Saúde
| Hospedagem de Sites | Acesso Banda Larga
Tecnologia Insite   -   Soluções Internet   -   ©   2014 -   http://www.insite.com.br