Insite Soluções Internet
Canais  >> Saúde
Criar novo fórum     Gerenciamento     Painel de Controle     Minimizar
Auto-hemoterapia (relate sua experiência) (24286 mensagens)
Este fórum visa trocar experiências sobre a auto-hemoterapia. Se vc já fez ou está fazendo AH relate aqui os seus resultados. A divulgação dessas experiências é que irá tornar esse tratamento mais confiável, já que a AH é muito criticada pelos médicos tradicionais, por falta de resultados consistentes e por não existirem pesquisas cientificas que comprovem a sua eficácia. Aliás, será que existe interesse deles nessa terapia tão barata? Portanto, os resultados consistentes de que os médicos tanto necessitam para prescrever esse tratamento poderá ser obtido neste fórum, através de cada relato, o que espero seja sempre positivo. Entretanto, é muito importante deixar claro que não prescrevemos o tratamento de auto hemoterapia a ninguem porquanto não somos médicos. Repita-se, este fóroum visa apenas a troca de experiências de pessoas que estão se submetendo a esta terapia, seja por opção própria, seja por prescrição de alguém. Muitas pessoas perguntam se a auto hemoterapia serve para as doenças que lhes acometem, as quais são imensamente variadas. As resposta a essas perguntas são dadas por pessoas que já estão se submetendo ou por pessoas que assistiram ao vídeo do Dr. Luiz Moura e, daí, respondem às dúvidas aqui apostadas. Porém, tenham em mente que estas respostas não sao dadas por um médico, devendo ser recebidas apenas como troca de informação e jamais como uma real prescrição médica. . .........................................................................................................................................................................................................................................OBS>>> ESTE FÓRUM FOI CONFIGURADO PELO ADMINISTRADOR DE FORMA QUE TODAS AS MENSAGENS SEJAM APROVADAS AUTOMATICAMENTE. QUANDO ELAS FICAM AGUARDANDO A APROVAÇÃO, É POR PROBLEMA DE MAU FUNCIONAMENTO DO SITE E NÃO POR VONTADE DO ADMINISTRADOR.
Fórum criado em 21/11/2006 por mazocoli
Popularidade: 14676
Tags:
Assinar este forum via:
[RSS/Atom]     [E-mail]
Enviar mensagem          Ler mensagens

Links Eventos
Não há eventos cadastrados. Indique um evento!

Atenção:
A prática, indução ou incitação de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional, por meio da Internet, bem como a humilhação e exposição pública caluniosa e difamatória, constituem crimes punidos pela legislação brasileira. Denuncie aqui sites e/ou mensagens de fóruns hospedados na Insite contendo qualquer violação.


Data: 01/11/2007 01:01
De: José Monteiro Ribeiro
IP: 200.175.178.11
Assunto: Autohemoterapia
Já faz uns dois meses que eu faço a ah e no começo eu nâo senti nada mas depois começei a perceber que a minha disposiçâo estava melhorando e muito. Agora, após este tempo começo a sentir melhora na minha visão.Estou fazendo mais por precauçâo e como estou me sentindo tâo bem que pretendo fazer a ah pelo resto de minha vida.
Data: 31/10/2007 23:30
De: karlak
IP: 201.14.149.225
Assunto: Re: Autohemoterapia
Reenviando mensagem completa que citei a pouco:


http://inforum.insite.com.br/39550/4329989.html

Data: 20/05/2007 07:52:49
De: André Luis Soares da Fonseca
IP: 200.181.123.13
Assunto: Autohemoterapia

Senhores(as)
Sou professor de Imunologia e Genética Médica na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e cada vez mais me espanta o pouco grau de inteligência (do latim "inteligere" :ligar, fazer conexão) de alguns médicos deste país.
É inacreditável como quando não se sabe nada, vai-se pelo que a maioria pensa ou pelo que é mais conveniente. A autohemoterapia é uma panacéia sim, mas é uma terapia coadjuvante, que melhora o sistema imunológico, não porque aumenta a sua capacidade, mas porque MODULA a sua função, ou seja, quando a imunidade está aumentada (hipersensibilidades, autoimunidades) ele DIMINUI a resposta; quando está baixa, ele AUMENTA a resposta em níveis compatíveis com o estado de saúde.
Ainda sem claro mecanismo de ação (pelos resultados análogos, obtidos com infecções bacterianas), crêe-se que quando as hemácias se localizam fora do tecido (como é a autohemoterapia), os macrófagos teciduais (histiócitos) são estimulados através de receptores específicos por glicoproteínas presentes na superfície das hemácias e realizam a sua fagocitose (hemocaterese), o que aumenta o nível de produção de derivados do metabolismo do oxigênio (O2-, H2O2, OH-) e metabólitos do Nitrogênio (Óxido Nítrico), que têm funções imunológicas.
Além do mais, os macrófagos assim ativados produzem níveis baixos, mas suficientes para uma ativação parácrina (no local) de interleucinas tais como IL-12 e IL-1. Depois disso, migram pelo organismo (mais importantemente para os linfonodos) e ativam mais adequadamente o sistema imunológico.
Vale lembrar que a autohemoterapia mimetiza um hematoma e daí a não realização da autoimunidade, como alguns questionam.
A questão da contaminação com vírus (meu Deus, é melhor ler isso do que ser cego!) deve-se, como todo procedimento negligente, à contaminação. E o princípio da AUTOhemoterapia é utilizar o sangue do próprio paciente nele mesmo, COM SERINGAS E AGULHAS ESTÉREIS.
Quando à questão dos abcessos (Deus, dai-me forças), abceda QUALQUER aplicação parenteral em que não se faça procedimento asséptico, até espremer espinhas...
A autohemoterapia, nos países AVANÇADOS em que a medicina a permite, tem de ser utilizada como terapia coadjuvante e, sempre recomendável, com acompanhamento médico.
Em medicina veterinária é protocolo constante em alguns tomos de Medicina Veterinária Interna e utilizada com terapia de escolha na papilomatose bovina, com excelentes resultados.
Bom, pelo menos esta polêmica toda servirá para suprir a falta de material científico necessário e adequado para validar, segundo as leis, este procedimento que não tem nada de charlatão. Alías, charlatanismo, segundo o direito penal, é tratar alguém sabendo que o tratamento não funciona. Portanto, até médicos podem ser charlatões.

Data: 31/10/2007 23:20
De: karlak
IP: 201.14.149.225
Assunto: Re: Psoriase e auto-hemoterapia

Olá Amelia,

Eu tbm faço ah, mais de um ano, em mim mesma e na minha família, duas avós de 80 e 86 anos, pai, tios, primos, enfim...têm ajudado bastante a todos.

Sobre seu relato, não sei por quantas semanas ele faz a ah,  nem se ele interrompeu o tratamento com os medicamentos enqto fez ah, na minha opinião, NÃO deve interromper os medicamentos, que como tu bem o dissestes alivia os sintomas, a ah precisa de tempo para MODULAR o organismo.

A piora pode ter algumas explicações, particularmente vi casos em que o problema, qualquer um que seja, não só a psoriase, piora antes de melhorar, como se estivesse a expurgar as impurezas, neste processo que pode durar até meses é fundamental adquirir alguns hábitos, além da ah, para ajudar o corpo a melhorar, por ex, cuidados com alimentação, ingestão de água, muita água, preconiza-se um copo para cada hora em que estiver acordado, e 1,5 litros em jejum pela manhã (antes de escovar os dentes).

Isto porque a ah precisa de água e dos nutrientes dos alimentos ( muitas frutas, verduras e leguinosas e cereais), para ajudar no processo de MODULAR os sistemas , não apenas o imunólogico, mas o sistema nervoso, físicos, psiquicos e emocionais e todos os sistemas do organismo....

É preciso ajudar os medicamentos (estritamente o necessário) e a ah a nos ajudar, esta é a lição que aprendi com a ah.






Toda mensagem em fóruns deve ser vista como opinião pessoal, baseada na troca de informações, das experiências de cada um.




Boa sorte na sua aventura em busca da saúde!

**********************


Leia a definição da AHT, segundo o Dr. André Luis Soares da Fonseca
fonte: http://inforum.insite.com.br/39550/msgs/3557/


Mestrado em Imunologia pela USP(1993), Graduação em Medicina pela Universidade Federal de Uberlândia (1984), em Direito pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2001).





"A auto-hemoterapia é uma panacéia sim(panacéia-remédio para todos os males), mas é uma terapia coadjuvante, que melhora o sistema imunológico, não porque aumenta a sua capacidade, mas porque MODULA a sua função, ou seja, quando a imunidade está aumentada (hipersensibilidades, auto-imunidades) ele DIMINUI a resposta; quando está baixa, ele AUMENTA a resposta em níveis compatíveis com o estado de saúde."
Data: 31/10/2007 18:39
De: olivares
IP: 200.20.24.250
Assunto: Re: Psoriase e auto-hemoterapia
Boa tarde. Não sou médico nem especialista em AH, mas acredito que seu companheiro tenha sofrido da piora da doença prevista na Lei de Hering.  Quanto à dosagem, acredito que um médico possa se manifestar de forma precisa. Se algum não o fizer, procure aí em sua cidade...Procure um um médico que conheça a técnica e se informe.
Existem alguns relatos de piora ao se iniciar a AH... Persistindo no tratamento, atestam a melhora esperada. Uns  em dias, outros em muitos meses. Inclusive esse é o caso do administrador desse fórun, Sr. Marcelo. Pelo que me consta, ele desistiu desse tratamento depois de 6 meses de AH.
               Lei da Cura ou de Hering        (informação colhida na internet)

Enquanto uns relatam melhoras com poucas aplicações da AH, ou mesmo na primeira aplicação, alguns relatam tratarem-se com essa técnica por meses sem observar melhora perceptível. Aqui está, segundo médicos consultados, a explicação prática dessa disparidade temporal. (explica também o porquê que certos remédios alopáticos também tem um tempo de efeito variável de pessoa a pessoa e até mesmo não surte efeito em algumas pessoas...)
A Lei de Hering diz que toda a recuperação ocorre de dentro para fora, da cabeça para os pés e em ordem inversa do aparecimento dos sintomas. À medida que o cliente está sendo liberado, por meios naturais de uma condição crônica, as membranas mucosas velhas e ressecadas vão aos poucos se umedecendo e inicia-se novamente o movimento catarral levando as toxinas e os refugos que estavam presos nas partes afetadas do corpo prenunciando o início de uma crise de recuperação.
Embora possa parecer que houve uma recaída com o desequilíbrio crônico voltando, há uma diferença, pois que a crise de recuperação ocorre justamente no momento em que o estado geral do cliente está realmente melhorando e a eliminação do catarro é simplesmente a reversão dos sintomas, como previsto pela Lei de Hering.
...
Diferente do período de evolução para uma condição crônica, a crise de recuperação não levará mais do que dois ou três dias para um cliente poder atravessar várias crises de recuperação em vários intervalos de tempo. O que indica a reversão de mais do que uma condição.
Fonte:
http://64.233.169.104/search?q=cache:bfgekFOtBcwJ:saudeharmonia.vilabol.uol.com.br/iridologia.htm+Lei+de+Hering&hl=pt-BR&ct=clnk&cd=7&gl=br&lr=lang_pt
Quem foi Constantin Hering;
Muitos foram os seguidores de Hahnemann (criador da homeopatia)  que, após sua morte, continuaram sua obra. Contudo, os que mais contribuíram para a evolução dos fundamentos da homeopatia foram Hering e Kent.
Constantin Hering nasceu em 1o de janeiro de 1800, na Saxônia, Alemanha, e ingressou, em 1817, na Academia de Cirurgia de Dresden e, em 1820, na Faculdade de Medicina de Leipzig. Em 1833, foi morar nos Estados Unidos, onde fundou vários institutos homeopáticos, lecionou e escreveu uma grande obra, Matéria Médica, composta por dez volumes, mantendo, durante muitos anos, contatos por correspondência com Hahnemann, os quais, posteriormente, também foram publicados. Hering chegou a assistir às conferências proferidas por Hahnemann na Faculdade de Medicina de Leipzig e foi o criador de uma lei de tratamento que leva seu nome "Lei de Hering" , exposta pela primeira vez pelo próprio Hahnemann em uma das edições de seu livro Doenças Crônicas, em 1845. Morreu em 1880, tendo adquirido grande prestígio no meio médico13.
Fonte:
http://64.233.169.104/search?q=cache:T-RgEMLmZbsJ:www.scielo.br/scielo.php%3Fscript%3Dsci_arttext%26pid%3DS0104-42301997000400013+Lei+de+Hering&hl=pt-BR&ct=clnk&cd=4&gl=br&lr=lang_pt Texto da Dra. Sandra Regina sobre a Lei de Hering ou Lei de Cura:
“Retorno de sintomas:
O retorno de sintomas este sim é inevitável e um bom sinal de que a cura está de fato se processando. Todas as vezes que temos um sintoma e, ao invés de tratá-lo, o suprimimos, na realidade, vamos colocando a doença mais para dentro.
A lei de Hering de cura fala exatamente disso – que a cura se dá dos órgãos mais importantes para os menos importantes, de dentro para fora e de cima para baixo.
Vamos pensar: imagine que você tem uma coceira na pele e passa uma pomada.
A coceira vai embora. Mas você não procurou saber qual é a causa dela.
Você simplesmente suprimiu o incômodo, o sintoma.
O desequilíbrio da energia continua. E segue mais para dentro. E você começa a ter uma rinite, uma coriza. Então, você pinga um remedinho que faz com que ela desapareça.
E aí você tem uma crise de asma e usa bombinha. E a crise de asma também desaparece, aparecendo então uma taquicardia – o seu coração começa a bater bem mais forte.
Se prestarmos a atenção a doença está indo cada vez mais para dentro. Está indo também cada vez para órgãos mais importantes – da pele foi para a mucosa nasal, daí para o pulmão, daí para o coração – órgãos cada vez mais vitais.
É natural que num tratamento homeopático vários desses sintomas que foram suprimidos voltem a aparecer.
A isso chamamos de retorno de sintomas.
No entanto, esse retorno é bem mais suave de quando a doença se instalou e é também bem mais rápido seu curso.
O Problemão
Muitas pessoas não sabem e seus médicos esquecem de falar sobre isso e elas interrompem o fluxo da cura com medicações alopáticas.
Outras, mesmo tendo sido alertadas sobre isso, não conseguem segurar o retorno de sintomas ou exonerações.
A questão é que o retorno dos sintomas é também a nível mental e emocional.
Além do que no processo de cura muitas vezes ficamos sensíveis e nos damos conta de coisas que estavam "escondidas" no nosso subconsciente.
Tudo começa a aflorar e não depende de remédio a cura.
Não adianta mudar medicação e sim mudança de consciência, de paradigma, de atitude.
Depois de 21 anos de prática homeopática, percebo que tenho excelentes resultados com pessoas que estão em processo terapêutico, em trabalhos de cinesiologia, com algum tipo de aconselhamento ou acompanhamento terapêutico ...
E um resultado precário (por mistura de outras terapias antagônicas, como antibióticos) e até abandono do tratamento de casos crônicos quando estão sem qualquer acompanhamento.”
fonte:  http://www.orkut.com/CommMsgs.aspx?cmm=9499664&tid=2494378666771774606
Sugestões para pesquisas no Google:
Lei de Hering
Lei de Cura
Crise de Cura
Um pouco de História
Christian Friedrich Samuel Hahnemann, nasceu na Alemanha em 1755. Filho de uma família modesta, apesar das dificuldades financeiras, estudou química e medicina nas universidades de Leipzig, Erlangen e Viena, tendo concluído a sua licenciatura em Medicina em 1779, tornando-se um médico conceituado.
A sua postura perante a medicina da sua época não era a da aceitação total, pois os métodos utilizados, como as purgas, as sangrias, etc., provocavam, no seu ponto de vista, um sofrimento desnecessário nos doentes, pelo que ele decidiu primeiramente seguir o princípio hipocrático: primo nil nocere, ou seja, primeiramente não prejudicar. Assim, Hahnemann abandonou a prática clínica, apesar dos protestos dos seus doentes. Passou então a sustentar a sua numerosa família, não com a prática da medicina, mas com a tradução de livros, essencialmente de medicina, visto ser ele um poliglota, que dominava doze línguas, incluindo, o latim, o grego e o hebraico. Foi no decurso desta sua actividade, quando traduzia o “Tratado de Matéria  Médica” do médico escocês, William Cullen, que encontrou uma passagem que se referia à Quina, uma casca de uma árvore peruana, a Cinchona officinalis, de onde se extrai o Quinino, que era usado para tratar a malária. Segundo Cullen, a propriedade que este remédio tinha em curar a malária, devia-se ao seu sabor muito amargo. Como químico, Hahnemann não se deu por satisfeito com esta explicação simples e resolveu começar uma série de experimentações em si mesmo. Hahnemann, estando saudável, começou a ingerir diariamente duas doses de quina, e nestas suas tomas, começaram a surgir-lhe sintomas idênticos aos da malária: calafrios, entorpecimento dos membros, tonturas, etc. Estes sintomas desapareciam logo que deixava de tomar a substância e voltavam a aparecer logo que retomava a doses. Deste modo concluiu que a quina, produzia numa pessoa sã os sintomas da malária e por isso curava esses mesmos sintomas numa pessoa com malária. Hahnemann confirmou as suas descobertas com a Cinchona, ao observar que os trabalhadores das fábricas de quinino sofriam do envenenamento pela Cinchona, que era semelhante à febre intermitente. Começou então a perceber que um remédio pode provocar as condições mórbidas de doença como curá-las, quando testado em voluntários humanos saudáveis.
Comprovava-se assim a Lei dos Similares.
Após esta experiência seguiram-se muitas outras, com arsénico, beladona, mercúrio, digitallis… que foi experimentando em si e nos seus amigos e familiares, anotando e sistematizando as suas observações, cuidadosamente durante seis anos.
Hahnemann deixou várias obras, das quais se destacam:
- Matéria Médica Pura
- Organon da Arte de Curar
- Doenças Crónicas
Princípios da Prática Homeopática
- As Leis da Homeopatia -
1ª Lei da Experimentação em Homem São

Um remédio homeopático só o é quando tiver sido testado num indivíduo saudável. As reações animais são diferentes da resposta humana na maioria das vezes, quando testadas substâncias medicamentosas, pelo que estes testes só poderão ser feitos em humanos saudáveis. Desta forma se avaliam de forma objectiva a reacção celular do homem ao remédio em questão.
2ª Lei do Uso do Remédio Único
Segundo Hahnemann apenas se deve usar um remédio para cada situação patológica, pois apenas um criará uma gama de sintomas iguais num indivíduo saudável. Com o desaparecimento dos sintomas da patologia que se está a tratar então usar-se-á novo remédio a fim de erradicar a doença.
Esta lei foi sofrendo alterações com o tempo, pelos seguidores de Hahnemann. Surgiram então várias escolas:
* O Unicismo
No unicismo o terapeuta prescreve um único medicamento, à maneira de Hahnemann, com base na totalidade dos sintomas do doente (o simillimum).
* O Pluralismo
No Pluralismo, também conhecido por Alternismo, o terapeuta prescreve dois ou mais medicamentos para serem administrados em horas distintas, alternadamente, com a finalidade de um complementar a acção do outro, atingindo, assim, a totalidade dos sintomas do paciente.
* O Complexismo
No Complexismo, o terapeuta prescreve dois ou mais medicamentos para serem administrados simultaneamente ao paciente.
No complexismo industrial existem formulações farmacêuticas pré-elaboradas com associações medicamentosas afins, sendo muitas vezes uma mistura de dois a 5 medicamentos, normalmente em potências baixas (escala decimal) podendo-se classificar os medicamentos por números, colocando-se em cada patologia uma espécie de catálogo numerado de patogenias, ou seja, que englobam um grande número de sintomas relacionados.
A indústria farmacêutica homeopática moderna produz em larga escala os complexos, também chamados de compostos ou específicos homeopáticos. Essas formulações têm por objectivo tratar enfermidades específicas (gripe, sinusite, cistite, abcessos, etc.) Tratam o órgão adoecido ou uma patologia descrita nos tratados de patologia clínica.
Neste caso, a lei dos semelhantes é abordada de forma diferente. Usa-se apenas a similitude com a doença, não se considera o doente.
* O Organicismo
No Organicismo, o terapeuta prescreve o medicamento visando aos órgãos doentes, considerando as queixas mais imediatas do paciente. Esta conduta, portanto, acha-se bastante próxima da medicina alopata, que fragmenta o ser humano em órgãos e sistemas. Numa visão organicista o terapeuta fixa-se apenas no problema local, não levando em conta os sintomas emocionais e mentais, que possam estar relacionados ao problema.
3ª Lei da Mínima Dose
Quando Hahnemann percebeu que o uso de remédios provocava aos pacientes reacções exageradas ou agravamento dos sintomas, resolveu diluir os remédios de forma a retirar-lhes toda a toxicidade, tornando uma substância perigosa numa substância inofensiva, mas que ainda assim agia sobre o indivíduo curando a doença.
4ª A Lei dos Similares
Similia similibus curantur – O semelhante cura o semelhante.
Esta lei é o fulcro de toda a Teoria Homeopática.
Um remédio só deverá ser escolhido se num indivíduo saudável produzir uma gama de sintomas similares à gama de sintomas patológicos observados no indivíduo doente após administração do remédio.
As reacções orgânicas curativas provocadas pelo remédio homeopático produzem-se numa determinada ordem ou direcção:

Leis de Hering:
1ª Lei – De Cima para Baixo
Quando se tiver administrado o remédio homeopático correcto e na dinamização certa, a um doente, sofrendo, p.e., de dores, no decurso do processo de cura elas serão sentidas cada vez mais para baixo, no corpo, até desaparecerem totalmente.
2ª Lei – De Dentro para Fora
Quando um órgão interno fica curado por acção de um remédio homeopático correctamente prescrito a sua acção vai notar-se exteriormente, como resultado de eliminação natural do corpo das matérias tóxicas existentes, podendo assim manifestar-se no decurso de um tratamento homeopático erupções cutâneas, aumento da excreção urinária, de fezes, suores, etc.…
3ª Lei – Os Sintomas desaparecem na ordem Inversa ao seu aparecimento Durante um tratamento homeopático com o remédio correctamente prescrito o primeiro sintoma a desaparecer será o último a manifestar-se no decurso da doença, e assim sucessivamente até à erradicação da totalidade dos sintomas.
fonte:
http://64.233.169.104/search?q=cache:-65S_gc8dAMJ:chokurei.org/terapias/homeopatia.shtml+Lei+de+Hering+Lei+de+Cura&hl=pt-BR&ct=clnk&cd=9&gl=br
Sempre pesquise, questione se informe, Essa é a melhor forma de se proteger...
Verifique também se fez a aplicação dentro dos critérios técnicos, assépticos e de higiene.
Nesse endereço de internet tem todas as instruções. Confira por favor:
http://docs.google.com/View?docid=dgmpc7nr_11g7rqfn

Data: 31/10/2007 17:12
De: Cassi
IP: 200.101.53.174
Assunto: Maria Apolonia
Gostaria de saber quanto tempo sua filha fez AH para conseguir engravidar, pois eu estou tentando tbm e estou fazendo AH pra vê se ajuda.  OBrigada
Data: 31/10/2007 17:01
De: olivares
IP: 200.20.24.250
Assunto: Re: Anemia-leucemia-menstruacao....
Tome cuidado. Já relatei aqui o caso de uma colega de trabalho que sofria de anemia. Pelo que entendi do  seu caso, a anemia causa baixa coagulação, provocando forte sangramento durante a menstruação. Essa anemia pode ser causada pelo sangramento, baixa produção de hemoglobina, (doenças como a púrpura  ou outras ) má alimentação, baixa absorção de ferro pelo organismo (carência na alimentação ou problemas de absorção)  ou o sangramento intenso durante a menstruação pode ser causada por  problemas de pólipos (a causa da anemia na minha amiga)  miomas etc que provocam fluxo menstrual muito intenso.... Não conheço correlação da anemia e leucemia. Pode existir mas cabe pesquisa na internet. Use e abuse do Google, por exemplo....
Minha amiga tinha pólipos há muitos anos. Começou a tomar um chá (unha de gato e uxi amarelo) recomendados em reportagem do Globo Repórter de 2004 (procure pelo Goolge e achará a reportagem) mas largou o tratamento. ESTAVA PASSANDO POR MUITOS PROBLEMAS EMOCIONAIS, FINANCEIROS E PESSOAIS, que culminaram com um forte sangramento. Estava já programando uma cirurgia do pólipo quando passou mal em casa. Quase teve uma hipotermia. Desmaiou. Socorrida, foi levada para um hospital. Não podia sequer ser removida para um que ela queria. Tomou 6 bolsas de sangue e 2 de plasma. Ficou internada tomando medicação até que sua coagulação permitisse cirurgia. Antes, a cirurgia seria por laparoscopia, mas com seu quadro agravado teve de fazer com o útero aberto. Previsão de recuperação: 6 meses... Sofreu, durante sua convalescença, de uma trombose na perna. Está tomando medicação injetável na barriga para "afinar" o sangue...  Quase perdeu o útero. Quase morreu.
Veja bem, o estado emocional dela foi o desencadeador de uma crise aguda causada por problemas  que as pessoas consideram banais, que ela vinha enfrentando (anemia causada por pólipos) já há muitos anos e que na maioria das mulheres não causa complicações maiores... Observe o poder da mente agindo...
Relatei tudo isso para te avisar: Procure um médico urgentemente. Não deixe para amanhã. Acredito que se minha amiga tivesse feito a AH, teria sofrido menos. Claro que e AH levaria um tempo maior para consumir seus pólipos e  controlar seu sangramento, talvez não desse tempo de evitar essa crise que ela passou... Mas ainda assim seu emocional  não se alterou... Depois de tudo isso continua abalada. Acho que isso dificulta sua recuperação.
Mas observe: não sou médico nem da área , somente um observador analítico dos fatos aqui narrados e que estuda a AH com afinco... Tudo que falei aqui fica no campo das opiniões, que graças a DEUS ainda podemos manifestar aqui no Brasil...
Cuide-se e fique com ELE...
Data: 31/10/2007 16:32
De: Maria Amelia Gomes da Costa (amelia_costa58@clix.pt)
IP: 87.196.5.115
Assunto: Psoriase e auto-hemoterapia
Ola,
Eu estou a falar do Porto-Portugal e gostaria de vos expor o seguinte;
Meu companheiro tem psoriase ja a uns anos e neste momento a unica coisa que consegue deter os sintomas e o Neoral que e uma Ciclosporina. Quem conhece sabe bem as contra-indicaçoes que este medicamento tem! Pesquisei bastante sobre a psoriase e descubri em sites brasileiros a auto-hemoterapia. Convencio e ele comecou tratamento. Fez todas as semanas aplicações de 10ml. Mas infelizmente teve de parar porque alem de nao ter melhoras, piorou ao ponto de ter feridas no corpo todo. Parou e recomecou como neoral, mas continuo com a sensacao que posso ter errado nalgum dado por ex. na dosagem? alguem pode me ajudar?
Data: 31/10/2007 15:35
De: Marçal
IP: 201.29.231.80
Assunto: Jornal BEM ESTAR (Para refletir)
jornal BEM ESTAR
Recebi do Ralph Viana e deixo aqui para todos.
MOMENTOS HISTÓRICOS



Na maioria das vezes é difícil identificar quando estamos num “momento histórico”, tanto de nossa vida pessoal quanto da social ou planetária.



Aquela pessoa que se interessava por você e que foi rejeitada em função de outra (que depois foi uma decepção) poderia ter mudado o rumo de sua história pessoal. Mas como você saberia? Arrepender-se depois não redime nem é prova de que se estava errado. Na maioria das vezes é realmente difícil identificar e qualificar o momento e as escolhas.

Outras vezes o fato histórico pula na frente, mas por estarmos ocupados olhando uma formiga levar um graveto, perdemos o episódio. Um amigo sempre se lamuria. Adolescente, deixou de ir à Passeata dos Cem Mil, em 1968, para ir ao cinema com uma garota que estava paquerando. “Nem ao menos um beijo, nem lembro o nome dela e perdi a passeata mais importante da história do Brasil. O que contarei para meus netos?” choraminga, bem humorado. Pois é.

Todos temos momentos históricos pessoais que reconhecemos na hora que acontecem, o casamento, a formatura etc. Alguns, só tempos depois identificamos - “aquela crise, onde pensei que fosse me acabar, foi fundamental para a minha vida”. O certo é que estes momentos significativos raramente vêm com a etiqueta “momento especial” e a recomendação “prepare a máquina fotográfica”.

Andei pensando nisso e cheguei a comentar com meu super amigo Luiz Fernando Sarmento, com quem tive a sorte de partilhar alguns fatos que entraram para o álbum de lembranças históricas de milhares de pessoas, como o Simpósio “Alternativas no Espaço Psi”, por exemplo, que realizamos juntos nos idos de 1980 e que foi a porta de entrada das psicoterapias corporais no Brasil. Mas o assunto do meu comentário atual foi o vídeo “Energia da Vida” que realizamos juntos em 1992, sobre os conhecimentos invulgares de um médico, o Dr Luiz Moura. Foi ele que recuperou as informações sobre auto-Hemoterapia. Ao longo dos anos, se transformou num best seller e neste DVD tão comentado, disponível na internet. (Em 2004, Ana Martinez, após anos de utilização da auto-hemo, realizou com Luiz Sarmento um novo vídeo, especificamente sobre o tema).



CONFESSO: SOU O CÚMPLICE



Em 1992 estávamos envolvidos na confecção de artefatos energéticos descobertos por Wilhelm Reich – mantas orgônicas, bastões de Senf – quando nos lembramos do médico e pesquisador que tínhamos convidado em alguns simpósios para relatar suas pesquisas sobre caixa orgônica na rede pública de saúde. Luiz Sarmento, videomaker, propôs fazer um vídeo com ele, que consegui viabilizar com a ajuda de uma instituição argentina voltada para o tratamento de câncer, onde eu dava workshops com alguma freqüência.

Pouco tempo depois, numa noite comum, fomos até o apartamento simples do Dr Luiz, na Tijuca e fizemos a gravação. Meu filho Rudi Moreno ajudou no microfone, Luiz Sarmento e eu fizemos a entrevista, com ele na câmera. A esposa do Dr Luiz, D. Vera, estava presente, sempre muito afetiva, e serviu uns salgadinhos no final, enquanto continuávamos a papear. Alguém poderia prever que este era um momento histórico? Que resgataria uma técnica que ajuda e salva pessoas, e que desencadearia um enorme movimento na área da saúde em todo o Brasil? Eu apostaria a câmera do Luiz (eu não tinha nada) que não.

A impressão que tivemos, e comentamos quando saímos da casa dele, é que tínhamos documentado alguns conhecimentos extraordinários de uma pessoa especial, íntegra, simples, profundamente honesta. Um médico com impressionante espírito pesquisador. (Sua narrativa de que ao ler os experimentos de Reich chegou a duvidar da sanidade dele, e que por isso resolveu replicar seus experimentos, é uma prova desta invejável atitude de busca pela verdade). E com uma dimensão humana e da missão de sua profissão que poucas vezes vi em outros médicos: o Dr Luiz, apesar de já ser muito experiente e famoso, atendia em seu tradicional consultório no subúrbio de Jacarepaguá, cobrando o estipulado pelo sindicato dos médicos, uma merreca comparada com o que qualquer médico cobrava e cobra.

O mérito do Luiz Sarmento e o meu foi de acreditar nas evidências e na pessoa obviamente capacitada e experiente que estava em nossa frente. E de passar as boas notícias adiante, fazendo a nossa parte de levar informações que julgamos importantes para o maior número de pessoas possível, o que já fizemos inúmeras vezes. Sem saber estávamos contribuindo para a História.

Ao longo de 15 anos, o vídeo “Energia da Vida” foi divulgado boca a boca e visto em todo o Brasil. Veio a internet e o DVD e ele e o sobre auto-Hemoterapia ficaram públicos. Em Fevereiro de 2007 tomei conhecimento que a auto hemoterapia havia virado uma onda nacional, com disseminação maciça, incluindo sua utilização em vários postos de saúde em diversos estados. E mais, que já somavam milhares os relatos impressionantes sobre os efeitos benéficos da técnica, disponíveis na internet.

Na seqüência, várias matérias em jornais e TVs, a picaretagem do Fantástico (registre-se que exibiram o vídeo sem autorização e pagamento), a proibição do CFM e do Coren, a não recomendação pela ANVISA. E a contrapartida positiva: o enorme movimento de resistência dos usuários da auto hemoterapia contra a arbitrariedade, tanto pela internet quanto diretamente, circulando informações e continuando com seus auto tratamentos, usando seus próprios sangues.



QUEM SABE FAZ A HORA


Como disse antes, tem horas que dá pra identificar a importância de um momento histórico e então se posicionar devidamente a respeito. Com maior consciência é inevitável mais responsabilidade com relação às escolhas. Uma omissão numa hora crucial pode se tornar algo internamente imperdoável, por tirar um pouco a grandeza de nossa existência. A submissão então, nem quero falar (não gosto de pensar no que um francês possa ter sentido depois, por ter colaborado com os invasores na 2º Guerra Mundial).

Posso estar super dimensionando, mas acho que estamos num momento importante, histórico, neste episódio. Com a chance de confrontar os “podres poderes” com os nossos corpos, na nossa vida. Esta é a hora de não delegar ao governo ou ao estado ou a qualquer instituição o direito sobre coisas que não lhes competem, como a ingerência ou a proibição sobre o que fazemos com nosso próprio sangue em nosso próprio corpo.

Quem são eles e porque podem me interditar de fazer o que quero com meu fluido vital? Ainda mais que tenho milhares de relatos de pessoas, conterrâneas e estrangeiras, que dizem ter melhorado e se curado de mazelas que a medicina oficial já não tinha respostas. Querem que compre mais remédios? Que adube mais ainda esta indústria cada vez menos ética? Que siga cegamente suas recomendações para lá de duvidosas? Não basta os extorsivos impostos que cobram de todos para oferecer a saúde de quinto mundo que nos dão, querem também que abra mão de meu direito básico e inalienável de me cuidar e me tratar? (Ainda mais que nunca percebi um interesse real, por parte dos poderosos, em tratar ninguém, a não ser se muito bem remunerados).

Tenho informações que inúmeros médicos continuam a usar a auto hemoterapia, fechados em seus consultórios, que enfermeiros a utilizam sem declarar e que os milhares de usuários não deixarão de usar essa terapia. Mas sugiro usarmos a coragem ao invés do jeitinho, o debate claro e a transparência contra a censura obscurantista, a denúncia ao invés do servilismo.

Pessoalmente quero deixar claro e escrito publicamente que continuo a usar a auto hemoterapia. Que não reconheço o direito de qualquer governo de decidir sobre o que faço do meu sangue em mim mesmo. Que não acredito na competência e na isenção de órgãos corporativos que não se disponibilizaram a conhecer, estudar, debater, mas somente proibir.

Espero que todos os beneficiários assumam sua escolha - como o estão fazendo - e continuem a lutar por um direito básico, inalienável. Este é um momento importante e muito significativo. Não acho que possamos fugir de nossas responsabilidades.
Data: 31/10/2007 14:56
De: Marçal
IP: 201.29.231.80
Assunto: Re: Glaucoma
Relato encontrado nesse forum.

Data: 07/09/2007 16:47
De: Izabel cristina
IP: 200.149.106.222
Assunto: Glaucoma e enxaqueca

Tenho exemplo positivo dos dois. Meu marido fez 20 aplicaçoes e segundo a oculista ele não apresenta nenhum sintoma de glaucoma, ela não entedeu muito o que houve. No meu caso a enxaqueca diminuiu em 90% . Dos 30 dias do mês 25 era tomando remédios para aliviar a dor. NUNCA MAIS, enquanto houver a AUTO-HEMOTERAPIA.

Tem mais relatos nesse link no orkut.
http://www.orkut.com/CommMsgs.aspx?cmm=7739092&tid=2552584725009964689&kw=Glaucoma&na=3&nid=7739092-2552584725009964689-2553932311792982174&nst=19
Data: 31/10/2007 14:12
De: AUGUSTO
IP: 201.27.139.191
Assunto: Re: Leucemia mieloide aguda.(conselhos)
Cara Regina,

Fico contente com  a alta do hospital de seu pai,  isto significa que as  hemácias e plaquetas recebidas surgiram efeito, pois a medula óssea já esta recuperando a hemopoese (produção normal de celulas). As infecções são causadas pela redução dos leucócitos normais (responsavel pela defesa do organismo). Ora, se a AH ativa a produção dos macrófagos de 5% para 22% ativando  o sistema imunológico, resultando num estimulo imunológico poderosso, porque não utilizá-la. Pense, pesquise, discuta com seus irmãos, com seu pai, éla  não tem efeitos colaterias Quanto ao hemograma, ainda que  não seje satisfátorio, com as medicações de com certeza a hematologista receitou + a AH como alternativa, ele terá um nivel de vida que ele espera , e com certeza com muitos de anos de convívio com vocês......

ABRAÇOS
Data: 31/10/2007 13:21
De: samira........
IP: 201.89.193.184
Assunto: Anemia-leucemia-menstruacao....
ola!!!
gostaria d saber c essas 3 coisas
estao relacionadas...
tipo...c no caso de anemia a menstruacao para
ou vem muito....ou leucemia....

to meio confusa,pois acho q tenhu algum desses problemas
estou fazendo os exames e tals...
mas gostaria de saber ants
meu resultado sai daki 1 semana
nao consigo esperar...=/

obrigada!!!
Data: 31/10/2007 13:17
De: olivares
IP: 200.20.24.250
Assunto: Re: Glaucoma - a AH ajuda, mas deve sempre seguir o tratamento prescrito. ..
Boa tarde. Pesquisei relatos antigos aqui para uma prima tentando convencê-la a fazer a AH.  As pessoas relatam que a pressão regulariza, dispensando o uso dos colírios. Mantenha o acompanhamento profissional e a medicação prescrita sempre... Se for fazer a AH, não fale com o seu médico. Deixe que os resultados se manifestem. Tem um relato mais antigo aqui que a pessoa fez isso. O médico disse que a pessoa não tem mais glaucoma... Pesquise!
Seu médico irá testemunhar sua melhora  pelos exames e consultas...(depois fale que faz a AH).
Depois de mostrar esses depoimentos, ela fez 3 aplicações. Na primeira, relatou que deixou de sentir a “areia” nos olhos. Essa “areia” é a secreção lacrimal ressecada pela pouca irrigação, uma vez que a pressão ocular obstrui o canal lacrimal, provocando essa sensação. Infelizmente ela desistiu, pois a  médica que iria lhe operar falou que a AH é picaretagem. Essa mesma médica falou que o Instituto Benjamim Constant e o Instituto do Olho, referências em oftalmologia no Rio de Janeiro, não tem “equipamentos modernos” e usam técnicas “antigas”, e a convenceu  a fazer a cirurgia por R$ 1.500,00 em cada olho... (um pequeno furo para fazer o líquido vazar, diminuindo a pressão ocular) pela segunda vez...
Não tive mais contato com ela.
Procure na internet.
Abaixo alguns sites  para consulta

O que é Glaucoma:


• Conselho Brasileiro de Oftalmologia
www.cbo.com.br
• Sociedade Brasileira de Glaucoma
www.cbo.com.br/glaucoma
• Associação Brasileira dos Portadores de Glaucoma
www.abrag.com.br
• American Glaucoma Society
www.glaucomaweb.org
• The Glaucoma Foundation
www.glaucomafoundation.org
• Glaucoma Research Foudation
www.glaucoma.com
• American Academy of Ophthalmology (AAO)
www.aao.org
• Centers of Disease Control and Prevention
www.cdc.gov
http://www.drqueirozneto.com.br
pesquise sempre e caso se convença a fazer a AH, relate suas observações.
Data: 31/10/2007 12:12
De: cristina
IP: 201.78.121.12
Assunto: Glaucoma
gostaria de saber mais sobre glaucoma, pois fiz uma consulta e estou usando brimonidina 0.2 e maleato 0,5 e apresão esta 17   Gostaria de saber se tem perigo em prejudicar minha visão, pois uso os coliris de 12 em 12hrs diariamente sem esquecer um dia, fazendo assim consigo preservar minha visão sem correr o risco maior, por favor me oriente obrigada tenho 38 anos
Data: 31/10/2007 10:27
De: REGINA (rlgobeti@hotmail.com)
IP: 10.1.1.112, 200.216.173.245
Assunto: Leucemia mieloide aguda.(conselhos)
como ja relatei meu pai tem leucemia mieloide aguda ( lembram do sos leucemia, agradeço a todos que me responderam)papai saiu do hospital, voltou a se alimentar melhor e melhorou o psicologico, não tem mais febre e quer voltar a fazer a ah, mas no desespero no hospital a minha irmã perguntou ao hematologista do papai , ja que a doença não tem cura, se existia alguma medicina alternativa e perguntou se ele conhecia a AH, ele falou para não fazer porque é picaretagem e pode dar absessos no papai; com isso minha irmã mão quer voltar a fazer as aplicações; somos em 3 irmaõs, 2 querem inclusive o papai, não sei o que fazer, porque eu quero muito, mas tenho medo de acontecer algo, me sentir culpada; Gostaria de relatar que assisti o dvd do Dr Luis Moura e adorei.Ei Augusto gostaria de um a opiniaõ. VOU passar os dados do hemograma de ontem; plaquetas 25.000,hemacias 3,30, hematocrito 28, leucocitos 30.000(subiu de 10.000), serie branca esta com 46% de celulas jovens, gostaria muito de alguma opinião, agradeço a DEUS e a todos voces.
Data: 31/10/2007 09:39
De: Marçal
IP: 201.29.231.80
Assunto: Tem muita informação...
A técnica foi descoberta de forma empírica em 1911. Foi aplicada na ocasião "em diversas enfermidades infecciosas, em particular na febre tifóide e em diversas dermatoses". Também foi empregada nesta época em casos de asma, urticária e estados anafiláticos.

Durante décadas, a autohemoterapia foi intensamente empregada. Depois, com a descoberta dos antibióticos, os laboratórios transnacionais conseguiram fazer com que os médicos a esquecessem. Durante décadas, a técnica ficou com uso extremamente restrito.

Agora, com a Internet, a informação sobre o processo de cura, simples e barato, foi divulgada. E, de repente, os relatos das curas com a aplicação da autohemoterapia ganharam o país e o mundo. No Google.com nesta sexta-feira (16) "pesquisar a web com *autohemoterapia*", que tem a mesma grafia em português e espanhol, teve como resultado 9.320 registros.

Ainda neste endereço, pesquisar a web com *Auto-hemotherapy * apontou "13.900" registros. O alemão *Eigentherapie* apontou: "Resultados 1 - 10 de aproximadamente 29.600".
Data: 31/10/2007 00:16
De: www.realalternativa.net
IP: 201.19.145.237
Assunto: Reflexão
                       >>
Data: 30/10/2007 19:32
De: Maria Apolonia pAGLIARINI (apolonia@hotmail.com)
IP: 201.58.242.243
Assunto: Re: Autohemoterapia/mieloma multiplo
Prezado Gervasio conheço, uma pessoa em TRes Coraçoes, que sofre desta doença e teve uma recuperçao incrivel, mas nao foi com auto, ela fez o tratamento com celulas tronco foi um sucesso. Ela estava totamente  desenganada. Mas eu acredito que sela  tivessa fazendo a autohemoterapia o sucesso seria outro.  Ela chama Meire pode falar pelo telefone, 3235l324. Apessoa chama-se Maria BRaz, ela DARA  MELHORES INFORMAÇOES. DEUS TE ABENÇOE
Data: 30/10/2007 19:21
De: Maria Apolonia pAGLIARINI
IP: 201.58.242.243
Assunto: Autohemoterapia
Vou relatar caso concreto dentro de minha familia. Meu esposo tem um tumor de hipofise, faz controle a tres anos.Nunca reduziu . com  seis meses de autohemoterapia, este mes fez a ressonancia, acreditem seu tumor está reduzindo. Nao toma nenhum medicamento, porque seu caso é somente cirurgia  . Minha FILHA TEM ENDOMETRIOSE DE GRAU 4 OU SEJA GRAVE. Ja fez 3 cirurgias. nunca engravidou, nem poderia fazer a fertilizaçao por causa da ma qualidade de seus ovulos.Pedi  uma soluçao a DEUS e ele me menviou o cD de DR LUI MOURA. Acreditem ela esta gravida, tivemos ontem tivemos a confirmaçao. Nao tinhamos mas nem uma esperança. Nossa foi um milhagre...podem propagar
Data: 30/10/2007 18:21
De: Gervasio Franzoni (gervasiofran@yahoo.com.br)
IP: 201.15.209.130
Assunto: Autohemoterapia/mieloma multiplo
Será que alguem conhece  pessoas portadoras do mieloma multiplo, e que esteejan obtendo sucesso  no tratamento, usando a autohemoterapia?
Data: 30/10/2007 18:12
De: gervasio Franzoni
IP: 201.15.209.130
Assunto: Re: Re: Para Marçal - formação óssea através da Auto-Hemoterapia?
Goataria de receber informações sobre a restauração óssea com a autohemoterapia.
Sou portador de mieloma multiplo e tenho uma lesão lítica no braço esquerdo que enfraquece o osso.
Assim agradeço se pudereem me esclareceer ,porque ja estou fazeendo a autoheemo ha 25 dias ee estou me sentindo bem melhor. Porem devo começar a quimioterapia semana que vem.
Agradeço a resposta
Receba as mensagens deste fórum por e-mail
Procure no inforum:
Enviar mensagem
Seu IP: 54.81.170.186 (os IP's são armazenados por questões de segurança)
Seu nome:
Seu e-mail:
Assunto:
Mensagem:
  Não quero que meu e-mail apareça na mensagem (apenas o nome)
Auto-hemoterapia (relate sua experiência)
http://inforum.insite.com.br/39550/

Fóruns  >> Saúde
| Hospedagem de Sites | Acesso Banda Larga
Tecnologia Insite   -   Soluções Internet   -   ©   2014 -   http://www.insite.com.br